Obras da Linha 17- Ouro do Metrô continuam na noite desta sexta-feira, 28

O Consórcio Monotrilho Integração, para dar continuidade às obras de construção da Linha 17- Ouro, solicitou à CET que interdite a Avenida Jornalista Roberto Marinho para o trânsito de veículos, a partir das 23h desta sexta-feira, dia 28, no sentido Marginal Pinheiros/Jabaquara, entre as ruas Vicente Leporace e Palmares.

A interdição é necessária para possibilitar o lançamento de viga da futura linha metroviária, construída em sistema monotrilho.

A previsão de técnicos ligados à obra é que o serviço seja concluído às 5h do sábado, dia 29.

Fonte: Metrô/SP


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

140 linhas vão compor a rede noturna de ônibus em São Paulo

No primeiro semestre de 2015 a prefeitura de São Paulo promete lançar a rede de ônibus noturna. Serão atendidas cerca de 800 mil por mês, o que representa uma acréscimo de cerca de 30% dos usuários habituais que já utilizam os ônibus noturnos.

Com a medida, a SPTrans espera que aumente o movimento da cidade entre a meia noite e as 4h40 da manhã. A necessidade surgiu após parte da população pedir que as linhas de metrô funcionassem por 24 horas, em comparação com outras redes metroviárias. Porém, não é possível estender o horário dos trens por conta de manutenção programada no sistema, que garante a operação das 5 linhas. Em outras redes, como em Nova York, os trens podem percorrer trechos por ramais paralelos.

A SPTrans estima que 500 ônibus divididos em 140 linhas façam parte desta rede com intervalos que vão de 15 minutos nas linhas estruturais, geralmente as que trafegam em grandes avenidas, e de 30 minutos nas ligações dos bairros. Atualmente algumas linhas noturnas possuem intervalos com mais de 1 hora.

A prefeitura promete ainda um reforço na iluminação em pontos considerados perigosos para dar mais segurança aos passageiros. Os ônibus que farão parte da rede deverão ser sinalizados.

Para garantir a pontualidade dos coletivos, a SPTrans deve remunerar as empresas por veículos em operação, e não por passageiros transportados.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obras alteram circulação nas linhas da CPTM neste fim de semana

Neste final de semana, 29 e 30 de novembro, a CPTM prosseguirá com as obras de modernização em suas linhas. No domingo, em razão do vestibular da Fuvest, os serviços serão realizados nas linhas 7-Rubi, 8-Diamente, 11-Coral e 12-Safira, após o início das provas do vestibular. Confira a programação e antecipe a sua viagem:

Linha 7-Rubi [Luz - Francisco Morato - Jundiaí]

Sábado: das 20h30 até o fim da operação comercial, a circulação ficará interrompida entre as estações Pirituba e Caieiras, em razão de intervenções no sistema de rede aérea. Para atender aos usuários, serão disponibilizados ônibus de conexão entre as estações Pirituba e Caieiras, onde haverá parada para embarque e desembarque. As senhas para utilização dos ônibus de conexão deverão ser retiradas nas estações. O intervalo médio será de ¬¬12 minutos entre Luz e Pirituba de 20 minutos entre Pirituba e Francisco Morato.

Domingo: das 13h às 19h, os trabalhos no sistema de rede aérea estarão concentrados nas proximidades da Estação Franco da Rocha. O intervalo médio será de 12 minutos entre Luz e Caieiras e 24 minutos entre Caieiras e Francisco Morato.

Das 13 às 21h, ocorrerão obras nos equipamentos de via permanente entre as estações Botujuru e Campo Limpo Paulista. O intervalo médio será de 30 minutos na extensão da Linha 7.

Linha 8-Diamante [Júlio Prestes - Itapevi - Amador Bueno]

Domingo: das 21h30 até meia-noite, haverá intervenções na via permanente entre as estações Domingos de Morais e Imperatriz Leopoldina. O intervalo médio será de 15 minutos em toda a linha.

Linha 11-Coral / Expresso Leste [Luz-Guaianazes]
Sábado: das 20h30 até o fim da operação comercial, serão executados serviços nos equipamentos de via permanente entre as estações Luz e Brás. O intervalo médio será de 20 minutos em toda a linha.

Linha 11-Coral / Extensão [Guaianazes - Estudantes]

Sábado: das 21h até o fim da operação comercial, a circulação ficará interrompida entre as estações Guaianazes e Jundiapeba, devido a intervenções nos sistemas de rede aérea, nos equipamentos de via permanente e das estações que estão em reconstrução. O intervalo médio será de 15 minutos entre Jundiapeba e Estudantes.

Para atender aos usuários, serão disponibilizados ônibus de conexão entre as estações Guaianazes e Jundiapeba, com parada nas estações Antônio Gianetti, Calmon Viana e Suzano para embarque e desembarque. As senhas para utilização dos ônibus de conexão deverão ser retiradas nas estações.

Linha 12-Safira [Brás - Calmon Viana]

Sábado: das 20h30 até o fim da operação comercial, as obras ocorrerão nos sistemas de rede aérea e equipamentos de via permanente entre as estações Comendador Ermelino e São Miguel Paulista. O intervalo médio será de 25 minutos em toda a linha.

Domingo: das 14h até meia-noite, os serviços nos sistemas de rede aérea e equipamentos de via permanente estarão concentrados nas proximidades da Estação USP Leste. O intervalo médio será 25 minutos em toda a linha.

Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição a Central de Atendimento ao Usuário, no telefone 0800- 0550121.

Fonte: CPTM

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Prefeitura de SP estuda reajustar a passagem de ônibus para R$ 3,40

Aumento no valor da tarifa deve passar a valer a partir de janeiro de 2015. Com reajuste, subsídio da Prefeitura cairia para R$ 1,4 bilhão.

Manifestantes reunidos no Viaduto do Chá protestaram nesta terça-feira (25) contra a possibilidade de aumento das tarifas de ônibus em SP e na Região Metropolitana. (Foto: Roney Domingos/G1)

A Prefeitura de São Paulo estuda reajustar o valor da tarifa dos ônibus municipais da capital paulista a partir de janeiro de 2015 para R$ 3,40, segundo estudos da São Paulo Transportes (SPTrans). O anúncio do aumento deve ser feito no fim de dezembro.

Com o reajuste, o valor do subsídio que a Prefeitura paga às empresas de transporte urbano cai do atual R$ 1,6 bilhão para R$ 1,4 bilhão ao ano, de acordo com dados da administração municipal. Se o reajuste não for aplicado, a Prefeitura terá que pagar R$ 2 bilhões para subsidiar o valor das passagens.

Em junho de 2013, o prefeito Fernando Haddad (PT) revogou o reajuste da tarifa de ônibus de R$ 3,20 e manteve o preço da passagem nos atuais R$ 3 após - vigente desde 2011 - após uma série de protestos, organizados pelo Movimento Passe Livre (MPL). Nesta terça-feira (25), manifestantes foram à Prefeitura, no Viaduto do Chá, Centro da capital, para cobrar que a tarifa não sofra reajuste.

De acordo com o estudo, se fosse levado em conta somente a inflação acumulada no período, a tarifa seria reajustada em R$ 3,75. No entanto, esse valor pesaria muito no bolso dos usuários do transporte público e poderia gerar uma nova onde de protestos.

Na tentativa de diminuir o impacto nas finanças dos passageiros, a previsão é que o preço não seja superior a R$ 3,50.

Três medidas podem contribuir para diminuir os custos dos cofres públicos com o subsídio: a primeira é a sanção da presidente Dilma Rousseff do projeto de lei que altera o indexador da dívida de estados e municípios com a União e alivia a situação fiscal desses entes da federação. Com a lei vigorando, o município de São Paulo recuperaria a médio e longo prazo a possibilidade de fazer novos empréstimos.

Auditoria vai influenciar
A segunda medida depende da conclusão da auditoria sobre o sistema de transporte público de São Paulo, realizado pela consultoria Ernst & Young, que deve ser entregue no dia 10 de janeiro.
A auditoria foi realizada após os protestos contra o aumento das passagens, para examinar as planilhas de custos e de remuneração das empresas de ônibus. Com os dados em mãos, a Prefeitura pretende realizar uma nova licitação mais equilibrada do sistema.

IPTU
O aumento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) , barrado por liminar na Justiça no passado, seria uma terceira alternativa para custear o subsídio dado às tarifas, segundo Haddad.  A possibiliade de reajuste - de até 20% para imóveis residenciais e de 35% para comerciais - será julgada nesta quarta-feira (26) pelo Tribunal de Justiça de São Paulo.

Subsídio
Atualmente, 70% do valor da passagem é custeada pelos passageiros; 10% do valor são custeados pelos empresários do setor e 20% pelo poder público, ou seja, pela Prefeitura através de subsídios.
Em 2012, as empresas de ônibus receberam cerca de R$ 1 bilhão em subsídios. Em 2013, com o lançamento do Bilhete Único Mensal, a contrapartida para o sistema de ônibus foi de R$ 1,25 bilhão. E, neste ano, foi gasto R$ 1,6 bilhão.

CPTM e Metrô
Em semtembro, o secretário de Transpotes Metropolitanos de São Paulo, Jurandir Fernandes, afirmou que Metrô e CPTM "provavelmente" não terão aumentos em 2015. Ele ressalvou, no entanto, que ainda seria feita uma análise para verificar a necessidade de realizar reajustes.

Assim como ocorreu com os ônibus na capital, as tarifas do Metrô e dos trens da Grande São Paulo tiveram o aumento suspenso por causa dos protestos de junho de 2013. A tarifa do transporte sobre trilhos, que havia sido elevada para R$ 3,20, voltou a custar R$ 3,0 depois das manifestações.

Fonte: G1 

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Linha 4-Amarela do Metrô terá vagões e estações com decoração natalina

Vagões serão adesivados e receberão iluminação especial. Banco Santander realiza campanha 'Natal em Movimento'.
Projeção da decoração em vagão da Linha 4-Amarela do Metrô de SP (Foto: Divulgação/Santander)
 
Os vagões da Linha 4-Amarela do Metrô de São Paulo vão ganhar decoração natalina a partir desta segunda-feira (1º). Um dos 14 trens que circulam pelo trajeto entre Luz e Butantã será adesivado e receberá iluminação especial. 
 
A campanha “Natal em Movimento”, organizada pelo Banco Santander, também levará painéis digitais interativos com projeção em realidade aumentada às sete estações da linha: Luz, República, Paulista, Fradique Coutinho, Faria Lima, Pinheiros e Butantã.
Nos finais de semana, um papai noel vai circular pelas estações da Linha 4. Segundo o vice-presidente de marketing do banco, Marcos Madureira, a ação é "um presente acessível a toda a população de São Paulo".
O Santander informa que "haverá um cuidado especial para não prejudicar a movimentação dos passageiros". As estações na Linha 4-Amarela ficarão decoradas até o dia 25 de dezembro.

Fonte: G1 

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

BRT Radial Leste analisado e dissecado

A Avenida mais importante da Zona Leste de São Paulo vai ganhar um serviço de BRT (Bus Rapid Transit) que nada mais é que um corredor de ônibus, porém com padrão de serviço similar ao Metrô no que se refere ao embarque e confiabilidade no horário de passagens dos veículos. A obra deverá organizar as linhas da região, e ajudar a na mobilidade dos sofridos passageiros da linha 3-Vermelha, ramal metroviário mais lotado do sistema, e um dos mais cheios do mundo.

O Via Trolebus usou como referência um documento publicado pela prefeitura de São Paulo onde é descrito alguns detalhes da obra:

Rede de corredores
brt-radial
Conforme a imagem acima extraída do documento da SPObras, o conglomerado de vias para ônibus da Zona Leste correspondem a 5 corredores de ônibus, sendo que apenas os eixos “Leste 1″ e ‘Leste 2″ entre o centro e Itaquera terão embarque antecipado, que é o objeto de discussão deste post. Serão ao todo 37 km de vias em pavimento rígido, e além da radial leste, as avenidas Aricanduva, Líder e Itaquera receberão a estrutura.

Esquema das paradas dos ônibus:
Extraído do jornal "O Estado de São Paulo"
Extraído do jornal “O Estado de São Paulo”

Túnel e Desapropriação

O BRT da Radial terá túnel, viadutos e vai provocar desapropriação de imóveis. No caso do Corredor Leste 1 é previsto a retirada de 27 imóveis. Já o Leste 2, 78 desapropriações serão feitas a partir do Metrô Vila Matilde:
brt-radial-2

brt-radial-3

brt-radial-4

brt-radial-5

O túnel que já teve as obras iniciadas na região central da cidade, deve usar a antiga estrutura de uma plataforma desativada da estação Pedro II do Metrô:

brt-radial-6

Na região da Penha ainda é previsto a construção de um viaduto exclusivo para ônibus, sobre os trilhos do Metrô e da CPTM:

brt-radial-7

Novo terminal Itaquera

É previsto ainda uma extensão ao terminal de ônibus em Itaquera, com 40 mil m², que além de absorver passageiros das linhas na região, deve ser o ponto de interligação entre o corredor de ônibus da Radial Leste e o Perimetral Leste, que vai ligar Itaim a São Mateus. O novo empreendimento deverá ter subsolos com estacionamento para carros e motos. No total, serão 488 vagas para veículos e 100 para motos.

brt-radial-8

O corredor da Radial vai custar cerca de R$ 650 milhões e terá 17 quilômetros de extensão, com previsão de entrega para 2016.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

CPTM celebra o dia do samba na Linha 9-Esmeralda

A CPTM realizará a 8ª edição do projeto "Samba no Trem", no domingo 30/11, a partir das 12h, na Linha 9-Esmeralda. O evento, que mobiliza as comunidades da zona Sul, promove uma viagem que remete à época em que os sambistas tocavam seus instrumentos nos antigos trens que circulavam nas estradas de ferro, no Estado de São Paulo.

Neste ano, a escola de samba "Boêmios da Vila" será homenageada pelos seus 25 anos. Porta-bandeiras entre outros integrantes da agremiação farão uma "esquenta", a partir das 12h, quando começa a concentração na plataforma da estação Grajaú, de onde sairá o trem reservado para o evento.

Às 13h, o trem com os sambistas, distribuídos em todos os carros, seguirá rumo à estação Osasco, sem parar nas demais estações. A composição retornará para a Estação Socorro, onde os participantes irão desembarcar, encerrando a atividade na CPTM por volta das 14h30.

São esperadas cerca de 1.200 pessoas, que transformarão o trem em uma animada passarela para quem aderir ao convite dos músicos e passistas de plantão. Equipados com instrumentos acústicos, os grupos que animarão a viagem integram a comunidade do samba paulistano.

Nomes como o Samba de Todos os Tempos, Samba da Cultura, Samba da Ponte, Pagode da 27, Pagode do Cafofo, Quem Samba Fica, Tempo do Onça, Samba da Praça, Samba da Vela, entre outros, agitarão o público. No repertório, canções do samba tradicional, entre as quais obras de Cartola, Adoniran Barbosa, Clementina de Jesus, João Nogueira, Bete Carvalho e Fundo de Quintal.

Dando continuidade à festa, os grupos desembarcarão na Estação Socorro e seguirão para a Praça do Samba, na Ponte do Socorro. Lá estarão reunidas variadas vertentes, como samba-rock, samba de terreiro, samba-exaltação, samba-enredo, entre outros.

O organizador de evento, Marco Antônio Cardoso Pitombo, conhecido no mundo do samba como Marquinhos Dikuã, observa que o samba está tomando força na capital paulista. "O apoio da CPTM é muito importante porque o Samba no Trem resgata nossa história. O samba é a expressão popular mais autêntica no país. Todo brasileiro tem um pouquinho dessa raiz".

O projeto Samba no Trem é uma iniciativa da CPTM realizada anualmente desde 2007 na Linha 9-Esmeralda em parceria com músicos e grupos de samba. O Dia Nacional do Samba é comemorado em 2 de dezembro.

Serviço:
Projeto Samba no Trem

Dia: 30/11, domingo
Local: Estação Grajaú
Concentração: 12h
Saída do trem: 13h
Término do evento: 14h30 na Estação Socorro

Fonte: CPTM

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

CET testa projeto piloto de ciclovia em áreas próximas a escolas

Nesta sexta-feira (21), um novo tipo de ciclovia começou a ser testado na Rua Madre Cabrini, na Vila Mariana, na Zona Sul de São Paulo. Pintada de azul, a faixa causou polêmica no bairro. “Amanhecemos com essa faixa azul. Ninguém sabe qual a função dela”, revela a aposentada Mônica Mariz.

Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), trata-se de um projeto piloto para embarque e desembarque de alunos, uma vez que a ciclovia passa em frente de uma escola.

A companhia de tráfego ainda afirma que treinou os funcionários do colégio e distribuiu folhetos explicando as mudanças para os pais dos alunos. A orientação é que os ciclistas passem pelo ponto desmontados, ou seja, empurrando as bicicletas.

A Rua Madre Cabrini tem mais três escolas, uma faculdade e uma clínica. Nesse primeiro dia de funcionamento, o pessoal de um dos colégios tentava orientar as crianças e os pais. Muitos ciclistas que circulavam pelo local ficaram confusos. A diretora de uma das escolas teme pela segurança de seus alunos.

“Nesse momento eu penso que nós não temos tanto movimento dos ciclistas. Mas no médio e longo prazo, nós teremos um fluxo maior de trânsito na porta da escola. E cada vez mais isso vai se tornar perigoso pros alunos”, avalia Neusa Maria Ribeiro Rosa.

Fonte: G1

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Aplicativo monitora tráfego em rodovias e travessias paulista

Neste feriado, utilize o serviço gratuito e programe sua viagem

Antes de pegar estrada neste feriado, veja as condições de tráfego no aplicativo Espia Aqui SP, disponibilizado gratuitamente pela Secretaria de Logística e Transportes na Apple Store (IOS) e no Google Play (Android). A partir do programa, é possível ver em tempo real as imagens das câmeras de monitoramento do DER, da Artesp e da Dersa. 

As atualizações são feitas a cada minuto. O aplicativo disponibiliza imagens de 130 câmeras instaladas em 20 rodovias e três travessias litorâneas que integram o aplicativo. 

As rodovias monitoradas são:

SP 008 (Rod. Pedro Astenori Marigliani) - km 095

SP 046 (Rod. Oswaldo Barbosa Guisardi) - km 167

SP 055 (Rod. Doutor Manoel Hyppolito Rego) - km.55 sentido Caraguatatuba, km.136 sentido Bertioga, km193 sentido Bertioga, km 193 sentido São Sebastião, km.211 sentido Santos, km. 211 sentido São Sebastião, km. 214 sentido São Sebastião, km. 214 sentido Santos

SP 055 - (Rod. Padre Manoel da Nobrega) - km.246 sentido Bertioga, km.293 sentido São Paulo, km.293 sentido Itanhaém, km. 311 sentido Praia Grande, km. 323 sentido São Paulo, km.337 sentido São Paulo, km. 34 sentido Peruíbe

SP 063 - (Rod. Alkindar Monteiro Junqueira) - km 28 sentido Bragança Paulista

SP 065 (Rod. D.Pedro I) - km. 4 próximo ao trevo com Dutra, km.74 próximo ao acesso para Fernão Dias, Km 79 próximo à praça de pedágio de Atibaia, km. 127 próximo ao acesso ao anel viário Magalhaes Teixeira, km. 134 próximo ao entroncamento com a Gov. Dr. Adhemar Pereira de Barros, km.137 próximo ao trevo do Parque D. Pedro Shopping, km.138 próximo ao acesso para Barão Geraldo, km. 144 próximo ao entroncamento com a Anhanguera

SP 070 - (Rod. Ayrton Senna) - km. 15 sentido leste, km. 19 sentido leste, km. 32 sentido leste, km.53 sentido leste, km.57 sentido oeste, km. 60 sentido leste

SP 070 - (Rod. Carvalho Pinto) - km. 83 sentido oeste, km.92 sentido leste, km.95 sentido leste, km.115 sentido oeste, km.130 sentido oeste

SP 088 (Rod. Pedro Eroles) - km. 45 sentido Mogi das Cruzes

SP098 (Rod. Dom Paulo Rolim Loureiro) - km. 63 sentido litoral, km. 77 -sentido Bertioga, km 98 sentido Mogi das Cruzes

SP099 - (Rod. dos Tamoios) - km.18 sentido São José dos Campos, km.34 sentido São José dos Campos, km. 60 sentido São José dos Campos, km. 72 sentido Caraguatatuba, km.74- sentido Caraguatatuba, km.81 sentido Caraguatatuba, km. 81 Sentido São José dos Campos

SP 123 (Rod. Floriano Rodrigues Pinheiro) - km.8 sentido Campos do Jordão, km. 26 sentido Taubaté - km 26 - sentido campos do Jordão - km. 31 - sentido Campos do Jordão - km.31 - sentido Taubaté, Km. 33 Sentido Pindamonhangaba, km. 46 sentido Campos do Jordão

SP125 (Rod. Oswaldo Cruz) - km. 14 sentido Ubatuba, km.42 sentido Ubatuba, km.81 sentido Ubatuba, km.88 sentido Ubatuba, km. 88 sentido Taubaté

SP 150 (Rod. Anchieta) - km. 13 sentido Ribeirão dos Couros, km. 23 sentido Trevo da Volkswagen, km. 31 sentido pedágio Riacho Grande, km. 43 sentido Serra, km. 55 sentido - trevo de Cubatão, km. 65 sentido - entrada de Santos

SP 160 (Rod. dos Imigrantes) -km.12-sentido Planalto, km.20 sentido Planalto, km.28 sentido balança Planalto, km. 32 sentido pedágio Piratininga, km. 40 sentido Planalto, km. 48 sentido Serra, km.56 -balança Baixada, km. 59 acesso Baixada

SP 270 (Rod. Raposo Tavares) - km.10 sentido São Paulo, km.12 sentido Cotia, km. 17 sentido Cotia, km 20. sentido Cotia, km. 20 sentido São Paulo, km. 24 -sentido São Paulo, km. 30 sentido Cotia / SP 280 (Rod. Presidente Castello Branco), km.13 sentido Osasco, km. 17 sentido Osasco, km.20 sentido Osasco, km. 22 sentido Barueri, km.27 - sentido Barueri, km. 28 sentido Barueri, km.30 sentido Jandira, km. 36 sentido Itapevi,- km. 48 - Araçariguama

SP 324 (Rod. Miguel Melhado Campos) - km. 81 sentido Vinhedo

SP 330 (Rod. Anhanguera) - km.65 sentido Jundiaí, km.103 sentido Campinas, km.125 sentido Cordeirópolis

SP348 (Rod. dos Bandeirantes) - km. 32 sentido Jundiaí, km. 77 sentido Campinas, km.154 sentido Cordeirópolis

SP 354 (Edgard Máximo Zambotto) - km. 75 sentido Jarinu.

TRAVESSIAS

O aplicativo traz também câmeras nas principais travessias litorâneas de São Paulo. São elas: Guarujá - Bertioga / Santos -Guarujá e São Sebastião - Ilhabela.

Fonte: Portal do Governo do Estado

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Santos e São Vicente fecham acordo para integrar a frota municipal e o VLT

Acordo foi fechado com o MPF em Santos e o MP durante uma reunião. Prefeituras tem até 30 dias para apresentar os traçados integrados.

Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) em São Vicente, SP (Foto: Divulgação / Prefeitura de São Vicente)

 As Prefeituras de Santos e São Vicente e a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU) firmaram compromisso para que o sistema de Veículo Leve sobre Trilho (VLT), em construção na Baixada Santista, no litoral de São Paulo, seja integrado ao transporte coletivo de ambas as cidades. O acordo foi fechado com o Ministério Público Federal em Santos e o Ministério Público estadual durante uma reunião na última segunda-feira (17).

De acordo com os procuradores da República que convocaram a reunião, a efetiva integração do VLT com o transporte público dos municípios é fundamental, já que Santos e São Vicente compõem uma das mais importantes regiões metropolitanas do país e que só há sentido na realização da obra se o VLT possibilitar a redução do tráfego do atual transporte coletivo. Os participantes concordaram também sobre a necessidade de aplicar tarifas próximas aos valores do transporte municipal, preferencialmente, mediante o uso de bilhete único.

Em Santos, a prefeitura está revisando o sistema público, com adaptações para a integração. Já São Vicente realizará uma audiência pública para debater a integração. Segundo representantes da EMTU, uma Parceria Público-Privada (PPP) está em andamento para a junção dos ramais intermunicipais às futuras estações.

Os participantes da reunião se comprometeram a apresentar, em até 30 dias, os elementos que comprovem os traçados integrados propostos. Os documentos devem conter justificativas sobre a população a ser atendida, o custo e a redução de tráfego nas demais vias de transporte.

VLT
O VLT vai ligar os terminais Barreiros (São Vicente), Porto e Valongo (ambos em Santos), em uma extensão de 19 quilômetros. O primeiro trecho, com 15 estações em 11 quilômetros entre Barreiros e Porto, deve entrar em funcionamento já no próximo ano. A previsão é de que o sistema transporte atinja até 80 mil passageiros por dia.

Fonte: G1

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obras alteram circulação nas linhas da CPTM neste fim de semana

Neste feriado prolongado da Consciência Negra [20, 22 e 23/11], a CPTM [Companhia Paulista de Trens Metropolitanos] prosseguirá com as obras de modernização em suas linhas. Por isso, os trens circularão com maiores intervalos em trechos e horários específicos. Confira a programação e antecipe sua viagem:

Linha 7-Rubi [Luz - Francisco Morato - Jundiaí]

Sábado: das 20h30 até o fim da operação comercial, a circulação ficará interrompida entre as estações Palmeiras-Barra Funda e Pirituba, em razão dos serviços nos sistemas de rede aérea, sinalização e telecomunicação. Para atender aos usuários, serão disponibilizados ônibus de conexão entre as estações Palmeiras-Barra Funda e Pirituba, onde haverá parada para embarque e desembarque. As senhas para utilização dos ônibus de conexão deverão ser retiradas nas estações. O intervalo médio será de ¬¬16 minutos entre Luz e Palmeiras-Barra Funda e de 20 minutos entre Pirituba e Jundiaí.

Linha 8-Diamante [Júlio Prestes - Itapevi - Amador Bueno]
Domingo: das 21h30 até meia-noite, haverá intervenções nos equipamentos de via permanente entre as estações Domingos de Morais e Osasco. O intervalo médio será de 15 minutos em toda a linha.

Linha 9-Esmeralda [Osasco-Grajaú]

Domingo: das 21h30 até meia-noite, a circulação ficará interrompida entre as estações Osasco e Presidente Altino, em razão de serviços nos equipamentos de via permanente. Para completar a viagem, será necessário fazer a transferência para os trens da Linha 8-Diamante. O intervalo médio será de 10 minutos entre as estações Presidente Altino e Grajaú. .

Linha 10-Turquesa [Brás-Rio Grande da Serra]

Quinta-feira: das 9h às 16h, haverá intervenções nos equipamentos de via permanente nas proximidades da Estação Capuava. O intervalo médio será de 15 minutos em toda a linha.

Domingo: das 4h às 18h, os trabalhos ocorrerão no sistema de sinalização entre as estações Guapituba e Ribeirão Pires. O intervalo médio será de 10 minutos entre Brás e Mauá e de 30 minutos entre Mauá e Rio Grande da Serra. Das 21h até meia-noite, os trabalhos estarão concentrados nos equipamentos de via permanente nas proximidades da Estação Mooca.

Linha 11-Coral / Expresso Leste [Luz-Guaianazes]

Sábado: das 20h30 até o fim da operação, serão executados serviços nos equipamentos de via permanente entre as estações Brás e Corinthians-Itaquera. O intervalo médio será de 11 minutos entre Brás e Luz e de 25 minutos entre Luz e Guaianazes.

Linha 11-Coral / Extensão [Guaianazes - Estudantes]

Sábado: das 20h30 até o fim da operação, a circulação ficará interrompida entre as estações Guaianazes e Jundiapeba, devido a intervenções nos sistemas de rede aérea, nos equipamentos de via permanente, obras de segregação da MRS e das estações que estão em reconstrução. O intervalo médio será de 15 minutos entre Jundiapeba e Estudantes.

Para atender aos usuários, serão disponibilizados ônibus de conexão entre as estações Guaianazes e Jundiapeba, com parada nas estações Antônio Gianetti, Calmon Viana e Suzano para embarque e desembarque. As senhas para utilização dos ônibus de conexão deverão ser retiradas nas estações.

Linha 12-Safira [Brás - Calmon Viana]

Sábado: das 20h30 até o fim da operação comercial, as obras ocorrerão nos sistemas de rede aérea e equipamentos de via permanente entre as estações USP Leste e Comendador Ermelino. O intervalo médio será de 25 minutos em toda a linha.

Domingo: das 13h até meia-noite, as obras no sistema de rede aérea e nos equipamentos de via permanente estarão concentrados entre Comendador Ermelino e São Miguel Paulista. O intervalo médio será 25 minutos em toda a linha.

Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição a Central de Atendimento ao Usuário, no telefone 0800- 0550121.

Fonte: CPTM
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Metrô adota operação especial durante feriado do Dia da Consciência Negra

Na próxima quinta-feira (20), data na qual se comemora o Dia da Consciência Negra, o Metrô implantará estratégia especial de operação. Em razão do feriado, os usuários contarão nesse dia com oferta de viagens semelhante a programada para um domingo. Na sexta-feira (21), a frota de trens em circulação volta a ser a de um dia útil comum.

Durante o final de semana, tanto no sábado quanto no domingo, todas as linhas metroviárias funcionarão sem nenhum tipo de restrição por motivos de atividades de manutenção programada. No sábado (22), a novidade fica por conta da recém-inaugurada estação Fradique Coutinho, da Linha 4-Amarela, que passará a funcionar definitivamente em horário pleno, com abertura a partir das 4h40, assim como todas as demais. 

Na segunda-feira (24), para facilitar a viagem dos que retornam do feriado prolongado, o Metrô irá antecipar para as 4 horas da manhã a abertura das estações das linhas 1-Azul e 3-Vermelha, por onde desembarcam os usuários que chegam pelos terminais rodoviários Tietê, Jabaquara e Barra Funda, e das estações da Linha 2-Verde. Na Linha 4-Amarela, o horário de funcionamento das estações também será antecipado para as 4 horas. Já na Linha 5-Lilás, a operação terá início no horário habitual; ou seja, a partir das 4h40.

Com a antecipação do horário de início da operação, os usuários poderão contar com 24 viagens adicionais na Linha 1-Azul, 14 viagens extras na Linha 2-Verde e 22 viagens a mais na Linha 3-Vermelha.

Fonte: Metrô/SP

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Aumento na tarifa de ônibus pode chegar até R$ 3,50 em SP, diz jornal

Ainda não foi definido se a capital paulista terá aumento na passagem de ônibus. Nesta terça-feira (18) uma reunião entre prefeitos da região metropolitana de São Paulo, incluindo Fernando Haddad, discutiram na sede da prefeitura da capital uma possível “tarifa única”, segundo o jornal “O Estado de São Paulo“. A conversa deve envolver também o Governador Geraldo Alckmin, e por consequência abranger o sistema metroferroviário, que corresponde o Metrô e a CPTM.

No entanto, segundo revelou o jornal, Haddad aguarda o resultado final da auditoria que esta sendo feita para saber o custo real de repasses às empresas de ônibus. Caso seja aplicado o aumento, o Estadão aponta que o preço da passagem poderia ficar entre R$ 3,40 e R$ 3,50.

Segundo ainda a matéria, técnicos consideram difícil bancar um subsídio de R$ 2 bilhões no transporte por ônibus paulistano em 2015. A reportagem relata ainda que prefeitos das cidades de Santo André, São Bernardo do Campo, Mauá e Franco da Rocha consideram “insustentável” manter a passagem de ônibus congelada.

Fonte: Via Trolebus
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Hyundai Rotem investe R$ 100 milhões em nova fábrica de trens em Araraquara

Planta será a primeira da empresa no Brasil e a segunda maior de sua operação mundial; Projeto recebe apoio da Investe São Paulo

A Hyundai Rotem, uma das maiores fabricantes de sistemas ferroviários do mundo, anunciou nesta terça-feira, 18 de novembro, que irá construir em Araraquara, a 270 km da capital paulista, sua primeira fábrica no Brasil. Serão investidos US$ 40 milhões, cerca de R$ 100 milhões, e criados 300 empregos na planta que vai produzir trens, também chamado de material rodante.

O anúncio foi feito em evento realizado no Palácio dos Bandeirantes. Na ocasião, o presidente mundial da Hyundai Rotem, Kyuhwan Han, assinou um memorando de entendimentos com o presidente da Investe São Paulo, Luciano Almeida, que visa a instalação da futura fábrica pela empresa e a continuidade do apoio da Agência em questões tributárias, ambientais e de infraestrutura, além da interlocução com órgãos públicos e privados.

“Visitamos diversas cidades e dezenas de terrenos junto com os executivos sul-coreanos e estamos fazendo o possível para agilizar todas as licenças e reuniões com entidades governamentais que serão essenciais para o sucesso do projeto. É uma grande alegria para nós atender uma empresa do setor ferroviário, já que o desenvolvimento deste modal é um dos fatores preponderantes para o avanço econômico de São Paulo e do Brasil”, explicou Almeida.

"Araraquara reforçou sua vocação econômica com a instalação de mais uma indústria da área de transportes na cidade. Para atender ao segmento e beneficiar a população, estamos implantando uma Fatec do setor metal mecânico, que vai formar mão de obra qualificada, estimulando o desenvolvimento da região e a geração de renda”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado, Nelson Baeta Neves Filho.

A nova planta será a segunda maior da Hyundai Rotem no mundo e a estimativa é que o início de produção aconteça no primeiro semestre de 2016. A ideia é entregar, até agosto de 2016, 240 carros para a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e 112 carros para o Metrô Bahia, em Salvador. Para isso, as obras de construção da fábrica devem terminar já no final de 2015.

Enquanto a nova fábrica estiver sendo construída, a Hyundai Rotem realizará a montagem dos trens encomendados por São Paulo e Salvador em uma planta alugada já existente em Araraquara.   Segundo Andre Han, diretor presidente da Hyundai Rotem Brasil, a necessidade de índice de nacionalização nas compras públicas de trem influenciou muito a decisão da Hyundai Rotem de vir para o País. “Uma das tendências dos contratos de projetos ferroviários no Brasil é demanda por conteúdo local. Temos inclusive um projeto de nacionalizar nossos subfornecedores, fazendo transferência de tecnologia para algumas empresas que já atuam aqui”, explicou.

Depois de atendidos os contratos com a CPTM e o Metrô Salvador, a Hyundai Rotem pretende continuar fabricando 200 carros por ano, fechando novos contratos. “Estamos conversando com as três estâncias de governo para que a instalação de nossa fábrica seja o primeiro passo para a transformação de Araraquara em um polo ferroviário”, complementou Han. O empreendimento também vai abrigar a sede administrativa da empresa no Brasil.

O executivo explicou que a cidade foi escolhida por já abrigar outras empresas do setor ferroviário, como a Iesa e a futura fábrica da Randon, além de outros fornecedores do setor que devem ir para lá nos próximos anos. Além disso, a cidade é considerada um ponto de encontro onde se cruzam todos os tipos de bitola e trilhos, o que a torna logisticamente estratégica. “Também priorizamos o Estado de São Paulo, que tem um potencial maior para projetos ferroviários e uma perspectiva melhor de mercado”, explica Han.

“As perspectivas de crescimento do setor ferroviário em todo Brasil são muito boas, e Araraquara tem uma condição ímpar para o desenvolvimento desse segmento, como o novo pátio de manobras e agora com a chegada da Hyundai-Rotem, uma empresa reconhecida mundialmente pela sua expertise no setor. Nessa parceria entre Araraquara e Hyundai, o governador Geraldo Alckmin e a Investe São Paulo, mais uma vez, foram essenciais. Essa união de esforços resulta na instalação de uma empresa que irá influenciar positivamente nosso município, abrindo oportunidades de emprego, troca de experiências, tecnologia e geração de renda”, disse o prefeito de Araraquara, Marcelo Barbieri.

Os trens da Hyundai Rotem que já circulam nas linhas de trem de São Paulo, Salvador e Rio de Janeiro, foram montados e importados da Coreia do Sul. A nova fábrica vai trazer inclusive uma tecnologia nova, que ainda não existe em fábricas brasileiras: trens sem a necessidade de condutores, que serão fornecidos para o Metrô Bahia.

A empresa adquiriu um terreno de 150 mil metros quadrados para construir a nova planta. Mesmo após a conclusão do novo empreendimento, a ideia da Hyundai Rotem é manter o galpão alugado funcionando, como uma fábrica de apoio planta principal.

Sobre a Hyundai Rotem

Fundada em 1977 por meio de uma junção entre as empresas Hyundai Precision Industry, Hanjin Heavy Industries & Construction e Daewoo Heavy Industries & Machinery, a Hyundai Rotem foi comprada pelo Hyundai Motor Group em 2001, tornando-se uma referência global no fornecimento de sistemas ferroviários em um curto espaço de tempo. Mais a frente, a empresa entrou também no ramo da indústria pesada, tornando-se o único produtor de tanques da Coreia do Sul.

Com sede em Seul, hoje, a Hyundai Rotem tem capital aberto na bolsa coreana e atua não só em sistemas ferroviários, mas também de defesa militar, engenharia industrial e máquinas para a indústria. Sua receita foi de aproximadamente US$ 3 bilhões em 2013. São ao todo quatro empresas nacionais, além da presença com fábricas, centros de vendas e escritórios em 18 países.  

Fonte: Investe SP


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Haddad e prefeitos do PT discutem aumento da tarifa de ônibus

Passageiros esperam ônibus no Terminal Barra Funda: passagem em 2015 deve ser reajustada para R$ 3,40

O prefeito Fernando Haddad (PT) discute com outros sete prefeitos petistas da Região Metropolitana de São Paulo, em reunião marcada às 12h30 no Edifício Matarazzo, a necessidade de reajustes nas tarifas de ônibus cobradas nesses municípios. Dentro da gestão Haddad já existe a decisão política de não se pagar R$ 2 bilhões em subsídios para as empresas do transporte coletivo, dinheiro necessário para manter a tarifa a R$ 3,00 em 2015.

Uma das possibilidades que vem sendo articulada pelos prefeitos Kiko Celeguin (PT), de Franco da Rocha, e Luiz Marinho (PT), de São Bernardo do Campo, é a criação de uma tarifa unificada de R$ 3,40 nesses municípios.

No PT, a orientação é para que as prefeituras petistas vizinhas da capital paulista adotem antes o aumento, logo no início do ano. Dessa forma, o prefeito Haddad também mostraria à população a necessidade de o reajuste também entrar em vigor em São Paulo – o preço da tarifa não sofre nenhum aumento desde 2011 para os usuários paulistanos.

Para 2015, a gestão Haddad reservou R$ 1,4 bilhão em subsídios para as dez viações de ônibus e oito cooperativas de peruas. Segundo projeção feita pela Comissão de Finanças da Câmara Municipal, seriam necessários pelo menos R$ 2 bilhões para manter a tarifa por mais um ano sem reajuste. O valor que teria de ser pago a essas empresas representa 40% de todos os recursos reservados para novas obras na cidade em 2015. Na avaliação do governo, manter a tarifa a R$ 3,00 exigiria a transferência de verbas de setores essenciais, como a Saúde e a Educação.

Em maio de 2013 o governo municipal chegou a aplicar o aumento, elevando a passagem a R$ 3,20. Mas uma onda de protestos que parou a cidade fez Haddad recuar e voltar ao valor de R$ 3,00.

CRISE HÍDRICA
Outro tema do encontro de hoje na sede da Prefeitura de São Paulo é a crise hídrica. Os prefeitos vão discutir formas de como enfrentar um possível colapso no abastecimento de água da Região Metropolitana, a mais populosa do país, com cerca de 20 milhões de habitantes.

No encontro também estarão presentes os prefeitos petistas de Guarulhos (Sebastião Almeida) , de Osasco (Jorge Lapas), de Carapicuíba (Sérgio Ribeiro), de Embu das Artes (Chico Brito) e de Santo André (Carlos Grana).

Fonte: Estadão

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Haddad abre consulta pública para construção de 60km de corredores

A prefeitura de São Paulo decidiu lançar quarto novas concorrências para tentar tirar do papel parte dos 150 km de corredores prometidos em campanha por Haddad.

A concorrência já foi lançada no Diário Oficial e espera-se que as obras iniciem em março. Avenidas como Radial Leste, 23 de maio, Bandeirantes, Teotônio Vilela, Atlântica dentre outras devem ser beneficiadas. O total de vias contempladas será de 60km. E, caso as obras comecem mesmo em março, as obras serão entregues em 2017 após o final do mandato da atual administração. 

O governo federal já garantiu verba para os corredores Perimentral Bandeirantes-Salim Farah Maluf e Itaim Paulista-São Mateus. Todos os novos corredores serão em formato BRT, onde o passageiro paga a passagem na própria parada antes de entrar no ônibus.

Atualmente 37km de corredores estão em obras na cidade. Estas obras foram licitadas na gestão Kassab.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obras de modernização alteram circulação na linha 10-Turquesa da CPTM neste feriado

Neste feriado da Consciência Negra, 20 de novembro, a CPTM [Companhia Paulista de Trens Metropolitanos] prosseguirá com as obras de modernização na Linha 10 - Turquesa. Confira a programação e antecipe a sua viagem:

Linha 10-Turquesa [Brás-Rio Grande da Serra]

Quinta: ddas 09h00 às 16h00, os trens circulam com maior intervalo, entre as Estações Brás e Rio Grande da Serra para a realização de serviços programados de obras de modernização.

Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição a Central de Atendimento ao Usuário, no telefone 0800- 0550121.

Fonte: CPTM

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Nova estação Água Branca será polo ferroviário

Nas últimas décadas algumas estações eram consideradas grandes entrocamentos de linhas ferroviárias, como o caso da Luz, Brás e Barra Funda. Estas paradas além de integrar o sistema metroviário e os trens metropolitanos, chamados antigamente de “trens de subúrbio”, abrigavam os trens regionais com partidas em determinados horários. Porém todo mundo sabe o fim que levou estas ligações intercidades. Nos próximos anos um novo local promete ser o maior polo metroferroviário na cidade de São Paulo: A Estação Água Branca.

Estação_Água_Branca

Integração com o Metrô

Atualmente a acanhada estação abriga apenas a Linha 7-Rubi da CPTM, que liga a Luz até Jundiaí, passando por Francisco Morato. Em um prazo de até 6 anos um novo ramal metroviário deve chegar ao local: A linha 6-Laranja, que em sua primeira fase deve ligar a Brasilândia até a estação São Joaquim. A linha esta sendo construída por meio de uma Parceria Público Privado (PPP) onde é previsto a operação do trecho até 2020.

estacaoaguabranca

Integração de 3 linhas da CPTM

Ainda em fase de projeto, o local deve abrigar 3 linhas da CPTM. Além da linha 7-Rubi, a previsão é que a 8-Diamante também faça parada no local. Atualmente a ferrovia que liga a Estação Julio Prestes até Itapevi corre ao lado da estação Água Branca, sem que tenha paradas. O motivo é que as duas ferrovias são oriundas de empresas diferentes, herdadas posteriormente pela CPTM.

Existem ainda planos da CPTM de trazer a Linha 9-Esmeralda para o local. A ação faz parte de um projeto de mudança da estação terminal do ramal que corre pela Marginal Pinheiros da atual estação Osasco, para a direção da região da Lapa. Porém ainda não se tem notícia de como será feito estre compartilhamento de vias entre a linha 9 com a linha 8 no trecho da Estação Imperatriz Leopoldina até a Água Branca.

Parada do Tav – Trem de Alta Velocidade

É previsto também que o local abrigue a estação do Trem de Alta Velocidade, que deve ligar Campinas, São Paulo até o Rio de Janeiro. O projeto, porém, encontram-se sem maiores definições. A última notícia que se tem é que uma publicação do jornal O Estado de S. Paulo que, já no início de 2015, será possível apresentar os editais para contratação de novos estudos técnicos envolvendo itens como demanda, custos operacionais, investimentos necessários, geologia, entre outros. A publicação conta ainda que na melhor das hipóteses, caso a presidente Dilma Rousseff decida realmente levar o projeto adiante, a licitação efetiva da obra só ocorreria em meados de 2016.

Trem Regional

A Estação Água Branca deve abrigar ainda um cruzamento de linhas de trens regionais, projeto de uma malha ferroviária de 431 quilômetros que vai unir regiões metropolitanas à capital.

Tratam-se de 2 ramais, o primeiro interligará Campinas, Americana, Jundiaí, Santo André, São Bernardo, São Caetano e Santos. Já o segundo liga Sorocaba, São Roque, São José dos Campos, Taubaté e Pinda, passando por Jacareí. Ambas as ligações ferroviárias se cruzariam na estação Água Branca. O primeiro trecho que deve ficar pronto é o da capital até Jundiaí. O Governo Estadual pretende iniciar as obras deste trecho em 2015.

m3Bv9ld 

Fonte: Via Trolebus
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Campanha espera arrecadar 500 bicicletas para crianças carentes

A campanha "Bicicleta de Natal 2014", promovida pelo Instituto Cicloativo do Brasil com apoio do Metrô, deve levar a alegria de pedalar a cerca de 500 crianças carentes. A ação voluntária receberá doações de bicicletas (novas ou usadas) de 16 de novembro a 14 de dezembro, sempre aos domingos, das 8 às 17h. 

As bikes poderão ser entregues a partir deste domingo (16) no posto de coleta instalado na praça em frente ao terminal urbano da estação Vila Mariana. As estruturas - dois contêineres de 2,50m por 6,00m - contam com oficina, onde as bicicletas serão reformadas e ajustadas para serem entregues para comunidades carentes da Baixada Santista, além de local para estoque das unidades e peças doadas.  

Quem quiser colaborar como voluntário para consertar as magrelas é só comparecer diretamente ao posto, onde voluntários farão workshops de mecânica básica de bicicletas. 

A iniciativa também é totalmente sustentável.  Foi criado um sistema de limpeza de peças que recicla a própria água e não libera efluentes. A água das chuvas será captada e armazenada em uma cisterna, passando posteriormente por filtragem antes de sua reutilização na limpeza das bicicletas. Segundo o idealizador do projeto e fundador do Instituto Cicloativo, André Pasqualini, a expectativa é que sejam arrecadadas mais de 500 bicicletas. Em ação semelhante realizada no ano passado na estação Pinheiros da CPTM foram doadas 350 bicicletas.

Projeto Bike Viva
A campanha "Bicicleta de Natal" integra o projeto "Bike Viva", que tem como objetivo capacitar os próprios jovens que recebem as doações para que eles possam manter as bicicletas da comunidade sempre em condições seguras para circulação. Além da doação das bicicletas, a ideia é dotar as comunidades beneficiadas de uma "bicicletaria comunitária", montada em contêineres similares ao utilizados na campanha de Natal, com todo ferramentário necessário para uma oficina e capacitação dos jovens para reparo das bikes doadas. 

Fonte: Metrô/SP

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Prefeitura de SP divulga primeiro relatório de auditoria nos transportes

A prefeitura de São Paulo divulgou no final da semana passada a segunda fase do relatório de verificação independente nos contratos do sistema de transporte coletivo. Neles foram apontados que as viações que prestam serviço na capital não seguem a totalidade das normas contábeis. Os dados foram disponibilizados no blog da Verificação Independente.

A medida foi tomada antes da licitação dos transportes afim de aumentar a transparência neste serviço. Em março, o prefeito Fernando Haddad anunciou: “É a primeira vez que São Paulo faz este tipo de contratação. Nós queremos dar total transparência. Damos à Ernst & Young carta branca para fazer todos os procedimentos necessários para dar ao público os dados e sua opinião técnica. Queremos saber com clareza o que de fato acontece no sistema de transporte público da cidade”.

Segundo a prefeitura, a empresa que auditou os contratos revisou os balancetes e demonstrativos contábeis de 2012. Os dados são referentes aos aspectos patrimoniais (bens, direitos e obrigações das empresas) e econômicos (apuração dos resultados no período). De acordo com ela, as concessionárias e permissionárias do transporte coletivo não apresentaram o “conjunto completo de peças contábeis, de notas explicativas e de documentos e/ou composições contábeis que suportem os saldos apresentados nas demonstrações financeiras”.

A EY confirma que as empresas “não foram capazes de apresentar” justificativas para as divergências e/ou inconsistências entre saldos bancários e posições financeiras. A empresa propõe um modelo padrão de plano de contas contábil a ser adotado por todas os consórcios. Ao incluir informações padronizadas no plano de contas, a EY diz que será possível fazer o acompanhamento e fiscalização das atividades outorgadas pela SPTrans.

“A utilização deste plano de contas contábil padrão permitirá apurar os resultados das atividades das operadoras e, sobretudo, contribuirá para a avaliação da análise do equilíbrio econômico-financeiro do sistema de transporte”, diz o documento.

Fonte: Via Trolebus
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Licitação dos ônibus deve sair em março, diz Haddad

Pendente desde julho do ano passado, a licitação dos novos contratos do sistema de ônibus só deve sair em março de 2015. Segundo afirmou o prefeito Fernando Haddad (PT) nesta segunda-feira, 17, o edital deve ser lançado em até 90 dias após a entrega do relatório de uma auditoria externa - responsável por fazer um levantamento de custos com frotas, funcionários e insumos - previsto para ser entregue no dia 10 de dezembro.

"Não existe prazo legal, mas eu diria que (será necessário) entre 60 e 90 dias (após entrega do relatório) para a gente processar as informações e soltar um edital com segurança", afirmou Fernando Haddad. "Nós estamos assinando um contrato bilionário por muitos anos. Vale a pena se debruçar sobre a auditoria para não cometer um equívoco de assinar um contrato que possa trazer problemas para futuras administrações." Com os dados, a administração municipal pretende aperfeiçoar o modelo de cálculo da passagem e também os subsídios repassados às empresas de transporte.

Quando a empresa internacional Ernst & Young foi contratada, em março, a expectativa da Prefeitura era divulgar a concorrência ainda em 2014. A data de entrega do relatório, no entanto, já foi adiada duas vezes. O primeiro prazo era em julho. O segundo, em outubro. A justificativa dos atrasos estaria relacionada com dificuldades na coleta de informações e documentações para a auditoria, além de problemas na contabilidade das empresas de ônibus.

Uma licitação chegou a ser aberta pela gestão Haddad em 2013, mas foi suspensa por causa dos protestos contra o aumento da tarifa de ônibus. O valor estimado do contrato era de R$ 46,3 bilhões para 15 anos. Após revogar o reajuste da passagem, a Prefeitura resolveu contratar a auditoria para fiscalizar as contas e provar se os preços eram ou não abusivos.

A última concorrência para definir os contratos de concessão e permissão do serviço de transporte coletivo em São Paulo foi feita em 2003, pela então prefeita Marta Suplicy (PT). O prazo era de dez anos e o valor, de R$ 15 bilhões. Os contratos, entretanto, venceram em julho do ano passado. Desde então, eles têm sido renovados de forma emergencial ou por meio de aditivos.

Há quase quatro meses, a gestão Haddad renovou os contratos das empresas de concessão até julho de 2015, sem alteração de remuneração prevista. Com as cooperativas, foi assinado um contrato emergencial até janeiro de 2015, com acréscimo de R$ 40 milhões. A previsão de subsídio ao sistema municipal de transportes é de R$ 1,6 bilhão em 2014, segundo a SPTrans. "Caso a licitação seja concluída antes dos prazos, os contratos serão rescindidos", informa a SPTrans.

Fonte: R7

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

VLT da Baixada Santista inicia operação apenas para estudantes na terça (18)

Estudantes vão ser os primeiros a conhecer o VLT da Baixada Santista. As viagens controladas devem começar a partir da próxima terça-feira (18) entre as estações Mascarenhas de Moraes e Antônio Emmerich, na cidade de São Vicente. O percurso acontecerá de segunda a quinta-feira, 13 às 15 horas, e deve durar cerca de 10 minutos (ida e volta). 

A partir de 1º de dezembro a viagem será ampliada entre as estações Mascarenhas de Moraes a José Monteiro. Então o percurso deverá durar 17 minutos (ida e volta).

De acordo com o presidente da EMTU/SP, Joaquim Lopes, a escolha desse público é estratégica para a divulgação do do novo modal: “Os estudantes têm alto grau de influência, aprendizado e participação em ações inovadoras e transmitirão aos seus familiares e amigos a experiência de viajar no primeiro VLT implantado no País”, afirmou Joaquim. 

Entre o grupo de alunos que poderão participar estão estudantes de escolas públicas, particulares, escolas técnicas, faculdades e universidades, desde que sejam devidamente credenciadas na Central de Atendimento à Comunidade da EMTU/SP. 

A operação comercial do VLT, aberta para toda a população deve ocorrer a partir de março de 2015. O primeiro trecho do VLT da Baixada Santista terá 11 quilômetros de extensão e ligará São Vicente (Barreiros) ao porto de Santos. Já a segunda etapa, com 8 quilômetros, ligará a avenida Conselheiro Nébias ao bairro Valongo, em Santos. 

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Campanha do metrô espera arrecadar 500 bicicletas para crianças carentes

A campanha "Bicicleta de Natal 2014", promovida pelo Instituto Cicloativo do Brasil com apoio do Metrô, deve levar a alegria de pedalar a cerca de 500 crianças carentes. A ação voluntária receberá doações de bicicletas (novas ou usadas) de 16 de novembro a 14 de dezembro, sempre aos domingos, das 8 às 17h. 

As bikes poderão ser entregues a partir deste domingo (16) no posto de coleta instalado na praça em frente ao terminal urbano da estação Vila Mariana. As estruturas - dois contêineres de 2,50m por 6,00m - contam com oficina, onde as bicicletas serão reformadas e ajustadas para serem entregues para comunidades carentes da Baixada Santista, além de local para estoque das unidades e peças doadas.  

Quem quiser colaborar como voluntário para consertar as magrelas é só comparecer diretamente ao posto, onde voluntários farão workshops de mecânica básica de bicicletas. 

A iniciativa também é totalmente sustentável.  Foi criado um sistema de limpeza de peças que recicla a própria água e não libera efluentes. A água das chuvas será captada e armazenada em uma cisterna, passando posteriormente por filtragem antes de sua reutilização na limpeza das bicicletas. Segundo o idealizador do projeto e fundador do Instituto Cicloativo, André Pasqualini, a expectativa é que sejam arrecadadas mais de 500 bicicletas. Em ação semelhante realizada no ano passado na estação Pinheiros da CPTM foram doadas 350 bicicletas.

Projeto Bike Viva
A campanha "Bicicleta de Natal" integra o projeto "Bike Viva", que tem como objetivo capacitar os próprios jovens que recebem as doações para que eles possam manter as bicicletas da comunidade sempre em condições seguras para circulação. Além da doação das bicicletas, a ideia é dotar as comunidades beneficiadas de uma "bicicletaria comunitária", montada em contêineres similares ao utilizados na campanha de Natal, com todo ferramentário necessário para uma oficina e capacitação dos jovens para reparo das bikes doadas.

Fonte: Metrô/SP

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

CPTM abre inscrições para 64 vagas de aluno aprendiz

A CPTM [Companhia Paulista de Trens Metropolitanos] está com as inscrições abertas para o concurso público de Aluno Aprendiz para os cursos de Assistente Administrativo [32 vagas] e Técnico em Manutenção Metroferroviária [32 vagas].

Alunos do curso Assistente Administrativo receberão formação durante 12 meses, período que abrangerá aulas teóricas e prática administrativa. As aulas serão realizadas de segunda a sexta, das 8h às 17h. Já o curso Técnico em Manutenção Metroferroviária terá duração de 24 meses e será realizado em duas etapas. Durante a fase teórica, as aulas serão das 7h às 16h e, no período de Prática Profissional, das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira.

Para inscrição em ambos os cursos, os interessados devem atender às exigências de escolaridade [Ensino Médio completo] e de idade: ter entre 18 e 22 anos para o Curso de Assistente Administrativo, e entre 17 e 22 anos para o Técnico em Manutenção Metroferroviária. Os cursos terão início no dia de 16 de março de 2015 no Centro de Formação Profissional Eng.º James C. Stewart, mantido pela CPTM em convênio com o SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial.

Na condição de Aluno Aprendiz, a CPTM pagará um salário mínimo no primeiro ano e um salário mínimo e meio no segundo. A contratação ocorrerá sob o regime CLT [Consolidação das Leis do Trabalho] e legislação pertinente.

As inscrições para o concurso público podem ser feitas pelo site www.caipimes.com.br até a meia-noite do dia 30 de novembro. A taxa de inscrição é de R$ 40,00, e poderá ser paga em qualquer agência bancária. Na impossibilidade de acesso à Internet, os candidatos devem procurar os postos de atendimento do programa "Acessa São Paulo" e Telecentros.

A prova classificatória de Conhecimentos Teóricos será realizada no dia 11 de janeiro de 2015. As 50 questões serão de múltipla escolha, distribuídas em três áreas de conhecimento: Língua Portuguesa [20], Matemática [20 ] e Atualidades [10].

Fonte: CPTM

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Linha 5-lilás terá serviços de manutenção programada no próximo domingo, 16

No próximo domingo (16), todas as estações da Linha 5 - Lilás ficarão fechadas ao público das 4h40 às 9h. A medida é necessária para que possam ser executados serviços de manutenção programada na rede aérea de alimentação elétrica dos trens. A atividade terá início durante a madrugada, logo após o encerramento da operação comercial do sábado, e deverá se estender até o início da manhã do domingo.

Enquanto as estações metroviárias estiverem fechadas, os usuários serão atendidos gratuitamente por ônibus do sistema PAESE (Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência), da SPTrans e da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), que circularão ininterruptamente entre as estações Capão Redondo e Adolfo Pinheiro. Os usuários provenientes da Linha 9 - Esmeralda da CPTM, que fazem transferência gratuita para o Metrô na estação Santo Amaro, também serão atendidos pelo sistema PAESE.

Para informar sobre a alteração na operação dessa linha, a partir de sábado, o Metrô emitirá mensagens sonoras pelos sistemas de som das estações e dos trens e colocará cartazes nas estações da Linha 5 -Lilás. Outras informações podem ser obtidas na Central de Informações do Metrô (0800 770 7722), diariamente, das 5h30 às 23h30.

Fonte: Metrô/SP

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Haddad regulamenta lei que prevê informações nos pontos de ônibus

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, regulamentou lei que obriga que todos os pontos de ônibus da cidade tenham informações das linhas que atendem estes locais. A lei foi assinada em janeiro porém só agora regulamentada. 

A legislação prevê 3 tipos de paradas:
– Ponto de controle de linha: fica nos terminais de partida e chegada dos ônibus. Os pontos deverão ter os dias, bem como os horários, de funcionamento da linha. Terá que haver também um código QR, que possibilita através de celular com internet, que o usuário saiba a situação atual da linha;

– Pontos de passagem: são os pontos tradicionais, em que o ônibus passa durante seu trajeto. Precisam mostrar os dias queas linhas operam naquele ponto;

– Pontos de passagem em corredores: determina que todos eles “necessariamente serão providos de abrigo”.

Hoje, alguns pontos recém instalados, já apresenta estas informações, mas os antigos não.
Há muitos pontos que é apenas de um “pau de madeira”. Estes não há como, na atual situação, mostrar nenhuma informação se continuar desse jeito.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

EMTU divulga novos vídeos de suas obras

A EMTU divulgou novos vídeos das suas obras de corredores de ônibus e do VLT da Baixada Santista. Para conferir os vídeos, acesse os links abaixo:









Fonte: Via Trolebus
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obras de modernização alteram circulação nas linhas da CPTM neste final de semana

Neste final de semana, 15 e 16 de novembro, a CPTM [Companhia Paulista de Trens Metropolitanos] prosseguirá com as obras de modernização em suas linhas. No domingo, em razão do vestibular da Unesp, os serviços só serão realizados nas linhas 9-Esmeralda e 10-Turquesa. Confira a programação e antecipe a sua viagem:

Linha 7-Rubi [Luz - Francisco Morato - Jundiaí]

Sábado: das 8h às 17h30, haverá intervenções nos equipamentos de via permanente entre as estações Francisco Morato e Botujuru. O intervalo médio será de 30 minutos entre Francisco Morato e Jundiaí.

Das 20h30 até o fim da operação comercial, a circulação ficará interrompida entre as estações Pirituba e Caieiras, por conta dos serviços nos sistemas de rede aérea e equipamentos de via. Os usuários poderão utilizar os ônibus de conexão que estarão disponíveis. As senhas deverão ser retiradas nas estações. O intervalo médio entre Luz e Pirituba será de 12 minutos e entre Caieiras e Jundiaí, de 20 minutos.

Linha 8-Diamante [Júlio Prestes - Itapevi - Amador Bueno]

Sábado: das 4h até o fim da operação comercial, a circulação ficará interrompida entre as estações Carapicuíba e Itapevi, devido a intervenções no sistema de sinalização. Os usuários poderão utilizar os ônibus de conexão que estarão disponíveis. As senhas deverão ser retiradas nas estações. O intervalo médio será de 13 minutos entre Júlio Prestes e Carapicuíba.

Linha 9-Esmeralda [Osasco-Grajaú]

Sábado: das 21h até o fim da operação comercial, haverá serviços lançamento de cabos e montagem de estruturas na estação Presidente Altino. O intervalo médio será de 12 minutos na linha.

Domingo: das 21h até a meia-noite, haverá serviços na passarela do Parque do Povo, localizada entre as estações Pinheiros e Vila Olímpia. O intervalo médio será de 14 minutos na linha.

Linha 10-Turquesa [Brás-Rio Grande da Serra]

Domingo: das 8h às 17h, os trabalhos estarão concentrados nos equipamentos de via e na passarela metálica, que fica entre as estações Ribeirão Pires e Guapituba. O intervalo médio será de 10 minutos entre Brás e Mauá e de 30 minutos, entre Mauá e Rio Grande da Serra.

Linha 11-Coral / Expresso Leste [Luz-Guaianazes]

Sábado: das 21h até o fim da operação comercial, o intervalo entre trens será de 15 minutos em todo o trecho, devido a obras que serão realizadas entre as estações Guaianazes e Jundiapeba.

Linha 11-Coral / Extensão [Guaianazes - Estudantes]

Sábado: das 20h30 até o fim da operação comercial, a circulação ficará interrompida entre as estações Guaianases e Jundiapeba, por conta das intervenções nos sistemas de rede aérea e equipamentos de via permanente, além das obras de reconstrução das estações Poá, Ferraz de Vasconcelos e Suzano. Os usuários poderão utilizar os ônibus de conexão que estarão disponíveis. As senhas deverão ser retiradas nas estações. O intervalo médio entre Jundiapeba e Estudantes será de 15 minutos.

Linha 12-Safira [Brás - Calmon Viana]

Sábado: das 22h até o fim da operação comercial, as obras ocorrerão nos sistemas de rede aérea e equipamentos de via entre as estações Tatuapé e Brás. O intervalo médio será de 20 minutos em toda a linha.

Domingo: das 13h até o fim da operação comercial, as obras ocorrerão nos sistemas de rede aérea e equipamentos de via entre as estações USP Leste e Jardim Helena-Vila Mara. O intervalo médio será 30 minutos em toda a linha.

Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição a Central de Atendimento ao Usuário, no telefone 0800- 0550121.

Fonte: CPTM

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Alckmin cobra verbas para a CPTM

Além de pedir R$ 3,5 bilhões para obras de abastecimento, Alckmin cobrou o repasse de R$ 590 milhões do PAC

A visita que o governador Geraldo Alckmin (PSDB) fez nesta semana à presidente Dilma Rousseff (PT) não teve como tema apenas a crise hídrica. Além de pedir R$ 3,5 bilhões para obras de abastecimento, o tucano cobrou o repasse de R$ 590 milhões do PAC Mobilidade prometidos para a reforma de estações da CPTM em diversas linhas, entre elas a 10-turquesa, que cruza o ABC. As estações Rio Grande da Serra, Ribeirão Pires, Guapituba, Prefeito Saladino, Utinga e Ipiranga serão as primeiras beneficiadas.


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

ViaQuatro deve receber recompensação por atraso de estações

Que as obras da linha 4-Amarela já duram mais de 10 anos e não tem prazo para terminar todo mundo já sabe. Mas como fica a ViaQuatro, concessionária responsável pela linha, que quando assinou o contrato esperava ter todas as estações funcionando em 2010 e até hoje nada? A construção das estações é responsabilidade do Governo do Estado.

Devido a este problema, a CCR, responsável pela ViaQuatro, fechou um acordo com o Governo do Estado de SP e deve receber uma compensação por este atraso.

O valor “extra” chega a R$ 428,5 milhões. A solução negociada para o montante inclui o aumento do percentual que a ViaQuatro recebe da tarifa de cada passageiro que usa a linha 4-Amarela. O preço ao passageiro, no entanto, não vai aumentar.

Segundo o Metrô, “os valores ainda estão sendo avaliados e nada foi pago até este momento.” Ainda de acordo com a estatal, atrasos nas obras da segunda fase da Linha 4 não ocasionarão recomposição de equilíbrio econômico financeiro.

Além da compensação pelo atraso na fase um, a ViaQuatro acompanha o projeto desenvolvido pelo governo do Estado que prevê a criação de um trecho “extra” na linha. Pelo acordo atual, esse trecho é atendido por ônibus. A extensão entre Vila Sônia e Taboão da Serra também deve ser incluído no contrato da ViaQuatro, o que irá gerar uma futura negociação para aditivos.

Atualmente, o grupo CCR é o maior acionista da ViaQuatro, com 58% de participação. Além disso, a concessionária tem entre seus principais sócios a Odebrecht (por meio da Montgomery Participações, com 30%). Há ainda participação da japonesa Mitsui Co., da argentina Benito Roggio e da francesa RATP.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Ministério Público pede explicações sobre ciclovias a Prefeitura

O Ministério Público pediu explicações sobre as novas ciclovias que estão sendo implementadas na cidade à CET e Prefeitura. A promotora Camila Mansour Magalhães da Silveira, da Promotoria de Justiça de Habitação e Urbanismo, pretende observar o impacto das novas vias no tráfego.

Camila pediu a divulgação do cronograma de implantação do Sistema Cicloviário do Município de São Paulo. Além da indicação das vias que já receberam as vias exclusivas, ela pede que sejam indicados os locais e as datas onde serão colocadas as próximas.

O prefeito Fernando Haddad vê com naturalidade a requisição. “Temos uma boa relação com o Ministério Público. Nunca tivemos problema com eles. Nas faixas exclusivas de ônibus foi a mesma coisa. Prestamos esclarecimentos, informamos. É natural”, afirmou.

O prefeito lembrou que o Plano Nacional de Mobilidade prevê a instalação de faixas de ônibus e ciclovias. “É uma obrigação legal. Então, eu acho que o Ministério Público também tem que reconhecer o esforço que a Prefeitura está fazendo para garantir o Plano de Mobilidade.

Muitos comerciantes e moradores de vias que receberam as ciclovias dizem que não houve consulta prévia e só ficaram sabendo das ciclovias quando as mesmas já estavam instaladas. No entanto, a prefeitura fez uma série de consultas públicas através de audiências abertas para toda a população.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Prefeitura e Peruíbe firma parceria com EMTU para unificar transporte público para deficientes

Com isso, os munícipes poderão utilizar o mesmo cadastro para utilizar os ônibus da cidade e o transporte intermunicipal.

Peruíbe é a primeira cidade da Baixada Santista a unificar a carteirinha de transporte público para deficientes.

Com isso, os munícipes poderão utilizar o mesmo cadastro para utilizar os ônibus da cidade e o transporte intermunicipal. Para tirar dúvidas sobre isso, a Cidade recebeu no último dia 7 uma unidade do Centro de Atendimento ao Passageiro Especial - CAPES Móvel.

A iniciativa firmada entre a Empresa Metropolitana de Trens Urbanos (EMTU/SP) e a Prefeitura Municipal de Peruíbe, por meio do Setor de Acessibilidade, buscou tirar dúvidas e informar os munícipes com deficiência, sobre a concessão de gratuidade no transporte público intermunicipal.

Para se beneficiar da unificação, os munícipes devem realizar o cadastro no Setor de Acessibilidade, levando RG original e Xerox, Xerox do RG do acompanhante (se houver), comprovante de residência, e laudo médico com CID (Código Internacional de Doenças).

O Setor de Acessibilidade fica localizado na Rua São Paulo, 205, Centro, e o atendimento é realizado das 9 às 17 horas.

Fonte: Diário do Litoral

Comentários
0 Comentários

0 comentários: