Linha 4-Amarela: Mudança na operação, neste fim de semana

Os passageiros que forem utilizar as estações da Linha 4-Amarela de metrô neste sábado, dia 30, e no domingo, dia 31, devem ficar atentos às mudanças na operação.

No sábado, a partir das 18 horas até o final da operação comercial (1h00 da manhã), o embarque e o desembarque de passageiros serão feitos na mesma plataforma na estação Paulista, tanto com destino à estação Butantã como à Luz. Com a operação diferenciada, os trens vão circular com intervalos maiores.
Para orientar os passageiros, avisos sonoros vão indicar o destino de cada trem que chega à plataforma.

Funcionamento no domingo
No domingo, dia 31, o trecho entre as estações Paulista e Faria Lima estará interditado durante o horário operacional (das 4h40 à meia-noite) para a execução de obras nas futuras estações Fradique Coutinho e Oscar Freire. As obras estão sob responsabilidade da Companhia do Metropolitano de São Paulo – Metrô.
A ViaQuatro, concessionária que opera a Linha 4-Amarela, colocará à disposição dos passageiros serviço de ônibus do sistema Paese (Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência) para o deslocamento no trecho interditado. O passageiro deve retirar uma senha na área paga das estações Paulista e Faria Lima, próxima aos bloqueios. A senha garante o acesso dos usuários somente às duas estações da Linha 4-Amarela e vale apenas para este domingo, dia da interdição.

Nos dois dias, se as atividades terminarem antes do término da operação comercial, a operação normal será retomada.

Obras
Desde setembro de 2013, durante alguns finais de semana, as estações da Linha 4-Amarela operam de forma diferenciada para a execução das obras da Fase II, sob responsabilidade da Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô). As atividades são para construção de cinco novas estações: Higienópolis-Mackenzie, Oscar Freire, Fradique Coutinho, São Paulo-Morumbi e Vila Sônia.

Com a operação diferenciada neste fim de semana, a orientação aos usuários será reforçada em todas as estações da Linha 4-Amarela com cartazes, banners, mensagens sonoras e veiculação de informações nos monitores do circuito fechado de TV das estações, plataformas e trens. A equipe de atendimento também está preparada para auxiliar os usuários nos deslocamentos, minimizar os impactos das mudanças e garantir a segurança.

Fonte: Via Quatro

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Termina a Greve de Ônibus em Mauá

Imagem de Daniel Sobral/Futura Press/Folhapress

Informação do Blog Ponto de Ônibus aponta que esta encerrada a greve de ônibus em Mauá, município da Região Metropolitana de São Paulo.

Os ônibus começam a circular na tarde desta sexta-feira (29). A normalização se dá aos poucos. Trabalhadores da Viação Cidade de Mauá, da EAOSA – Empresa Auto Ônibus Santo André e da Viação Ribeirão Pires, estas duas últimas intermunicipais, paralisaram as atividades no início da tarde de ontem.
Os trabalhadores foram demitidos após a prefeitura contratar outra empresa de ônibus na cidade, a Suzantur. os colaboradores afirmam que não receberam as verbas rescisórias.

De acordo com a prefeitura de Mauá, a Viação Cidade de Mauá se comprometeu a pagar 50 homologações ainda nesta sexta-feira e as 79 restantes na segunda-feira . A viação Suzantur não estava em greve, mas as atividades foram paralisadas por medo de represálias.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Primeiro trem do VLT começa a circular em São Vicente na próxima semana

 
Presidente da EMTU esteve em São Vicente para acompanhar andamento dos trabalhos 

A partir da próxima semana, o primeiro trem do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) poderá ser visto circulando em algumas áreas de São Vicente. A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) projeta iniciar os testes dinâmicos na segunda (1º)ou terça-feira (2). Já nesta sexta estão previstos os primeiros testes em movimento, possivelmente na área do galpão montado próximo à Estação Nossa Senhora das Graças, em São Vicente.

Há algumas semanas foram iniciados os testes estáticos do sistema de cablagem (cabos condutores de eletricidade) e de equipamentos. Na tarde de hoje, o presidente da EMTU, Joaquim Lopes, foi recebido no galpão pelo engenheiro responsável pelo empreendimento, Carlos Romão Martins, para acompanhar o andamento dos trabalhos.

Ele destacou que o andamento das obras está em 76% no trecho vicentino. A empresa calcula que estará com o pátio, próximo ao terminal Porto, 100% finalizado até fevereiro – o local deve abrigar sete prédios, incluindo oficinas, setor administrativo e estruturas de lavagem dos trens.

“Em Santos nós finalmente conseguimos superar os entraves com o Ministério Público e com a Cetesb. Agora só depende de alguns ajustes para acelerarmos. Mas temos as estações Nossa Senhora de Lourdes e Pinheiro Machado quase prontas”, afirma Romão. Ele cita que a próxima a ser iniciada deve ser a Estação Washington Luís. “Ainda estão resolvendo os últimos detalhes com os feirantes”.

Os diretores da EMTU voltaram a garantir que a operação comercial gradativa começa no mês de março de 2015. O segundo veículo deve estar pronto para chegar em outubro. Até dezembro a expectativa é que seis composições completas já estejam na região. Depois, mês a mês dois novos trens devem chegar, até completar os 22 veículos esperados para operação. 

Fonte: A Tribuna
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Segue a Greve de Ônibus em Mauá nesta sexta-feira (29)

Foto: Annie Zanetti

Continua a greve de ônibus na cidade de Mauá, Região Metropolitana de São Paulo, na manhã desta sexta-feira (29). Cerca de 4 empresas que atendem a cidade estão com os ônibus paralisados. Os trabalhadores da Viação Cidade de Mauá estão com os braços cruzados desde o meio dia desta quinta. A estimativa é que 110 mil pessoas estão sendo afetadas pela paralisação. O terminal de ônibus da cidade permanece fechado.

Na noite desta quinta, representantes da prefeitura de Mauá e do Sintetra, o sindicato dos rodoviários, promoveram uma reunião reconciliação, onde houve proposta de pagamento, no entanto os funcionários querem o real depósito de multas rescisórias.

Às 9h, está marcada uma reunião entre funcionários, a empresa e sindicato da categoria.

Fonte: Via Trolebus


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Monotrilho da Linha 15-Prata abre às 10h do sábado (30)

Conforme foi anunciado pelo governador Geraldo Alckmin em bate de televisão, o monotrilho da Linha 15-Prata abre neste sábado (30) às 10h00 da manhã, e fecha às 15h00. Trata-se da operação assistida que deve funcionar somente aos sábados e domingos.
De acordo com informações do jornal “O Estado de São Paulo”, as viagens no trecho de 2,9 entre as estações Vila Prudente e Oratório só serão feitas quando reunir um número especifico de pessoas. O tempo estimado entre as duas paradas é de 4 minutos. Neste primeiro momento a viagem será gratuita.
Somente em Outubro a décima terceira linha da malha metroferroviaria terá o horário estendido de operação, quando será aberta a integração gratuita com a Linha 2-Verde em Vila Prudente.
Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

TRT determina que Metrô readmita 10 grevistas dispensados em junho

Em caso de descumprimento, a multa é de R$ 500 diária por funcionário. Beneficiados pela decisão têm de comparecer ao trabalho em dois dias.

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de São Paulo determinou que 10 de 40 funcionários demitidos durante uma greve realizada no início de junho sejam readmitidos no prazo de cinco dias. A decisão, de caráter liminar, é do juiz do trabalho Thiago Melosi Sória. Cabe recurso. O G1 entrou em contato com a assessoria de imprensa do Metrô, mas a empresa ainda não se posicionou sobre a decisão judicial.

De acordo com a decisão, o Metrô deverá cancelar eventual anotação de término do contrato de trabalho nas respectivas carteiras de trabalho e reintegrar os empregados nas mesmas condições de prestação de serviços anteriormente vigentes. O não cumprimento implicará em multa diária de R$ 500,00 por funcionário; o valor arrecadado com as multas será revertido em favor dos trabalhadores.

Os empregados convocados, por outro lado, deverão comparecer ao trabalho em até dois dias após receberem a convocação, sob o risco de a decisão judicial perder validade. Apesar da decisão favorável aos trabalhadores, o Metrô não está obrigado a pagar os dias que os demitidos permaneceram afastados de suas funções.

De acordo com o juiz, o Metrô não apresentou as devidas provas que justificassem as demissões por justa causa em decorrência de faltas graves por parte dos funcionários grevistas. Ao analisar vídeo que registrou a conduta dos grevistas na Estação Tatuapé, na Zona Leste, em 5 de junho, o juiz observou que os metroviários, embora estivessem na plataforma, “não aparecem impedindo o fechamento das portas do trem”.

Além disso, as testemunhas que prestaram depoimento sobre o episódio, “além de não identificarem os praticantes, disseram que não houve violência ou dano”, ressaltou o juiz do trabalho.

O juiz também considerou que não há provas de que os grevistas tenham danificado uma fechadura da Estação Ana Rosa, na Zona Sul da capital, ou que tenham recorrido a meios violentes para ingressarem no local e impedirem o trabalho dos demais funcionários durante um piquete ocorrido na manhã de 6 de junho.

Segundo o juiz, o Metrô enviou em 9 de junho telegramas a todos os dispensados, apontando exclusivamente os dispositivos legais que motivavam as dispensas por justa causa, sem descrição de qualquer conduta. Desta forma, o Metrô violou cláusula da Convenção Coletiva de Trabalho da categoria, pois deixou de descrever os atos praticados pelos empregados.

“O ‘mau procedimento’ (artigo 482, b, da Consolidação das Leis do Trabalho) é conceito legal de abrangência amplíssima, no qual podem ser inseridos os mais variados tipos de atos”, destacou o juiz do trabalho, em sua sentença.

Na ação, o Sindicato dos Metroviários representava, originalmente, os 40 funcionários demitidos, segundo a assessoria do TRT. O magistrado responsável pelo caso determinou o desmembramento da ação em quatro outras, afim de assegurar a completa e adequada produção de provas, a duração razoável do processo e a ampla defesa.

Readmissão
Em 17 de julho, o Metrô já havia recontratado dois dos 42 grevistas demitidos em junho deste ano após cinco dias de paralisação por reajuste salarial. O TRT considerou a greve “abusiva” e determinou o pagamento de multa diária de R$ 500 mil aos dois sindicatos da categoria, dos metroviários e dos engenheiros.  O governador Geraldo Alckmin (PSDB) disse na ocasião que os grevistas foram demitidos "em razão de outros fatos", além da greve.

Em nota, o  Metrô esclareceu que "desde o início do processo de demissões, decorrentes de atos praticados no curso da greve abusiva dos metroviários, assegurou a todos o direito de ampla defesa em respeito às garantias individuais e apreço a classe dos metroviários.

Segundo o Metrô, "a reintegração dos dois funcionários é prova da correção e senso de justiça que balizam a relação do Metrô com seus funcionários."

O desembargador Rafael Pugliese, relator do processo do dissídio de greve, considerou a paralisação ilegal por não ter assegurado o serviço mínimo à população, descumprindo decisão judicial anterior para garantir 75% da frota durante o dia e 100% nos horários de pico.

Por unanimidade, os magistrados determinaram ainda o desconto dos dias parados e a não estabilidade no emprego.

Fonte: G1

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Greve de ônibus atinge Mauá nesta quinta-feira (28)

Foto: Adamo Bazani

Motoristas e cobradores da cidade de Mauá, na região metropolitana de São Paulo, cruzaram os braços nesta quinta-feira (28). Segundo informações do Blog Ponto de Ônibus, não foi cumprido o acordo intermediado pela prefeitura da cidade, no último dia 11 de agosto de 2014, quando já havia ocorrido uma paralisação.

Funcionários da Viação Cidade de Mauá iniciaram a greve alegando não ter recebido os pagamentos de direitos trabalhistas e verbas rescisórias. O terminal da cidade chegou a ser fechado, impedindo a circulação dos ônibus da outra empresa, a Suzantur. Pelo acordo, os pagamentos deveriam ter sido realizados até o dia 15. Apenas uma parte dos trabalhadores recebeu os direitos trabalhistas.

A prefeitura emitiu uma nota sobre a greve-surpresa:
A Prefeitura de Mauá informa que, neste momento, toda a frota de ônibus do transporte coletivo municipal está paralisada devido a greve de funcionários da Viação Cidade de Mauá. A Administração busca uma solução imediata para regularizar a situação junto ao sindicato da categoria e a empresa em questão. 

Esta greve deve-se ao não pagamento das verbas rescisórias dos trabalhadores da Viação Cidade de Mauá por parte da empresa.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

OBRAS DE MODERNIZAÇÃO ALTERAM CIRCULAÇÃO NAS LINHAS DA CPTM NESTE FINAL DE SEMANA

Neste fim de semana, 30 e 31 de agosto, a CPTM prosseguirá com as obras de modernização em algumas de suas linhas. Por isso, os trens circularão com maiores intervalos em trechos e horários específicos. Confira a programação e antecipe sua viagem:

Linha 7-Rubi [Luz - Francisco Morato - Jundiaí]

Sábado: das 21h00 às 23h59, os trens circulam com maior intervalo, entre as Estações Francisco Morato e Jundiaí, para a realização de serviços programados de manutenção. Domingo: das 08h00 às 18h00, os trens circulam com maior intervalo, entre as Estações Luz e Francisco Morato, para a realização de serviços programados de manutenção.
 
Linha 8-Diamante [Júlio Prestes - Itapevi/Amador Bueno]

Domingo: das 04h00 às 23h59, a circulação fica interrompida, entre as Estações Carapicuiba e Itapevi da Linha 8 - Diamante para a realização de serviços programados de obras de modernização, havendo conexão de ônibus PAESE, as senhas devem ser retiradas no mezanino das estações.

Linha 9-Esmeralda [Osasco - Grajaú]
 
Domingo: das 4h à meia noite, os trens circulam com maior intervalo, entre as Estações Osasco e Grajaú da Linha 9 - Esmeralda para a realização de serviços programados de obras de modernização. Das 4h à meia noite, a circulação fica interrompida, entre as Estações Osasco e Presidente Altino da Linha 9 - Esmeralda para a realização de serviços programados de obras de modernização. Para completar a viagem até a Estação Osasco, o usuário deverá utilizar a Linha 8-Diamante.
 
Linha 10-Turquesa [Brás - Rio Grande da Serra]

Domingo: das 08h00 às 18h00, os trens circulam com maior intervalo, entre as Estações Mauá e Rio Grande da Serra da Linha 10 - Turquesa para a realização de serviços programados de manutenção.
 
Linha 11-Coral / Espresso Leste[Luz - Guaianazes]

Domingo:
das 04h00 às 12h00, os trens circulam com maior intervalo, entre as Estações Luz e Guaianazes da Linha 11 - Coral para a realização de serviços programados de obras de modernização.

Linha 11-Coral / Extensão [Guaianazes - Estudantes]

Domingo: das 4h às 12h, a circulação ficará interrompida entre Guaianazes e Jundiapeba, devido às obras de modernização e a construção das novas estações Suzano e Ferraz de Vasconcelos. Para atender aos usuários, serão disponibilizados ônibus de conexão nas estações Guaianazes, Calmon Viana, Jundiapeba, Ferraz de Vasconcelos e Itaquaquecetuba para embarque e desembarque. Os ônibus de Ferraz de Vasconcelos e Itaquaquecetuba também farão paradas na estação de Poá. O intervalo médio será de 15 minutos entre Jundiapeba e Estudantes. 


Linha 12-Safira [Brás - Calmon Viana]

Sábado: das 21h00 às 23h59, os trens circulam com maior intervalo, entre as Estações Brás e Calmon Viana da Linha 12 - Safira para a realização de serviços programados de obras de modernização.
Domingo: das 04h00 às 23h59, os trens circulam com maior intervalo, entre as Estações Brás e Calmon Viana da Linha 12 - Safira para a realização de serviços programados de obras de modernização.
 
Desafio: a CPTM ressalta que executar as obras de modernização, mantendo simultaneamente o atendimento aos usuários, é um grande desafio. As ações exigem medidas como promover intervenções em horários de menor movimentação de passageiros aos finais de semana, feriados e madrugadas.
Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição a Central de Atendimento ao Usuário, no telefone 0800- 0550121.
 
Fonte: CPTM

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Problemas na Linha 11-Coral nesta quarta-feira (27)

Os Trens da Linha 11-Coral circulam com velocidade reduzida entre Estudantes e Guaianazes. Segundo a CPTM, um ato de vandalismo prejudica a circulação desde o início da manhã desta quarta-feira (27). A empresa informou que cabos foram furtados. As plataformas estavam lotadas. Até as 12h30 a situação não havia sido normalizada.

Já no Metrô, os trens circulam com velocidade reduzida por medida de precaução devido à chuva. A Linha 1- Azul também teve restrição.
 
Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Governo do Estado pede novo empréstimo ao BNDES para obras da Linha 5-Lilás


O Governo do Estado de São Paulo solicitou mais R$ 1,7 bilhão para terminar a expansão da Linha 5-Lilás do Metrô de São Paulo. De acordo com o Jornal Folha de São Paulo a solicitação foi feita ao BNDES em forma de empréstimo. O banco de investimento federal está analisando o caso.

Em 2009 o governo do estado já havia pedido empréstimos de R$ 4,4 bilhões. Agora o valor solicitado chega a R$ 6,9 bilhões, ou seja, um aumento de 57%. Caso seja aprovado, a participação do BNDES na linha será em 62%.

De acordo com o governo estadual, não houve aumento no custa da obras. O valor da estimativa inicial era como base no ano de 2009, mas após estudos detalhados foi preciso mais recursos.

A linha 5-Lilás atualmente liga o Capão Redondo até a estação Adolfo Pinheiro, passando por Santo Amaro. Ela está sendo expandida em 11 km rumo a Santa Cruz e Chácara klabin e vai passar por Moema e Ibirapuera.

A estimativa do governo estadual é iniciar as primeiras inaugurações em 2016.

Fonte: Via Trolebus


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Campinas contrata estudo para VLT entre o Viracopos e o centro da cidade

Os mais saudosistas sempre dizem que a retirada dos bondes foi sem sombra de dúvidas um erro. A prova disto é que muitas cidades estão tocando novos projetos de Veículos Leves Sobre Trilhos, os VLT’s, que nada mais é que o bom e velho bonde, claro que com algumas atualizações tecnológicas.

Um dos municípios é Campinas, onde o prefeito Jonas Donizette assinou na semana passada um financiamento com a Caixa Econômica Federal (CEF) no valor de R$ 1,2 milhão para viabilizar um projeto de implantação do VLT. Trata-se de estudos técnicos que devem ser entregues até novembro.

Cabe ressaltar que o novo VLT deve ser completamente diferente do implantado na década de 1990 e que acabou abandonado e sucateado anos depois. O novo traçado será entre o Centro e o aeroporto de Viracopos, e terá integração com um futuro BRT que será construído nos eixos Campo Grande e Ouro Verde até o Centro. De acordo com estimativas da Secretaria de Transportes, o novo terminal de passageiros do Aeroporto Internacional de Viracopos aumentará para 100 mil pessoas a circulação diária no eixo.

Futuras linhas de VLT
Campinas já pensa em outros três ramais para o VLT. Centro-Barão Geraldo, Centro-Sousas e um circuito rotatório passando pelo Centro expandido e interligando com os futuros eixos dos BRTs. O sistema de transporte sobre trilhos planejado pelo Executivo também servirá para alimentar o Corredor Noroeste, de transporte metropolitano, e os futuros corredores do Ouro Verde e do Campo Grande que serão abastecidos pelo BRT.

VLT dos anos 90 na cidade:

c15qu6





Fonte: Via Trolebus/Correio do Estado
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Osasco quer verba federal para VLT que vai ligar a cidade à Cotia

Segundo o prefeito de Osasco, Jorge Lapas, estão sendo solicitados recursos junto ao governo federal para o projeto: “Há vários fatores que favorecem essa proposta: estamos em área de limite entre dois municípios e em uma região muito populosa, como os bairros do Veloso, Padroeira e Santo Antônio, e que utiliza transporte coletivo. Além disso, vamos usar uma faixa de domínio do Rodoanel, sem precisar fazer desapropriação, o que barateia o custo”, explicou.

De acordo com o prefeito, o governo federal liberou recursos para elaboração do projeto de viabilidade técnica e econômica do VLT, no entanto a conexão com o Terminal Metropolitano do Km 21 entre Osasco e Carapicuíba, pode acelerar esse processo. “Nós já mostramos que há viabilidade técnica total, porque não há inclinação no trajeto. E também econômica, porque vai atender entre 600 mil e 700 mil pessoas. O que vamos tentar fazer agora é ganhar um passo nesse processo, para fazer já o projeto executivo da obra. Pedi para a EMTU nos ajudar a defender isso. Seria parceria Estado, prefeitura e governo federal”, completou Lapas.

O projeto executivo é o passo anterior à abertura da licitação. Porém, segundo o prefeito, ainda é cedo para estimar prazos de execução das obras.

Fonte: Via Trolebus


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Alckmin evita dar novo prazo para entrega de monotrilho atrasado

Adiada diversas vezes, a data da inauguração do primeiro trecho do monotrilho da Linha 15-Prata do Metrô de São Paulo segue indefinida. Questionado na manhã desta segunda-feira, 25, sobre quando o percurso será finalmente aberto ao público, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) não respondeu. "Eu vou checar e passo para vocês direitinho", disse o tucano ao ser questionado pelo Estado. O dado, contudo, não foi informado após o término do evento, uma coletiva de imprensa no centro de informações da Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp)

A última promessa de seu governo era a de que o ramal abriria no sábado passado, o que não se concretizou.
 
A primeira promessa de Alckmin era entregar o monotrilho no ano passado. No fim de 2013, o próprio governador começou a divulgar que a obra estaria pronta no iní­cio deste ano. O prazo depois foi alterado para março, maio, junho e julho.

Na semana passada, o secretário estadual dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, havia cogitado abrir a Linha 15-Prata no sábado, 23. Mas na sexta-feira, 22, ele mesmo alterou a data, alegando que ainda faltava o recebimento de uma homologação internacional para o funcionamento dos trens do monotrilho.

Esse documento certifica a quantidade de horas de testes da composição exigidas antes do iní­cio de sua operação. Ainda segundo Fernandes, faltavam alguns ajustes a serem feitos no sistema.

Quando as Estações Vila Prudente e Oratório do monotrilho passarem a funcionar, estará inaugurada a sexta linha metroviária da capital paulista. O ramal ficará integralmente na zona leste da cidade. Quando a Linha 15 estiver pronta, terá 26,6 km e 18 estações, ligando a Vila Prudente à Cidade Tiradentes, ambas na zona leste. Ela custará R$ 6,4 bilhões. As obras na região começaram em 2010.

Fonte: Estadão


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Não pode pedalar na Ciclopassarela? Haddad quebra regra

O prefeito da cidade de são Paulo, Fernando Haddad, ignorou a determinação de conduzir a bike a pé na ciclopassarela, que liga o Parque do Povo à ciclovia do Rio Pinheiros. No evento da inauguração da estrutura, ao saber que é proibido atravessar a ciclopassarela montado na bicicleta, o prefeito falou “Como assim? Tem que empurrar? Tem sentido isso?”. Em seguida, pedalou pelo local, aprovando a segurança.
A medida pode parecer sem sentido neste local destinado ao ciclistas, mas faz muito sentido em passarelas onde o espaço é divido com pedestres.

A ação foi registrada pela equipe do Bike é Legal e pode ser conferida no vídeo abaixo.

Fonte: Via Trólebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Inauguração do Monotrilho da Linha 15 Prata é adiada

Foto: Sérgio Mazzi

Não, não é desta vez que o passageiro vai poder conhecer o monotrilho da Linha 15-Prata. A entrega da mais nova linha do sistema metroferroviário foi marcada para este sábado (23) pelo governo do estado de São Paulo, porém, nesta sexta-feira (22) o secretário de transportes metropolitanos, Jurandir Fernandes, explicou que entre os motivos do atraso estão que o Metrô não conseguiu ainda o certificado de homologação para operar o sistema de trens, concedido após finalização dos testes.
Existem ainda algumas pendências nas composições e no sistema de sinalização, além de uma defasagem no vão entre o trem e a plataforma.

A Linha 15-Prata será a primeira a operar com o sistema de monotrilho na capital Paulista, e quando completa ligará a estação Ipiranga da CPTM até o Hospital Cidade Tiradentes, passando por São Mateus. Este trecho que esta prestes a inaugurar corresponde ao trecho entre Vila Prudente e Oratório.

Foto: Via Trolebus


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Alckmin assina contrato da Linha 18 nesta sexta e obras começam em 60 dias

O Governador Geraldo Alckmin assina nesta sexta o contrato de concessão com o Consórcio ABC Integrado para construção da Linha 18-Bronze (Tamanduateí-Djalma Dutra) do Metrô, um monotrilho que vai ligar a Capital a São Bernardo, passando por São Caetano e Santo André. Trata-se do primeiro ramal metroviário a transpor os limites da capital paulista, com 15,7 quilômetros de extensão.

Em entrevista ao jornal Diário do Grande ABC, Alckmin afirmou que, a partir da assinatura de hoje, as desapropriações terão início imediatamente:

“É momento histórico e grande conquista para o Grande ABC. Pela primeira vez o Metrô sairá da Capital e a Linha 18 passará por São Caetano, Santo André e São Bernardo. Será uma das principais ações de Mobilidade Urbana, que beneficiará muito a população dessas cidades”, afirmou o governador.

De acordo ainda com Alckmin, a implantação de canteiros de obras terá início em 60 dias e o prazo de conclusão é de 36 meses. “O consórcio também tem interesse em iniciar a obra o mais rápido possível, já que será uma PPP (Parceria Público-Privada)”, disse o governador.

A obra custará R$ 4,26 bilhões, sendo R$ 1,92 bilhão responsabilidade do poder público (repartido entre Estado e União), R$ 1,92 bilhão da iniciativa privada, além de R$ 407 milhões para as desapropriações, que virão dos cofres do Palácio dos Bandeirantes. No formato monotrilho – não poluente, elétrico e silencioso –, cada trem da Linha 18 terá cinco vagões, que comportarão ao todo 750 passageiros por viagem. O Consórcio Integrado ABC é composto pelo grupo Primav – do qual fazem parte a empreiteira CR Almeida e a EcoRodovias –, e pelas construtoras Cowan, Encalso e Benito Roggio.

Fonte: Diário do Grande ABC/Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Metrô aguarda certificado para inaugurar Monotrilho da Linha 15 Prata

A respeito da inauguração do Monotrilho da Linha 15-Prata neste sábado (23), anunciado pelo governo do Estado de São Paulo, o Metrô ainda aguarda o certificado de homologação para a circulação dos trens com usuários. Sem este documento não será possível operar a linha com passageiros. A informação é do Jornal Folha de Vila Prudente.

O monotrilho precisa realizar 300 horas de viagens testes antes de receber passageiros. “A exigência é das entidades internacionais, que determinam as operações necessárias para homologar a liberação dos trens. Este teste, chamado de operação branca, faz simulações com passageiros, mas não contam com usuários comuns. E é isso que vem sendo feito nos últimos meses”, explicou o Secretário de Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes.

Fonte: Via Trolebus
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

OBRAS DE MODERNIZAÇÃO ALTERAM CIRCULAÇÃO NAS LINHAS DA CPTM NESTE DOMINGO 24/08

Neste domingo, 24 de agosto, a CPTM prosseguirá com as obras de modernização em algumas de suas linhas. Por isso, os trens circularão com maiores intervalos em trechos e horários específicos. Confira a programação e antecipe sua viagem:

Linha 7-Rubi [Luz - Francisco Morato - Jundiaí]

Domingo: das 4h até o fim da operação comercial, não haverá circulação de trens entre as Estações Palmeiras-Barra Funda e Perus. Para atender aos usuários, serão disponibilizados ônibus de conexão no trecho interditado, com parada na Estação Pirituba para embarque e desembarque. As senhas para utilização dos ônibus deverão ser retiradas na área interna das estações. Entre Luz e Palmeiras-Barra Funda e Perus e Jundiaí, os trens circularão com maiores intervalos.
 
Linha 8-Diamante [Júlio Prestes - Itapevi/Amador Bueno]

Domingo: das 04h00 às 23h59, os trens circulam com maior intervalo, entre as Estações Júlio Prestes e Itapevi da Linha 8 - Diamante para a realização de serviços programados de manutenção.

Linha 9-Esmeralda [Osasco - Grajaú]
 
Domingo: das 4h à meia noite, a circulação fica interrompida, entre as Estações Osasco e Presidente Altino da Linha 9 - Esmeralda para a realização de serviços programados de obras de modernização. Para completar a viagem até a Estação Osasco, o usuário deverá utilizar a Linha 8-Diamante.
 
Linha 10-Turquesa [Brás - Rio Grande da Serra]
Domingo: das 08h00 às 16h00, os trens circulam com maior intervalo, entre as Estações Brás e Rio Grande da Serra da Linha 10 - Turquesa para a realização de serviços programados de manutenção.
 
Linha 11-Coral / Espresso Leste[Luz - Guaianazes]

Domingo: 
04h00 às 23h59,
os trens circulam com maior intervalo, entre as Estações Luz e Guaianazes da Linha 11 - Coral para a realização de serviços programados de obras de modernização.

Linha 11-Coral / Extensão [Guaianazes - Estudantes]

Domingo: das 4h a meia noite,
os trens circulam com maior intervalo, entre as Estações Guaianazes e Estudantes da Linha 11 - Coral para a realização de serviços programados de obras de modernização. 
Linha 12-Safira [Brás - Calmon Viana]

Domingo: das 04h00 às 23h59, a circulação fica interrompida, entre as Estações Brás e Calmon Viana da Linha 12 - Safira para a realização de serviços programados de obras de modernização. Haverá conexão com ônibus PAESE, nos seguintes trechos:

Itaim Paulista - São Miguel Paulista - Tatuapé: Para prosseguir viagem, utilize a Linha 11 - Coral ou a Linha 3 - Vermelha do Metrô.
Itaim Paulista - Itaquaquecetuba - Poá: Para prosseguir viagem, utilize a Linha 11 - Coral.

As senhas deverão ser retiradas nos mezaninos das estações citadas.
 
Desafio: a CPTM ressalta que executar as obras de modernização, mantendo simultaneamente o atendimento aos usuários, é um grande desafio. As ações exigem medidas como promover intervenções em horários de menor movimentação de passageiros aos finais de semana, feriados e madrugadas.
Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição a Central de Atendimento ao Usuário, no telefone 0800- 0550121.
 
Fonte: CPTM


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

OBRAS DE MODERNIZAÇÃO ALTERAM CIRCULAÇÃO NA LINHA 9 HOJE 21/08

Hoje, 21 de agosto, a CPTM [Companhia Paulista de Trens Metropolitanos] prosseguirá com as obras de modernização em algumas de suas linhas. Por isso, os trens circularão com maiores intervalos em trechos e horários específicos. Confira a programação e antecipe sua viagem:

Linha 9-Esmeralda [Osasco - Grajaú]

Hoje: das 22h  até meia-noite, os trens circulam com maior intervalo, entre as Estações Grajaú e Osasco, para a realização de serviços programados de obras de modernização.

Desafio: a CPTM ressalta que executar as obras de modernização, mantendo simultaneamente o atendimento aos usuários, é um grande desafio. As ações exigem medidas como promover intervenções em horários de menor movimentação de passageiros aos finais de semana, feriados e madrugadas.

Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição a Central de Atendimento ao Usuário, no telefone 0800- 0550121.

Fonte: CPTM


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Contrato de concessão do monotrilho da Linha 18 bronze sai nos próximos dias, diz Alckmin

O Governador de São Paulo Geraldo Alckmin disse nesta quarta-feira (19) que a assinatura do contrato com o Consórcio ABC Integrado, único a formalizar proposta de concessão da Linha 18-Bronze do Metrô, deve sair nos próximos dias. 

A linha que terá o monotrilho como tecnologia, está orçada em R$ 4,2 bilhões divididos entre Estado, governo federal e iniciativa privada, por meio de uma PPP (Parceria Público-Privada). O Consórcio ABC Integrado deverá construir o ramal e operar a linha. Entre as empresas que compõe o consórcio esta a Scomi, que esta fornecendo trens para a Linha 17-Ouro.

“Vamos assinar nos próximos dias esse contrato. Até convidei a presidente Dilma (Rousseff do PT), pois teremos recurso do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento)”, disse Alckmin.

As obras correspondem a 15,7 quilômetros de extensão, com estações em São Caetano, Santo André e São Bernardo, além da Capital. A previsão de inauguração do monotrilho é para 2018.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Integração entre Metrô, CPTM e Intermunicipais terá desconto de R$ 1,35 por viagem

Ônibus intermunicipal. Com o Cartão BOM, desconto na transferência entre intermunicipais e serviços da Metra será de R$ 1,35 por viagem, de acordo com Secretaria dos Transportes metropolitanos de São Paulo. Foto: Adamo Bazani.

Integração entre ônibus intermunicipais e sistema de trilhos terá desconto de R$ 1,35 por viagem
Desconto vale para quem usa o Cartão BOM e vai ser implantado em 30 de agosto

A Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos anunciou nesta terça-feira, dia 19 de agosto de 2014, que o passageiro que utiliza os ônibus intermunicipais de 39 cidades da Grande São Paulo e os serviços de ônibus e trólebus da Metra, no Corredor Metropolitano ABD, terá desconto de R$ 1,35 na transferência para os trens da CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos e para o Metrô.

O desconto começa a valer a partir do dia 30 de agosto apenas para quem possui o Cartão BOM – Bilhete de Ônibus Metropolitano.

Para ter direito ao desconto, o passageiro deve fazer esta integração num intervalo de 3 horas entre um meio de transporte e outro.

Por exemplo, quem usa os serviços da Metra no Corredor Metropolitano ABD e desce na Estação de Santo André hoje paga R$ 3,20 para os ônibus ou trólebus e mais R$ 3,00 para a CPTM, o que somaria R$ 6,20 por viagem, com o Cartão BOM, a partir do dia 30 de agosto, esta transferência em vez de custar R$ 6,20 por viagem, vai custar R$ 4,85.

Somando as viagens de ida e volta, o desconto diário será de R$ 2,70.

De acordo com nota da Secretaria de Transportes Metropolitanos, a medida é um mais um passo para a integração física nos terminais que recebem ônibus, metrô e trens.

A implantação deste sistema começou com a colocação gradativa em 2011 de validadores híbridos nas estações da CPTM e do Metrô que hoje podem ler o Bilhete Único da Capital Paulista, o Cartão BOM ou receber nas catracas o bilhete de papel com tarja magnética.

Ainda de acordo com a pasta de transportes, existem hoje 3,7 milhões de unidades do Cartão BOM na Região Metropolitana de São Paulo.

A secretaria explica como adquirir o Cartão BOM:
“Para obter o cartão BOM, basta entrar no site https://www.cartaobom.net/index.aspx, preencher o cadastro com as informações solicitadas e marcar a retirada do cartão em um dos oito postos de autorizados de atendimento na Grande São Paulo. O cartão também pode ser adquirido pessoalmente nos postos de atendimento, que funcionam de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h30 e, aos sábados, das 9h às 12h.

Arujá: Avenida dos Expedicionários 1056, Centro
Guarulhos: Avenida Tiradentes 1305, Centro
Osasco: Avenida dos Autonomistas 500, Top Shop Loja 13, Vila Yara
São Bernardo do Campo: Rua Jurubatuba 1134, Centro
São Paulo: Rua Domingos de Moraes 1297, Vila Mariana
São Paulo: Rua Cunha Gago 416, Pinheiros
Suzano: Avenida Vereador João Batista Fitipaldi 109, Centro
Taboão da Serra: Avenida Armando de Andrade 313

Fonte: Blog Ponto de Ônibus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Estação Fradique Coutinho da Linha 4 Amarela abre dia 25 de setembro

No dia em que é anunciada a inauguração do monotrilho da linha 15-Prata, o governo do Estado divulga a abertura da primeira estação naquela que é chamada de segunda fase da Linha 4-Amarela: A Fradique Coutinho, que deve ser aberta ao público no próximo dia 25 de setembro:

“Fradique Coutinho está a pleno vapor. Estamos lá com 150 homens só trabalhando na parte de energia e sinalização. A parte de portas de plataformas já está instalada, está andando. É um trabalho de concentração” – disse o secretário estadual dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes.

A próxima parada a ser aberta é Oscar Freire. Segundo projeções do Governo Estadual, a estação pode ter início das operações entre o final do ano, e o começo de 2015. Já a estação Higienopolis-Mackenzie deve ficar para março de 2015. Restam ainda as paradas São Paulo-Morumbi e Vila Sônia que devem ser inauguradas até 2016. Após isto, a Linha 4 deve chegar até Taboão da Serra, passando pela estação Chácara do Joquei.

A linha 4-Amarela esta em obras desde 2004.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

OBRAS DE MODERNIZAÇÃO ALTERAM CIRCULAÇÃO NA LINHA 9 HOJE 19/08

Hoje, 19 de agosto, a CPTM [Companhia Paulista de Trens Metropolitanos] prosseguirá com as obras de modernização em algumas de suas linhas. Por isso, os trens circularão com maiores intervalos em trechos e horários específicos. Confira a programação e antecipe sua viagem:

Linha 9-Esmeralda [Osasco - Grajaú]

Hoje: das 22h  até meia-noite, os trens circulam com maior intervalo, entre as Estações Grajaú e Osasco, para a realização de serviços programados de obras de modernização.

Desafio: a CPTM ressalta que executar as obras de modernização, mantendo simultaneamente o atendimento aos usuários, é um grande desafio. As ações exigem medidas como promover intervenções em horários de menor movimentação de passageiros aos finais de semana, feriados e madrugadas.

Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição a Central de Atendimento ao Usuário, no telefone 0800- 0550121.

Fonte: CPTM

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Monotrilho da Linha 15-Prata será inaugurado neste final de semana

Conforme anunciou no site  Via Trolebus, o monotrilho da Linha 15-Prata deve ser entregue no próximo final de semana. Nesta terça-feira (19) o secretário de Transportes Metropolitanos Jurandir Fernandes explicou o motivo do atraso da obra:

“As entidades internacionais exigem 300 horas de operação para homologar os trens. A operação, chamada operação branca, faz simulações com passageiros, mas não tem usuário comum”, explicou o secretário.
Segundo o site G1 a operação com passageiros só terá início quando as duas vias estiverem recuperadas. “A via número 1 teve um curto circuito um mês atrás. Consertar é rápido, mas aí você tem que fazer o reset do computador”, justificou. 

Até o fim do mês de setembro, o monotrilho deve operar somente aos finais de semana, sem cobrança de tarifa. A previsão é que o início da operação comercial, com pagamento de bilhete, comece em outubro.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Ciclovia deve ligar o Tatuapé até o Parque da Mooca

No último dia 4 foi inaugurado o primeiro trecho da ciclovia na Avenida Vereador Abel Ferreira, no bairro do Tatuapé, na zona Leste de São Paulo, com cerca de 1,1 quilômetro entre as avenidas Salim Farah Maluf e Regente Feijó. Os próximos passos para a estrutura dos ciclistas até fim de 2014 serão mais 9,7 km de ciclovias, ligando pontos como o Shopping Anália Franco, o metrô Carrão, a Universidade Cruzeiro do Sul e o Centro Esportivo, Recreativo e Educativo do Trabalhador (Ceret).

A estrutura deve chegar também até o parque da Mooca, cruzando a Avenida Salim Farah Maluf, passando pela rua Siqueira Bueno.

O plano da prefeitura é construir 400 km de vias cicláveis até o 2016. Imagem de Lucas Chiconi:

Fonte: Via Trolebus


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

ViaQuatro participa de Congresso de Ouvidorias

Com 15 anos de experiência na função, Regina Barros é uma das debatedoras convidadas do XVII Congresso Brasileiro de Ouvidores/Ombudsman
 
Regina Barros, ouvidora da ViaQuatro, concessionária que opera a Linha 4-Amarela do metrô de São Paulo, será uma das debatedoras convidadas do XVII Congresso Brasileiro de Ouvidores/Ombudsman, que acontece de 18 a 20 de agosto no Costão do Santinho Resort, em Florianópolis (SC).
 
A participação da ouvidora da ViaQuatro acontecerá no dia 19, no painel de oficinas temáticas sobre Ouvidorias de Setores Regulamentados, da qual fazem parte, além das concessionárias de transporte público e saneamento, grupos do setor financeiro, planos de saúde, seguros e energia.
 
Com 15 anos de experiência em Ouvidoria nos setores de Concessão de Rodovia e Transporte de Passageiros, Regina Barros vai relatar um pouco de sua vivência na ViaQuatro, reforçando que o marco regulatório da concessão apresenta consideráveis avanços na defesa dos direitos e interesses do usuário.
 
Considerado o mais importante evento do setor, o Congresso Brasileiro de Ouvidores/Ombusdman vai discutir nesta edição, entre outros temas, a prevenção de conflitos com o consumidor e o usuário do serviço público, a convivência das ouvidorias públicas com o sistema de controladoria e a regulamentação legal. A enriquecedora troca de experiências será documentada em relatórios de cada oficina, o que deverá resultar na estruturação de políticas de aperfeiçoamento das Ouvidorias.
 
Fonte: Segs


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Ônibus invade pátio do Templo de Salomão após bater em carro

O motorista do carro ficou em estado grave e foi socorrido; outras duas pessoas também ficaram feridas.

Um ônibus invadiu o pátio do Templo de Salomão, no Brás, região central de São Paulo, por volta das 3h40 desta terça-feira (19) após bater em um carro. Três pessoas ficaram feridas, uma delas em estado grave. Elas foram socorridas. 

Segundo a Polícia Militar, o ônibus trafegava pela Celso Garcia, quando se chocou com um carro prata que seguia pela rua José Monteiro. Com o impacto, o ônibus avançou em direção às grades e parou a cerca de cinco metros da escadaria do templo. Ainda de acordo com a PM, quatro metros da grade ficaram quebradas.

O motorista do carro ficou em estado grave e foi levado a um hospital da região. Não há informação sobre o estado de saúde das duas outras vítimas. A PM também não informou se elas estavam no ônibus ou foram atropeladas. 

De acordo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), O corredor de ônibus sentido centro estava bloqueado próximo a rua João Boemer, por volta das 8h desta terça-feira. A faixa reversível estava montada entre as ruas Júlio Cesar e João Boemer.

Fonte: Último Segundo IG
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Como chegar ao parque do Ibirapuera de ônibus ou Metrô

O parque mais conhecido da cidade chega aos seus 60 anos. Com um fluxo médio de 300 mil visitantes aos finais de semana, não faltam opções de transporte nos quatro cantos de São Paulo para chegar ao local. Não existe estação de Metrô próximo na região, então é preciso usar 2 modais caso opte por usar o transporte sobre trilhos em parte do trajeto:

Zona Norte
Quem vem da zona norte pode usar a linha 175T-10 Metrô Santana – Metrô Jabaquara direto ao parque, ou usar o Metrô até a estação Brigadeiro. Depois de desembarcar, pegar qualquer linha que desça a Avenida Brigadeiro Luiz Antonio.

Zona Leste
A melhor opção é vir de Metrô da mesma forma mencionada acima, ou embarcar em qualquer ônibus que leve até o centro e utilizar as linhas:

509M-10 Jardim Miriam – Term. Princesa. Isabel
5154-10 Term. Santo Amaro – Est. da Luz
5164-10 Vila Santa Catarina – Lgo. São Francisco
5175-10 Balneáreo São Fco. – Pça. da Sé
5178-10 Jardim Miriam – Lgo São Francisco
5185-10 Term. Guarapiranga – Pque. Dom Pedro II
5194-10 Jd. São Jorge até Apurá – Lgo. São Francisco
5300-10 Term. Santo Amaro – Term. Pq. D. Pedro II
5317-10 SESC/ORION – Praça do Correio
5318-10 Chácara Santana – Praça da Sé
5318-21 Piraporinha – Praça da Sé
5318-22 Praça da Sé – Chácara Santo Antônio
5342-10 Vila Santa Lúcia – Largo São Francisco
5362-10 Pq. Res Cocaia – Praça da Sé
5362-21 Grajaú - Praça da Sé
5362-22 Jd. Eliana – Praça da Sé
5369-10 Jd. Varginha – Lgo. São Fransico
5369-21 Jd. Novo Horizonte – Lgo. São Francisco
5370-10 Terminal Varginha – Lgo. São Francisco
5391-10 Terminal Jd. Ângela – Lgo. São Francisco
5391-21 Terminal Guarapiranga - Lgo. São Francisco
5611-10 Eldorado – Praça João Mendes
5612-10 Jd. Apura – Praça João Mendes
5614-10 Eldorado – Praça João Mendes
5630-10 Terminal Grajaú - Metrô Brás
5630-21 Cidade Dutra – Lgo. São Francisco
5632-10 V. São José – Lgo. São Francisco
5632-21 Jd. Iporanga – Lgo. São Francisco
5632-51 Jd. Alpino – Lgo. São Francisco
5652-10 Jd. IV Centenário – Praça da Sé
609C-10 Jd. Caicara – Praça Júlio Prestes
609M-10 Jd. Maraca – Praça Júlio Prestes
6312-10 Jd. Luso – Terminal Amaral Gurgel
6338-10 Jd Míriam – Terminal Princesa Isabel
6358-10 Jd. Luso – Terminal Bandeira
6358-41 V. Império – Terminal Bandeira
6366-10 Jd. Miriam – Terminal Bandeira
6455-10 Terminal Capelinha – Lgo. São Francisco

Zona Oeste
De Metrô como nas zonas norte e leste ou usar a Linha 647C-10 Terminal João Dias – Hospital das Clínicas

Zona Sul
Usar o Metrô na Linha 1-Azul e depois baldear para as seguintes linhas:

675N-10 Terminal Santo Amaro – Metrô Ana Rosa
677A-10 Terminal Jd. Ângela – Metrô Ana Rosa
695V-10 Terminal Capelinha – Metrô Ana Rosa
7710-10 Terminal Guarapiranga - Metrô Ana Rosa
775A-10 Jd. Adalgiza – Metrô Vila Mariana
775C-10 Jd. Maria Sampaio – Metrô Santa Cruz
Ou então usar somente ônibus, com diversas opções:
175T-10 Metrô Santana – Metrô Jabaquara
477U-10 Heliópolis – Shop. Iguatemi(Circular)
509M-10 Jardim Miriam - Term. Princesa. Isabel
5154-10 Term. Santo Amaro – Est. da Luz
5164-10 Vila Santa Catarina – Lgo. São Francisco
5164-21 Cidade Leonor – Pq. do Ibirapuera
5175-10 Balneáreo São Fco. – Pça. da Sé
5178-10 Jardim Miriam - Lgo São Francisco
5185-10 Term. Guarapiranga – Pque. Dom Pedro II
5194-10 Jd. São Jorge até Apurá - Lgo. São Francisco
5300-10 Term. Santo Amaro – Term. Pq. D. Pedro II
5317-10 SESC/ORION – Praça do Correio
5318-10 Chácara Santana - Praça da Sé
5318-21 Piraporinha – Praça da Sé
5318-22 Praça da Sé – Chácara Santo Antônio
5342-10 Vila Santa Lúcia Largo São Francisco
5362-10 Pq. Res Cocaia - Praça da Sé
5362-21 Grajaú - Praça da Sé
5362-22 Jd. Eliana – Praça da Sé
5362-41 Pq. Residencial Cocaia - DETRAN
5369-10 Jd. Varginha – Lgo. São Fransico
5369-21 Jd. Novo Horizonte – Lgo. São Francisco
5370-10 Terminal Varginha – Lgo. São Francisco
5370-21 Terminal Varginha – DETRAN
5391-10 Terminal Jd. Ângela – Lgo. São Francisco
5391-21 Terminal Guarapiranga - Lgo. São Francisco
5611-10 Eldorado – Praça João Mendes
5612-10 Jd. Apura – Praça João Mendes
5614-10 Eldorado – Praça João Mendes
5630-10 Terminal Grajaú - Metrô Bras
5630-21 Cidade Dutra – Lgo. São Francisco
5632-10 V. São José – Lgo. São Francisco
5632-21 Jd. Iporanga – Lgo. São Francisco
5632-51 Jd. Alpino – Lgo. São Francisco
5652-10 Jd. IV Centenário – Praça da Sé
609C-10 Jd. Caicara – Praça Júlio Prestes
609M-10 Jd. Maraca – Praça Júlio Prestes
6312-10 Jd. Luso – Terminal Amaral Gurgel
6338-10 Jd Míriam – Terminal Princesa Isabel
6358-10 Jd. Luso – Terminal Bandeira
6358-41 V. Império – Terminal Bandeira
6366-10 Jd. Miriam – Terminal Bandeira
6455-10 Terminal Capelinha – Lgo. São Francisco
6455-21 Terminal Capelinha – Ibirapuera
6455-22 Terminal Capelinha – DETRAN

Fonte: Via Trolebus


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Mitsubishi vence contrato no metrô de São Paulo (linha 6 - laranja)

BRASIL: A concessionária PPP Move São Paulo concedeu a Mitsubishi Heavy Industries e Mitsui & Co um contrato para construção de metrô linha 6.

MHI é o seu primeiro contrato ferroviárpo da América Latina, a empresa japonesa irá projetar, fornecer e comissionar a sinalização, comunicações, fornecimento de energia, catenária, equipamentos auxiliares e instalações, portas de plataforma e ventilação dos túneis. Um consórcio será formado com as empresas locais para realizar obras de construção civil.

A primeira fase da linha driverless, também conhecida como a Linha Laranja, seria executado por 15 · 9 km entre Brasilândia e São Joaquim, com 15 estações. O projeto deve ser concluído em 2020 e são esperados uma média de 633 000 passageiros/dia.

A concessão PPP Move São Paulo para construir e operar e manter a Linha 6, que vai até abril 2039. O consórcio Odebrecht, Queiroz Galvão e UTC Participações está oferecendo 469% do custo de construção, com 392% proveniente de banco de desenvolvimento nacional BNDES e 139% do governo do estado de São Paulo.

Fonte: Railway Gazette


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

São Paulo chega a marca de 460 quilômetros de faixas para ônibus

São Paulo conta agora com 460 quilômetros de faixas de ônibus. Entre os últimos locais a receber a estrutura esta o trecho urbano da Via Anchieta, com um quilômetro e meio à direita. A operação é nos dois sentidos, de segunda a sexta-feira, das 6 da manhã às 9 da manhã e das 5 da tarde às 9 horas da noite. 

De acordo com previsão da CET, passam pelo local 102 mil passageiros em ônibus municipais, não contando o fluxo de pessoas em usuários dos ônibus intermunicipais, que também devem ser beneficiados com a faixa.

Desde janeiro de 2013, São Paulo soma 352 quilômetros e 900 metros de faixas exclusivas para ônibus. A medida é uma resposta da prefeitura pelos protesto de reivindicação de melhores condições no transporte. Alguns locais houve resistência por parte de alguns moradores, muitos deles que se incomodaram em perder a vaga de estacionamento. É a famosa carrodependência paulistana.

Fonte: Via Trolebus


Comentários
0 Comentários

0 comentários: