380 Move Metrópole | Sempre em movimento!: 2015

Metrô e CPTM funcionam sem interrupção no Réveillon

Quem pretende comemorar o Réveillon na Avenida Paulista encontrará no Metrô e na CPTM ótima alternativa de transporte para chegar ao local da festa. Na virada do ano, para facilitar o deslocamento dos usuários que forem aos eventos programados na região, a circulação de trens em todas as linhas de metrô e da CPTM serão ininterruptas durante toda a madrugada. 

Os usuários poderão embarcar em qualquer estação das linhas 1-Azul, 2-Verde (exceto a estação Brigadeiro), 3-Vermelha e 4-Amarela (operada pela concessionária ViaQuatro) até às duas horas da manhã. Após esse horário, apenas as estações Paraíso, que integra as linhas 1-Azul e 2-Verde, Trianon/Masp, Consolação, da Linha 2-Verde e Paulista, da Linha 4- Amarela, permanecerão abertas para embarque e desembarque. Todas as demais continuarão em funcionamento, porém somente para desembarque. Na Linha 5-Lilás, os usuários poderão embarcar em todas as estações até a meia-noite. Após esse horário, as estações permanecerão abertas, porém somente para desembarque. Já na Linha 15-Prata não haverá mudanças no horário de funcionamento do monotrilho, que atende diariamente das 6h às 20 horas.

As estações das linhas 7-Rubi (atualmente Brás–Francisco Morato), 8-Diamante (Júlio Prestes–Itapevi), 9-Esmeralda (Osasco–Grajaú), 10-Turquesa (Brás–Rio Grande da Serra), 11-Coral (Brás–Estudantes) e 12-Safira (Brás–Calmon Viana) estarão abertas para embarque e desembarque até 1h00 do dia 1º de janeiro.

Após a 1h00, somente as estações Brás, Tatuapé, Corinthians-Itaquera, Pinheiros, Santo Amaro, Palmeiras/Barra Funda, Luz e Tamanduateí, que fazem integração gratuita com o Metrô, estarão abertas para a transferência dos usuários e para o desembarque.

Nesse período, o intervalo entre as composições será de 15 minutos. As demais estações do sistema continuarão funcionando na madrugada só para desembarque.

Estação Brigadeiro fecha mais cedo no dia 31
Quem normalmente utiliza a estação Brigadeiro deve ficar atento às mudanças programadas no último dia do ano. Por questões de segurança, devido a proximidade desta estação ao local da festa na Paulista, na quinta-feira, 31 de dezembro, a estação será fechada às 16 horas e reabrirá somente às 4h40 do dia 1º. A medida será informada aos usuários por meio de cartazes e mensagens sonoras. 

Durante a noite de Réveillon, para garantir a segurança dos usuários, o Metrô também reforçará o contingente de empregados da segurança nas estações. Para uma viagem tranquila, o Metrô recomenda aos usuários que sigam as orientações dos empregados e não formem aglomerações nas plataformas e mezaninos das estações. Para não ter que conviver com filas de última hora, a dica é a compra antecipada das passagens. Caso presencie alguma anormalidade, o usuário dispõe do serviço SMS-Denúncia para contato. Basta enviar uma mensagem de texto para o número 97333-2252 para rápida atuação dos funcionários do Corpo de Segurança. O Metrô garante total anonimato do passageiro. Vale lembrar que é proibido o consumo de bebida alcoólica nas estações e trens.

No primeiro dia de 2016, todas as linhas do Metrô voltam a operar nos horários habituais, com reabertura das estações a partir das 4h40. Nesse dia, a frota em operação em todas as linhas será semelhante a utilizada num domingo.
Retorno tem antecipação de horário
Na segunda-feira (4), para atender aos usuários que retornam à capital, o início da operação será antecipado para as quatro horas da manhã nas linhas 1, 2, 3 e 4, com viagens extras para os usuários. Na Linha 5-Lilás, a abertura das estações ocorrerá no horário habitual, às 4h40.

Para mais informações sobre a operação da rede metroviária, os usuários têm à disposição a Central de Informações do Metrô (tel. 0800 770 7722), que funciona todos os dias, das 5h30 às 23h30. Já a Central de Atendimento da ViaQuatro atende pelo tel. 0800 770 7100 de segunda a sexta-feira, das 6h30 às 22 horas, e aos sábados e domingos, das 8h às 18 horas. Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição o Serviço de Atendimento ao Usuário: 0800 055 0121.

Vimos no Metrô/SP e na CPTM
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

​Estação da Luz reabre para circulação de trens nesta quinta-feira, 31/12

Em razão da continuidade das obras de reparos do prédio do Museu da Língua Portuguesa, após incêndio, haverá alteração nas plataformas das estações Luz e Brás.

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) reabrirá a Estação da Luz amanhã, quinta-feira, 31, a partir das 4h. Após nova vistoria realizada pelo IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas), nesta quarta-feira, 30, a Defesa Civil do município liberou a estação para operação dos trens. Serão utilizadas três plataformas e os acessos à estação serão realizados pela avenida Cásper Líbero e pela calçada da Pinacoteca, na Praça da Luz.

As alterações são necessárias devido às obras de reparo do prédio do Museu, que ainda continuam. Os trens da Linha 11-Coral Expresso Leste farão o trajeto Luz-Guaianases e Brás-Guaianases, alternadamente. Já os trens da Linha 7-Rubi farão o trajeto Brás-Francisco Morato, passando pela Luz, como reforço na oferta de lugares do trecho Brás - Luz.

Veja quais são as mudanças:
 
Acessos à Estação da Luz
Os usuários acessarão a estação pela avenida Cásper Líbero e pelo acesso da calçada da Pinacoteca, na Praça da Luz.
Os acessos pelo saguão principal lado Jardim da Luz, pela Rua Mauá e pela calçada do Museu da Língua Portuguesa permanecerão fechados.

Linha 7-Rubi – Brás-Francisco Morato
Os trens da Linha 7-Rubi farão o trajeto Brás-Francisco Morato, passando pela estação da Luz nas plataformas 1 e 2. Na estação Brás, a Linha 7 utilizará a plataforma 1, como reforço de oferta de lugares no trecho Brás - Luz.
 
Linha 11-Coral – Expresso Leste – Luz-Guaianases
Os trens da Linha 11-Coral farão o trajeto Luz-Guaianases e Brás-Guaianases, alternadamente. Os trens que seguirem até a Luz utilizarão a plataforma 3 para embarque e desembarque.

Linha 10-Turquesa – Brás-Rio Grande da Serra
Para operar a Linha 7-Rubi até o Brás, os trens da Linha 10-Turquesa farão embarque e desembarque pela plataforma 2.

A CPTM ressalta que as alterações visam retornar o serviço de transporte aos usuários na Estação da Luz, ao mesmo tempo que possibilita a continuidade das obras de reparação dos danos causados pelo incêndio e com expectativa de liberação o mais rápido possível do acesso principal e da plataforma 4, utilizada pelos trens da Linha 11-Coral na Estação Luz.

Vimos na CPTM

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Prefeitura de São Paulo vai manter luzes de Natal nos ônibus

Imagem: Narciso de Queiroz

A Prefeitura de São Paulo decidiu manter as luzes de Natal que alguns ônibus implantaram na parte externa do veículo. A ideia, segundo o secretário dos transportes Jilmar Tatto, é instalar as luzes de LED em todos os coletivos da Rede Noturna, que circula na cidade das 0h às 4h.

A medida deve ser implentada no primeiro semester de 2016. “Estamos numa fase de engenharia. Precisa ser feita uma canaleta interna para passar a iluminação porque ela ainda apresenta defeito quando vai lavar o ônibus. “Visualmente é melhor. [A iluminação] permite que o usuário possa enxergar o veículo se aproximar do ponto e também aumenta a sensação de segurança”, afirmou Tatto.

Vimos no Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Prefeitura e governo vão subir tarifas de ônibus, trem e metrô em São Paulo

Passagens unitárias vão de R$ 3,50 para R$ 3,80 a partir de 9 de janeiro. Reajuste foi feito por Haddad e Alckmin e é menor do que a inflação.

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), e o governador Geraldo Alckmin (PSDB) decidiram reajustar as tarifas de ônibus, metrô e trem a partir de 9 de janeiro de 2016. A informação foi confirmada nesta quarta-feira (30) pelo Bom Dia São Paulo.

O bilhete unitário foi reajustado em 8,57%, passando dos atuais R$ 3,50 para R$ 3,80. A tarifa com integração entre ônibus e trilhos aumentou de R$ 5,45 para R$ 5,92. As tarifas dos bilhetes mensal, semanal, diário e madrugador permanecem congeladas.

O reajuste é menor do que a inflação acumulada no período, de 10,49%, segundo o IPC-Fipe.
Como vão ficar as tarifas a partir do dia 9 de janeiro:
- bilhete unitário de ônibus: R$ 3,80
- bilhete unitário de metrô: R$ 3,80
- bilhete unitário de trem: R$ 3,80
- bilhete semanal de ônibus: mantido em R$ 38
- bilhete mensal de ônibus: mantido em R$ 140
- integração entre ônibus e trilhos: R$ 5,92 

O último aumento ocorreu em janeiro deste ano, quando Haddad autorizou que tarifa dos ônibus subisse de R$ 3 para R$ 3,50 após ficar mais de um ano congelada. Dias depois, Alckmin aumentou as passagens de trens e metrô para o mesmo valor. O Movimento Passe Livre (MPL) fez protestos contra o reajuste.

Em 2013, o aumento das tarifas do transporte público geraram protestos em junho de 2013, se espalhando para todo o país. As manifestações fizeram o prefeito e o governador de São Paulo recuarem do reajuste de R$ 3 para R$ 3,20 naquele ano.

Subsídio
Em outubro, a Prefeitura de São Paulo publicou um decreto aumentando os subsídios pagos às empresas de ônibus em R$ 144 milhões. Os valores são compensações tarifárias previstas em contrato e que servem para “indenizar” as empresas pelo transporte de pessoas que não pagam a tarifa. É o caso dos estudantes, que desde o início do ano podem fazer viagens totalmente gratuitas, e de aposentados.

Os R$ 144 milhões foram retirados de projetos tidos como prioritários pela gestão Fernando Haddad (PT), como a construção e a modernização de corredores e terminais de ônibus, que vão perder R$ 33 milhões. Outros R$ 14 milhões virão da verba prevista para a construção de moradias populares.

emanejamento foi publicado nesta terça-feira (20) no Diário Oficial do município. Com a verba, a administração tenta resolver a dívida com as empresas de ônibus da cidade, que já chega a R$ 90 milhões.

A Prefeitura de São Paulo afirma que o Orçamento previsto anteriormente ficou “aquém do total de subsídios” necessário. O Orçamento deste ano previu R$ 1,4 bilhão para esse tipo de compensação. Para 2016, o valor deve ser ainda maior. Segundo projeto de lei enviado pela Prefeitura à Câmara, a previsão é gastar R$ 1,9 bilhão no próximo ano.

A SPUrbanuss, que representa as empresas de ônibus da cidade, afirma que elas estão enfrentando dificuldades para honrar seus compromissos financeiros com os funcionários e fornecedores. Ressaltam, porém, que não haverá problemas com a operação.

"As empresas concessionárias esperam que essa situação se normalize o mais rápido possível e asseguram que não haverá problemas com a operação normal do serviço de transporte urbano."

No início de outubro, o prefeito negou que já tenha decidido sobre o possível congelamento do valor da tarifa de ônibus. Haddad disse que tem feito uma política metropolitana e que as decisões de aumento são tomadas em conjunto com o governo do estado e demais municípios.

“Na verdade tem dois fatores que precisam ser considerados: primeiro, que a gente tem feito uma política metropolitana que inclui inclusive o governo do estado, as decisões sobre tarifa de transporte público têm sido organizadas mediante conversas entre prefeitos e entre o prefeito e o governador. Então, as decisões têm sido tomadas na mesma data criando uma política metropolitana e não uma política casuística, em função de calendário ou de partidarização”, destacou.

Enquanto isso, a Prefeitura tenta contratar um novo serviço de ônibus para substituir o atual. Uma licitação foi lançada na última semana e tem previsão de abertura de envelopes para o mês de novembro. A licitação vai alterar o funcionamento do serviço de ônibus da capital pelos próximos 20 anos e vai mudar também a forma como a remuneração é feita.

Uma das alterações diz respeito à satisfação do consumidor, que passará a ser levada em conta nos valores repassados às concessionárias.

Vimos no G1
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Estação da Luz deve ser reaberta na quarta

A estimativa do IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) é que a estação da Luz, da CPTM, deve ser reaberta na próxima quarta, 30. “Eu estou estimando que mais uns dois dias, acredito, pelas condições que eu encontrei”, disse no domingo, 27, o José Teóphilo Leme de Moraes, engenheiro do IPT.

As obras emergenciais começaram na última quarta, 23, para dar estabilidade às ruínas e poder liberar os trens da CPTM.

As estações do Metrô homônima, que contemplam a linha 1 – azul e 4 –amarela, continuam funcionando. Para os usuários da CPTM da linha 7 – Rubi e 11 – Coral, os passageiros devem desembarcar uma estação antes, que no caso são Palmeiras-Barra Funda e Brás respectivamente.

Vimos no Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

EMTU divulga vídeos de obras do VLT e corredores

Assim como o Metrô (veja aqui), a EMTU divulgou esta semana videos das obras que está tocando pelo estado. Os videos, datados de dezembro, mostram as obras do VLT Baixada Santista, o Corredor Metropolitano SP-Guarulhos, Corredor Itapevi e o Corredor Bileo Soares.

Para conferir como estão as obras citadas, clique nos links abaixo:









Vimos no Via Trolebus
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Confira andamento das obras do Metrô em dezembro

O Metrô postou esta semana novos vídeos de andamento das obras das linhas 5 – lilás, 15 – prata e 17 – ouro. A obra da linha 4 – amarela está paralisadas e deve ser retomada no próximo ano. A linha 6 – laranja é tocada pela iniciativa privada.

Para conferir os vídeos, clique nos links abaixo:







Vimos no Via Trolebus
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obras de modernização alteram circulação dos trens durante os feriados de fim de ano

Em razão dos feriados de Natal e Réveillon, nos dias 26 e 27 de dezembro e 3 de janeiro, a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) realizará obras de modernização em algumas de suas linhas. Por isso, os trens circularão com maiores intervalos em trechos e horários específicos. Confira a programação e antecipe sua viagem:

*Cabe lembrar que, em razão do incêndio no Museu da Língua Portuguesa, a Estação da Luz está fechada e a circulação da Linha 7-Rubi ocorre até a Estação Palmeiras-Barra Funda e a Linha 11-Coral até a Estação Brás. 

Linha 7-Rubi (Luz* – Francisco Morato)

Domingo (27/12): das 4h às 17h, haverá intervenções no sistema de rede aérea entre as estações Perus e Caieiras. O intervalo médio entre as estações Palmeiras-Barra Funda e Pirituba será de 15 minutos e, entre Pirituba e Francisco Morato, de 30 minutos. 

Linha 9-Esmeralda (Osasco – Grajaú)

Domingo (27/12): das 4h até meia-noite, serão realizados trabalhos no sistema de rede aérea entre as estações Hebraica-Rebouças e Berrini. O intervalo médio será de 20 minutos em toda a linha.

Domingo (03/01): das 4h até meia-noite, os serviços serão realizados no sistema de rede aérea entre as estações Morumbi e Santo Amaro. O intervalo médio será de 20 minutos em toda a linha.

Linha 11-Coral / Extensão (Guaianases – Estudantes)

Domingo (27/12): das 6h às 19h, os trabalhos estarão concentrados nas obras de modernização da Estação Poá. O intervalo médio será de 20 minutos entre as estações Guaianases e Estudantes.

Linha 12-Safira (Brás – Calmon Viana)
                                                                                                                 
Sábado e domingo (26 e 27/12): das 20h do sábado até meia-noite do domingo, haverá obras de modernização da rede aérea entre as estações Aracaré e Calmon Viana e também nas proximidades da Estação USP-Leste. O intervalo médio em toda a linha será de 25 minutos no sábado e 35 minutos no domingo.

Domingo (03/01): das 4h até meia-noite, ocorrerá obras de modernização do sistema de rede aérea entre as estações USP-Leste e Comendador Ermelino. O intervalo médio será de 35 minutos em toda a linha.

Desafio: A CPTM ressalta que executar as obras de modernização, mantendo simultaneamente o atendimento aos usuários, é um grande desafio. As ações exigem medidas como promover intervenções em horários de menor movimentação de passageiros aos finais de semana, feriados e madrugadas.
 
Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição o Serviço de Atendimento ao Usuário: 0800 055 0121.
 
Vimos na CPTM

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Corredor da Berrini tem nova data de inauguração

Após a Prefeitura de São Paulo ter nos confirmado que a o novo corredor de ônibus que passa pela Berrini iria ser inaugurado ontem, 22, uma nova data foi estipulada: 28 de dezembro.

O cruzamento entre as avenidas Chucri Zaidan e Roque Petroni Junior não está pronto (praticamente nada mudou ali). Há um canteiro com um estátua que tem que ser removida para o corredor passar porém, até ontem, 22, ela ainda estava lá. Bem como a via ainda sequer foi construída para ligar ambos os lados do corredor.

O corredor da Berrini, que passará pelas avenidas Chucir Zaidan, Eng. Luis Carlos Berrini e Rua Funchal, teve suas obras iniciadas em novembro de 2013 e coleciona atrasos. A extensão da via de ônibus será de aproximadamente 3km.

Vimos no Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Estação da Luz tem obras emergenciais para tentar reabrir na segunda (28)

Obras emergenciais foram iniciadas na estação da Luz, na região central de São Paulo, para que as plataformas de trens da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) possam voltar a receber passageiros. Os reparos devem durar três dias. A liberação da circulação das composições, que pode ocorrer na segunda-feira (28), dependerá de uma avaliação do IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) a ser realizada após a conclusão desses serviços de emergência.
 
Serão realizadas obras de escoramento da parede interna da área afetada pelo incêndio que destruiu o Museu da Língua Portuguesa, localizado no prédio da estação da Luz, na segunda (21). O serviço emergencial inclui a retirada de entulho e escombros deixados pelo fogo, como os restos do telhado.

A obra emergencial é realizada pela empresa Concrejato, que trabalhou na restauração do prédio na década passada. Segundo Luiz Bloch, da organização social IDBrasil Cultura, responsável pela administração do museu, o custo dos serviços emergenciais está sendo discutido com a empresa. 

O IPT realizou perícia no local na terça (22) e fez uma série de recomendações para que as plataformas possam ser usadas com segurança. De acordo com os técnicos do instituto, existe, no momento, o risco de que a estrutura caia sobre a plataforma. Daí a necessidade de reforçar a sustentação da parede.

Segundo a CPTM, os bombeiros e a secretaria estadual de Cultura, a estação só reabrirá na próxima segunda se as obras emergenciais garantirem a segurança dos usuários. O IPT reavaliará as condições da estação no final de semana.

"A CPTM está em condições de operar assim que o IPT falar que pode operar", afirmou o diretor de engenharia da companhia, Carlos Roberto dos Santos.

A possível reabertura da estação ocorreria de forma parcial, sem a liberação da entrada principal, que fica em frente ao Parque da Luz, e da entrada da rua Mauá. Os usuários teriam de ingressar pela estação de metrô, que funciona normalmente, e utilizar a passagem subterrânea que leva à integração com a CPTM.

As linhas do Metrô operam apenas dentro da cidade de São Paulo; as da CPTM também atendem a região metropolitana. Enquanto a Luz permanece interditada, os usuários da CPTM são obrigados a fazer conexões nas estações Barra Funda e Brás.

Outras obras serão necessárias para que a estação da Luz seja aberta em sua totalidade. No momento, não há previsão de quando isto poderia acontecer.

Cerca de 400 mil passageiros circulam diariamente pela estação. A interrupção teve início na tarde de segunda (21). Após o incêndio, o prédio da estação da Luz foi interditado pela Defesa Civil do Município de São Paulo.

A Defesa Civil, responsável por verificar a existência de riscos oferecidos à população e liberar o uso da edificação, decidiu nesta quarta (23) que a estação ficaria interditada para passageiros e trens até que a CPTM realizasse as obras de readequação. 

Incêndio

O museu não estava aberto para visitas quando no dia em que o fogo consumiu as estruturas de parte do prédio histórico da estação da Luz. O bombeiro civil Ronaldo Pereira, 39, que trabalhava no local, morreu após parada cardiorespiratória devido à fumaça. O fogo não atingiu a plataforma de passageiros da Estação da Luz - que, contudo, está fechada para avaliação de possíveis riscos para os passageiros.

Segundo a defesa civil municipal, o fogo pode ter começado durante a troca de uma luminária no primeiro andar do museu, alastrando-se rapidamente para os andares de cima. Parte do telhado de todo o prédio histórico, que abrange também a Estação da Luz, foi destruída.

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) disse que a estrutura será reconstruída. O museu e todo o complexo da estação da Luz não tinham aval dos bombeiros para funcionar.

Patrimônio cultural e histórico

Inaugurado em março de 2006, o Museu da Língua Portuguesa é composto por três pavimentos dedicados à valorização e difusão do idioma (patrimônio imaterial). Reúne exposições sobre as origens, a história e as influências sofridas pela língua, bem como promove cursos, palestras e seminários sobre o tema.

O acervo digital das exposições permanentes e das temporárias está resguardado em cópias dos materiais armazenados em outros lugares.

Já o edifício da estação da Luz é um patrimônio histórico da cidade de São Paulo. Sua construção, que é do século 19, foi inspirada no Big Ben, famoso monumento da Inglaterra. Em 1946, um incêndio destruiu boa parte do prédio, que foi restaurado em 2006. O projeto de restauração custou R$ 37 milhões.

Vimos no UOL

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Ônibus da madrugada transportaram 8 milhões de passageiros


Foto: Leon Rodrigues / Secom


Desde a implantação da Rede Noturna de ônibus na cidade de São Paulo, em fevereiro de 2015, o fluxo de passageiros cresceu 32,5%, segundo balanço da São Paulo Transportes – SPTrans, entre o mês de criação até dezembro. Os dados foram divulgados nesta terça-feira, 22.

O projeto nasceu após uma série de reivindicações da sociedade que pedia o atendimento do transporte coletivo na madrugada, sobretudo do Metrô. Porém, a inviabilidade no atendimento do serviço metroviário por questões de manutenção, levou a prefeitura de São Paulo a implantar a rede, que servirá como base para outras estruturas semelhantes em outros horários. A próxima será o serviço especializado aos domingos. (leia aqui)

Os dados apontam que entre 28 de fevereiro até o dia 10 de dezembro foram transportados mais de oito milhões de pessoas, nas 151 linhas que funcionam entre meia noite e 4h da manhã. A média de intervalo é de 15 minutos nas linhas que ligam terminais e centro, e de 30 minutos nas linhas dos bairros.

Segundo ainda a gerenciadora do transporte paulistano, as linhas de maiores demandas estão na Zona Sul. “Entre as linhas que mais tiveram movimento estão a N701-11 Term. Sto. Amaro – Term. Pq. D. Pedro II, com 373.215 passageiros entre 28 de fevereiro e 10 de dezembro, a N703-11 Term. Jd. Ângela – Term. Sto. Amaro, com 297.105 e a N706-11 Terminal Campo Limpo – Term. Pinheiros com total de 223.502 passageiros.” diz nota da SPTrans.

Vimos no Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Estação da Luz ficará fechada por tempo indeterminado

Laudo preliminar do IPT prevê retirada de escombros e escoramento de paredes internas. Edifício afetado por incêndio passará por obras.

Com base no laudo preliminar do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) encomendado pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), a prefeitura de São Paulo decidiu manter por tempo indeterminado a interdição da Estação da Luz e do tráfego de trens nas plataformas da estação. Passam por ali cerca de 300.000 pessoas diariamente. Patrimônio histórico, o prédio datado de 1900 foi afetado pelo incêndio que atingiu o Museu da Língua Portuguesa na segunda-feira.

Segundo informações da Defesa Civil municipal, o IPT condicionou a liberação da estação à retirada total de escombros do incêndio e estruturas de madeira dos telhados, que exercem pressão sobre paredes com risco de desabamento, além do escoramento da parede interna e da instalação de um sistema de tratamento interligando os painéis opostos do piso de cobertura nos lados da Praça da Luz e da Rua Mauá. O trânsito no Jardim da Luz, no trecho diante da estação, também teve a interrupção mantida.

Depois da conclusão das obras, a serem executadas pelo governo estadual, haverá outra vistoria da Defesa Civil.

As opções aos usuários das linhas 7-Rubi e 11-Coral da CPTM, que não estão chegando à Estação da Luz, são o desembarque na Estação Palmeiras-Barra Funda, que tem integração com a Linha 3-Vermelha do metrô, e na Estação Brás, que também tem conexão com a Linha 3-Vermelha.

As linhas 1-Azul e 4-Amarela do metrô, que passam pela Luz, operam normalmente.

Destruído pelo incêndio, o Museu da Língua Portuguesa não possui Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) nem alvará de funcionamento da prefeitura de São Paulo. O porta-voz dos bombeiros, capitão Marcos Palumbo, diz ter havido incorreções no projeto apresentado originalmente pelo museu para obtenção do AVCB e que o aval da corporação depende de uma "lição de casa". De acordo com a prefeitura, há um pedido de alvará datado de 6 de agosto deste ano, cuja emissão depende da apresentação de documentos da a IDBrasil Cultura Educação e Esporte, Organização Social (OS) responsável pela administração do museu desde 2012.

Possível curto-circuito - A Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros suspeitam que um curto-circuito pode ter deflagrado o incêndio no Museu da Língua Portuguesa, que terminou com a morte do bombeiro brigadista Ronaldo Pereira da Cruz, de 39 anos.

Segundo o coordenador municipal da Defesa Civil, Milton Persoli, funcionários da instituição relataram ao órgão que o fogo começou quando era realizada a troca de uma luminária, o que pode ter desencadeado o curto-circuito. "Eles disseram que tiraram a luminária e quando foram colocar outra, já estava pegando fogo", afirmou. Ele, no entanto, ponderou que a causa do incidente só poderá ser confirmada com a conclusão dos laudos técnicos.

Persoli também disse que os danos causados pelo incêndio podem não ter comprometido a estrutura do prédio. Equipes do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) foram ao local para fazer uma vistoria nas instalações. Existe a preocupação de que a movimentação de trens no local possa abalar a estrutura já danificada pelo fogo. Por isso, a Estação Luz da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) permanece fechada nesta manhã. Segundo Persoli, a normalização da circulação "não deve acontecer tão cedo".

Vimos na Veja

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Estação da Luz da CPTM amanhecerá fechada nesta quarta

Os cerca de 300 mil passageiros que passam pela Estação da Luz da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, e que estão com sua rotina alterada por conta do fechamento das plataformas, em decorrência de um incêndio no Museu da Língua Portuguesa, deverão percorrer caminhos alternativos nesta quarta-feira, 23 de dezembro.

De acordo o jornal “Folha de São Paulo“, a CPTM descartou a abertura da estação nesta quarta. Os trens das duas linhas que atendem ao local, continuam parando uma estação antes, ou seja, as composições da 7-Rubi em Palmeiras-Barra Funda, e do Expresso Leste em Brás.
Os passageiros que precisam acessar o centro da capital, por meio destas duas ligações ferroviárias, devem usar o Metrô. Cabe ressaltar, que apesar do número estimado de pessoas que usam o local, mencionado acima, deve ser menor em decorrência da proximidade do natal.

Segundo a publicação, a Companhia ainda aguarda parecer técnico do IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas), que deverá ser submetido por uma análise da Defesa Civil, que vai determinar se a operação dos trens poderá ser retomada.

O jornal traz ainda a informação que a CPTM trabalha com 3 hipóteses: Abrir a estação apenas com acesso a Rua Mauá, abrir totalmente (hipótese considerada a mais remota), ou manter a parada fechada, com apenas a passagem dos trens. Neste último caso, provavelmente a CPTM estenderia uma das linhas, ou as duas, sendo a 7-Rubi ao Brás e a 11-Coral até Palmeiras-Barra Funda.

Vimos no Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Ônibus Natalinos levam 990 crianças de comunidades carentes para passeio especial em São Paulo

Veículos decorados circularam por pontos de destaque nesta época, como a Avenida Paulista e o Parque do Ibirapuera. Foto: Sidnei Santos


Ônibus decorados especialmente para o Natal proporcionaram momentos diferentes, de lazer e de brilho para 990 crianças de comunidades carentes na capital paulista.

No sábado, dia 19 de dezembro, e no domingo, dia 20,  16 ônibus iluminados partiram de bairros distantes do centro de regiões como zonas leste, oeste e zona sul para levar estes pequeninos  que curtiram de um jeito especial a cidade,  principalmente as decorações de Natal na Avenida Paulista e no Parque do Ibirapuera que, mesmo mais simples neste ano, não deixam de ser belas.

A iniciativa é uma parceria da Secretaria Municipal de Transportes, pela SPTrans, e do SPUrbanuss,  que é  sindicato que reúne as empresas de ônibus da capital paulista.

A cada momento que os ônibus avançavam pelas ruas com as decorações, sorrisos poderiam ser vistos nos rostos das crianças. Elas tinham um brilho especial que se somava às luzes das decorações de natal e dos próprios ônibus, todos enfeitados e com luzes.

No Parque do Ibirapuera, as crianças e as famílias ficaram por 15 minutos tirando fotos na Árvore de Natal.
Doces e brindes natalinos também foram distribuídos.

Crianças e familiares em um dos ônibus decorados .
Crianças e familiares em um dos ônibus decorados .

De acordo com nota da SPTrans, os ônibus foram reservados para que não houvesse gente viajando em pé.
“Os passeios atenderam comunidades pré-selecionadas pela SPTrans. Foram feitas viagens partindo de OIaria, Jardim Umuarama, Jardim Sarah, Vila do Iguaçu/Elba, Jardim Moreno, Jardim dos Ypês, Jardim Brasília, Centro para Criança e Adolescente Juntos (CCA) do Jardim Fernandes, Vila Dalva, Vila Praia e Jardim Piracuama, totalizando 990 crianças.” – informou  a gerenciadora.

Os passeios no sábado e domingo foram das 19 h às 22h e todas as crianças e familiares foram levadas de volta para a casa.

Vimos no Ponto de Ônibus
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

COMUNICADO​: Estação da Luz está fechada

A CPTM informa que em razão do incêndio no Museu da Língua Portuguesa, o Corpo de Bombeiros solicitou o fechamento da Estação da Luz,  por medida de segurança.

As linhas 7-Rubi (Luz – Francisco Morato – Jundiaí) e 11-Coral (Luz – Guaianases – Estudantes) não estão chegando à Estação da Luz. Os usuários da Linha 7 desembarcam na Estação Palmeiras-Barra Funda, que tem integração com a Linha 3-Vermelha do Metrô. Já os passageiros da Linha 11-Coral desembarcam na Estação Brás, que também tem conexão com a Linha 3-Vermelha.

Equipes da Defesa Civil, do Corpo de Bombeiros e do IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) estão trabalhando no local. A CPTM aguarda a liberação da Estação da Luz para retomar a circulação de trens.
 
Vimos na CPTM


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Metrô abre estações mais cedo depois do feriado de Natal

Na próxima segunda-feira (28/12), dia do retorno do feriado prolongado de Natal, a abertura das estações metroviárias das linhas 1-Azul, 2- Verde, 3-Vermelha e 4-Amarela (operada pela concessionária ViaQuatro) será antecipada para as 4 horas, 40 minutos mais cedo do que o habitual. A medida tem por objetivo atender os usuários que desembarcam na capital pelos terminais rodoviários Tietê e Jabaquara (integrados à Linha 1-Azul) e Barra Funda (integrado à Linha 3-Vermelha). Na Linha 5-Lilás, a abertura das estações ocorrerá no horário habitual, a partir das 4h40. Também não haverá mudanças no horário de funcionamento do monotrilho da Linha 15-Prata, que atende diariamente das 6h às 20 horas. 

Já durante a semana do Natal, tanto na quinta-feira (24), véspera do feriado, quanto na sexta-feira (25), dia de Natal, não haverá mudanças no horário de funcionamento das linhas. O mesmo ocorre no final de semana, com todo o sistema metroviário operando de maneira habitual. 

Para mais informações sobre a operação da rede metroviária, os usuários têm à disposição a Central de Informações do Metrô (tel. 0800 770 7722), que funciona todos os dias, das 5h30 às 23h30. Já a Central de Atendimento da ViaQuatro atende pelo tel. 0800 770 7100 de segunda a sexta-feira, das 6h30 às 22 horas, e aos sábados e domingos, das 8h às 18 horas.

Painéis holográficos
Durante todo o mês de dezembro, quem passar pelas estações Paraíso, República e Sé, serão surpreendidos, de forma inusitada, com mensagens de texto e áudio, com motivos natalinos e dicas de segurança projetadas por meio de um holograma. Cada estação conta com dois painéis holográficos, em tamanho real, representando um funcionário do Metrô e uma árvore de Natal. Reproduzida sobre uma estrutura em acrílico, a holografia mapeada, inédita no Brasil, une a tecnologia da projeção da imagem com o som, proporcionando uma visualização mais próxima possível da realidade.

Vimos no Metrô/SP
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Incêndio atinge Museu da Língua Portuguesa

Bombeiros enviaram 12 viaturas para o local. Não há informações sobre as causas do incêndio e se há vítimas.

Um incêndio de grandes proporções atinge o Museu da Língua Portuguesa, na região central de São Paulo, na tarde desta segunda-feira (21), segundo informações do Corpo de Bombeiros. De acordo com a corporação, 17 viaturas foram enviadas ao local.

O fogo toma conta de boa parte do museu. As chamas são altas. A Estação da Luz (Metrô e CPTM) está fechada.

Não há informações sobre as causas de incêndio e se há vítimas. O museu está fechado para o público nesta segunda-feira. O Museu da Língua Portuguesa fica na Praça da Luz e tem três pavimentos.

SP incêndio Museu da Língua Portuguesa (Foto: Luciana Rossetto/G1) 
SP incêndio Museu da Língua Portuguesa (Foto: Luciana Rossetto/G1)
Foto tirada na região central mostra a fumaça provocada pelo incêndio (Foto: Luciana Rossetto/G1) 
Foto tirada na região central mostra a fumaça provocada pelo incêndio (Foto: Luciana Rossetto/G1)
Inaugurado oficialmente no dia 20 de março, o Museu da Língua Portuguesa abriu suas portas ao público no dia 21 de março de 2006. Em seus três primeiros anos de funcionamento mais de 1,6 milhão de pessoas já visitaram o espaço, consolidando-o como um dos museus mais visitados do Brasil e da América do Sul.

Vimos no G1

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

CPTM entrega Estação Suzano em Janeiro

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos deve entregar a nova estação de Suzano, da Linha 11-Coral, na segunda quinzena de Janeiro, de acordo com publicação do site “Universo Jurídico

“Atualmente as equipes trabalham na montagem das escadas rolantes, sistemas de som e telefonia, na fabricação e instalação de passarelas (pré-moldadas) para interligar as alas de acesso norte e sul e serviços gerais da obra”, diz o presidente da companhia, Paulo de Magalhães Bento Gonçalves “A entrega da estação de Suzano está prevista para a segunda quinzena de janeiro de 2016, contemplando a operação comercial com a conclusão do mezanino dos acessos à plataforma e a transposição para as regiões norte e sul do município, atendendo plenamente os requisitos de acessibilidade”, completou.

Vimos no Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Linha 15-Prata do Monotrilho tem horário de funcionamento ampliado

O transporte começou a circular entre 6h e 20h. 8 mil pessoas passam pelas estações Oratório e Vila Prudente.

A Linha 15-Prata do Monotrilho começou a cicular das 6h às 20h entre as estações Oratório e Vila Prudente, onde há integração com a Linha 2-Verde do Metrô, a partir desta segunda-feira (21). Antes, o horário de funcionamento era das 7h às 19h.

O trecho de 2,9 km começou a operar em horário comecial em agosto deste ano. O projeto total da obra prevê 18 estações e 26,6 km de trilhos. Dez estações deveriam ter sido entregues em 2015, mas em maio a data foi alterada para 2017.

Quando estiver completa, ligando o Ipiranga a Cidade Tiradentes, a Linha 15-Prata deve transportar 500 mil pessoas diariamente. Atualmente, 8 mil pessoas utilizam o transporte.

Atrasos
Em 2009, o então governador José Serra (PSDB) disse que a expectativa era que a Linha 15-Prata chegasse da Vila Prudente a São Mateus até 2010, com a expansão até Cidade Tiradentes concluída em 2012.

Depois, em julho de 2013, a entrega do primeiro trecho foi prometida pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) para janeiro de 2014. Quando o prazo chegou, a abertura foi adiada para março e, finalmente, a operação assistida começou em agosto do ano passado.

Em março deste ano, o secretário Estadual de Transportes, Clodoaldo Pelissioni, afirmou que o desvio do Córrego Mooca, essencial para a construção das próximas três estações da linha, começaria em abril e seria concluído em 15 meses.

Vimos no G1

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

MPE quer parecer da prefeitura de São Paulo sobre cronograma de ônibus ecológicos

O Ministério Público Estadual abriu inquérito para investigar a licitação dos transportes na cidade de São Paulo, por conta da falta de um cronograma claro para a substituição dos veículos movidos a combustíveis fosseis por tração ecológica.

A lei 14.933, de 2009, denominada de Lei de Mudanças Climáticas, prevê que até 2018 nenhum ônibus na capital paulista circule apenas com combustíveis fósseis.

De acordo com o Ministério Público, a administração municipal terá que explicar se a lei vai de fato ser cumprida, ou então provar que não existe viabilidade técnica. A Prefeitura de São Paulo tem um prazo de 20 dias para dar as explicações.

Vimos no SPUrbanus
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Ônibus de São Paulo terão placas de itinerários com painéis LCD

Nesta quarta-feira (16), a prefeitura de São Paulo apresentou novas tecnologias para o sistema de transporte. Uma delas são painéis externos de cristal líquido (LCD) nos ônibus, que exibirão informações das próximas paradas.

De acordo com a administração municipal, os painéis externos dos novos veículos articulados vão funcionar conectados ao GPS dos veículos. Quando o ônibus partir do terminal, os equipamentos devem informar, ao longo do trajeto, os principais pontos de paradas e atualizando os dados à medida em que o coletivo se aproxima do ponto final.

Serão dois painéis digitais por veículo, um de cada lado da lateral externa. A empresa Campo Belo deve ter os dois primeiros veículos com essa tecnologia.

Ônibus elétrico
Também foi apresentado um modelo de ônibus elétrico de 15 metros, conforme anunciamos aqui. “O ônibus elétrico que está sendo testado em São Paulo é como uma alternativa ao diesel, que não gera poluição sonora nem atmosférica. Com todas as mudanças climáticas que estão acontecendo, precisamos diminuir a poluição atmosférica. Temos prazo até 2018 para dar fim aos ônibus poluentes”, afirmou o prefeito Fernando Haddad. O prefeito diz ainda que os veículos passarão a ser produzidos em larga escala em uma fábrica em Campinas (SP), em 2016.

sptrans2

Mulheres no transporte
O prefeito ainda assinou a Portaria 002/15, que determina que todas as operadoras de transporte público municipal reservem, pelo menos, 30% de suas vagas para mulheres. Atualmente, dos 4.903 motoristas e cobradores de ônibus da capital, 8,7% são mulheres.
“As mulheres são muito bem-vindas ao transporte público. Elas são muito elogiadas, e uma das principais demandas do usuário é o melhor tratamento na condução dos veículos”, disse Haddad.

sptrans4

Imagens de César Ogata/Secom

Vimos no Via Trolebus


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

São Paulo vai testar ônibus elétrico de 15 metros a bateria

A cidade de São Paulo deverá contar com novo ônibus elétrico de 15 metros. O veículo da empresa chinesa BYD, deve ser apresentando nesta quarta-feira, 16 de dezembro, na região central da capital. O modelo K 10-A possui baterias de Fosfato de Ferro e tem uma autonomia de 265 quilômetros sem ar condicionado. O veículo possui maior capacidade de passageiros com autonomia semelhante a um ônibus convencional. O veículo faz recargas durante a noite na garagem.

A lotação é de 95 passageiros, entre sentados e em pé, e o peso bruto é de 26 toneladas. A BYD ainda deve testar na cidade o K 11, ônibus de 18 metros articulado, que está sendo preparado com as especificações técnicas da SPTrans.

Atualmente um ônibus elétrico da BYD opera junto com trólebus na linha 2002, que liga o Terminal Parque Dom pedro II ao Terminal Bandeira.


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Guarulhos deve ter reajuste na passagem de ônibus ainda este ano

A cidade de Guarulhos poderá ter aumento na tarifa de ônibus ainda este ano, segundo informações do próprio prefeito da cidade, Sebastião Almeida, nesta segunda-feira (14). De acordo com informações do jornal “Guarulhos Hoje“, o percentual de reajuste não deve ser menor que 16%, e o valor da tarifa deve ficar entre R$ 4,10 e R$ 4,30.

“O aumento da tarifa, que é feita no final do ano necessariamente acontecerá, por conta da alta em todos os insumos que são utilizados pelas companhias, como o diesel, pneu e desgaste de veículos”, disse o prefeito.

O anúncio vem após uma série de paralisações feitas por motoristas e cobradores. Nesta segunda, os trabalhadores das empresas Viação Atual e Campo dos Ouros, que pertencem ao mesmo grupo, paralisaram as atividades por conta da falta de pagamento do vale- refeição. Foi a segunda greve em pouco mais de um mês.

Vimos no Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

São Paulo vai adotar rede de ônibus especial aos domingos antes mesmo da licitação

São Paulo terá rede aos domingos para ônibus com sistema parecido com a rede da madrugada.

O secretário municipal de transportes, Jilmar Tatto, confirmou nesta segunda-feira que no início do ano que vem já deve estar em operação a rede especial de ônibus aos domingos.

A ideia é que as linhas liguem parques, pontos de lazer, eventos culturais, casas de espetáculo e também áreas como hospitais, velórios e cemitérios.

A rede do de domingo vai ser estruturada de acordo com a demanda e também com os pontos de maior interesse nestas áreas. Atualmente 40% da frota dos ônibus na cidade circulam aos domingos. 

Posteriormente um modelo semelhante deve ser adotado aos sábados. A operação vai ser monitorada pelos atuais CCOs que registram as informações enviadas pelos GPS dos ônibus, como ocorre com a Rede Noturna.

A criação da Rede de Domingo está prevista no edital de licitação, suspenso pelo TCM – Tribunal de Contas do Município, mas Tattto disse que este já é um projeto operacional da prefeitura que pode ser implantado antes da licitação.

A frota e o número de linhas dos domingos ainda serão definidos.  A tarifa deve ser normal, hoje de R$ 3,50.

Na madrugada, são 151 linhas de ônibus que começaram a circular em fevereiro de 2015, sendo que 101 linhas locais têm intervalo de 30 minutos e 50 linhas estruturais tem um intervalo de 15 minutos. Ao todo são 454 ônibus em operação e 88 reservas.


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Confira como participar do passeio de ônibus de natal em São Paulo

Imagem de Narciso de Queiroz

Com realização da SPTrans e CET, e operação da SPUrbanuss, a cidade de São Paulo terá passeios com ônibus decorados de natal nos dois domingos que antecedem o Natal, nos dias 13 e 20 de dezembro. Os coletivos abrirão o tráfego para os veículos às 18h após a operação “Ruas Abertas” na Avenida Paulista. A entrada é gratuita e os passageiros poderão desembarcar habitualmente nos pontos espalhados pelo trajeto.

Como participar
Avenida Paulista
Os pontos de parada serão na Av. Bernardino de Campos e outro da Rua da Consolação, e os veículos chegarão aos bolsões de espera às 17h. Serão dois itinerários percorrendo toda a extensão da Paulista, quatro em cada sentido, indo até o Parque do Ibirapuera.

Pacaembu
O outro itinerário será na Praça Charles Miller, em frente ao Estádio do Pacaembu. Os veículos chegarão ao local às 18h, com início da operação às 19h. Eles farão o trajeto Pacaembu, Av. Paulista, 23 de Maio, retornando ao Estádio.

Itinerários
via Paulista, Rebouças, Brasil
Bolsão de espera: Rua Ramon Penharrubia (acesso a Av. Bernardino de Campos
Ponto Inicial: Av. Bernardino de Campos (esquina com rua do Paraíso)
Ida e volta: Av. Bernardino de Campos (esquina com a Rua do Paraíso), Av. Paulista, Túnel sob a Praça do Ciclista, av. Rebouças, Rua Henrique Schaumann, contorno, Rua Henrique Schaumann, Av. Brasil, contorno na Praça Armando de Sales Oliveira, Av. Pedro Álvares Cabral, contorno na Praça Escoteiro Aldo Chioratto (Árvore de Natal), Av. Pedro Álvares Cabral, Av. Brasil, Av. Rebouças, Av. Paulista, R. Des. Eliseu Guilherme, R. Abílio Soares, Av. Bernardino de Campos (esquina com a Rua do Paraíso).

via Paulista, Brigadeiro 
Bolsão de Espera: Rua Mato Grosso (atrás do Cemitério da Consolação)
Ponto Inicial: Rua da Consolação (esquina com Av. Paulista)
Ida e Volta: Rua da Consolação (esquina com a Av. Paulista), R. da Consolação, Av. Paulista, Av. Brigadeiro Luis Antonio, Av. Brasil, contorno na Praça Armando de Sales Oliveira, Av. Pedro Álvares Cabral, contorno na Praça Escoteiro Aldo Chioratto (Árvore de Natal), Av. Pedro Álvares Cabral, Praça Pastor Rubens Lopes, acesso, Av. Brigadeiro Luis Antonio, Alameda Santos, Rua Teixeira da Silva, Av. Paulista, R. da Consolação.

via Pacaembú, Paulista, 23 de Maio 
Ponto Inicial: Praça Charles Miler (em frente ao Estádio do Pacaembú)
Ida e Volta: Praça Charles Miler, Av. Des. Paulo Passaláqua, Praça Fagundes Varela, Rua Major Natanael, Av. Dr. Arnaldo, Viaduto Okuhara Koei, Rua da Consolação, Av. Paulista, Av. Bernardino de Campos, Rua Correia Dias, Rua Cubatão, Rua Tomás Carvalhal, Rua Coronel Oscar Porto, Praça Marjayoun, Av. 23 de Maio, Av. Pedro Álvares Cabral, contorno na Praça Armando de Sales Oliveira, Av. Pedro Alvares Cabral, Viaduto General Marcondes Salgado, Av. Pedro Álvares Cabral, Av. 23 de Maio, Rua Estela, Praça Dr. Afrodísio Vidigal, Av. Bernardino de Campos, Av. Paulista, Av. Dr. Arnaldo, Rua Major Natanael, Rua Rua Itajobí, Capivari, Rua Itápolis, Praça Charles Miler.

Vimos no Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Prefeitura de São Paulo promete Corredor da Berrini para o próximo dia 21

Obra teve sete meses de atraso, de acordo com a prefeitura, por falta de recursos

Após diversos atrasos, o corredor de ônibus que passa pela Rua Funchal, Av. Eng. Luis Carlos Berrini e Av. Chucri Zaidan será inaugurado na próxima segunda-feira, 21. Junto com o corredor sera inaugurado uma ciclovia com o mesmo trajeto no canteiro central. O trajeto todo terá aproximadamente 3km. A informação foi divulgada pelo secretário municipal de Infraestrutura Urbana (Siurb) durante reunião do Conselho da Cidade.

Em novembro de 2013, no início das intervenções, a prefeitura chegou a colocar placas informando a previsão de conclusão da obra era abril deste ano. Mas as intervenções tiveram de ser interrompidas por que a CET não tinha elaborado um plano de desvio de tráfego.

Após a retomada, outra placa indicava o prazo de entrega para setembro, que também não foi cumprido.
De acordo com a prefeitura, o principal motivo do atraso foi o ajuste fiscal do governo federal que segundo, o poder público municipal, tornou mais restritas as liberações mais de recursos do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento. Outras obras de mobilidade que dependem do recurso federal também tiveram a conclusão postergada.

Além de beneficiar passageiros do sistema municipal de ônibus, o corredor também deve deixar mais rápida a viagem de quem vem de Diadema pelos ônibus da Metra que têm como final a estação Berrini da CPTM.


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obras de modernização alteram circulação dos trens da CPTM neste fim de semana (12 e 13/12)

Neste fim de semana, 12 e 13 de dezembro, a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) prosseguirá com as obras de modernização em duas de suas linhas. Por isso, os trens circularão com maiores intervalos em trechos e horários específicos. Confira a programação e antecipe sua viagem:

Linha 7-Rubi (Luz – Francisco Morato)
 
Sábado e domingo: das 20h do sábado até meia-noite do domingo haverá obras de modernização no sistema de rede aérea entre as estações Vila Aurora e Caieiras. O intervalo médio entre as estações Luz e Pirituba será de 15 minutos e, entre Pirituba e Francisco Morato, de 30 minutos. 

Linha 12-Safira (Brás – Calmon Viana)
 
Sábado: das 20h até o fim da operação comercial, as obras de modernização serão executadas no sistema de rede aérea entre as estações Itaquaquecetuba e Aracaré. Em toda a linha, o intervalo médio será de 25 minutos.
Domingo: das 4h até meia-noite, haverá obras de modernização no sistema de rede aérea entre as estações Engenheiro Goulart e Comendador Ermelino. O intervalo médio será de 35 minutos em toda a linha.

Desafio: A CPTM ressalta que executar as obras de modernização, mantendo simultaneamente o atendimento aos usuários, é um grande desafio. As ações exigem medidas como promover intervenções em horários de menor movimentação de passageiros aos finais de semana, feriados e madrugadas.
 
Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição o Serviço de Atendimento ao Usuário: 0800 055 0121.

Vimos na CPTM
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Suspeita de bomba esvazia estações de trem da linha 11-Coral da CPTM

Estações Brás, Guaianases e Itaquera foram esvaziadas nesta manhã. Circulação foi interrompida; PM achou objetos suspeitos.

Suspeitas de bomba fecharam as estações Brás, Guaianases e Corinthians-Itaquera da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), da Linha11–Coral, na Zona Leste de São Paulo, na manhã desta sexta-feira (11). As três foram liberadas às 10h55.

A circulação de trens ficou interrompida desde as 6h entre as estações Brás e Antonio Gianetti Neto. Até as 10h55, os trens circulavam apenas entre Antônio Gianetti Neto e Estudantes.

O Grupo de Operações Táticas Especiais (Gate), da Polícia Militar, foi acionado para os três locais. Eles utilizaram robôs para retirar os objetos.

Primeiro objeto
Segundo a CPTM, o um técnico localizou um celular com um objeto atado a ele na plataforma da Estação Guaianases por volta das 6h. No horário a plataforma foi esvaziada e a estação, fechada.

Ambulâncias e viaturas da polícia e do corpo de bombeiros são vistas na estação Guaianases, da CPTM, na zona leste de São Paulo, após suspeita de bomba (Foto: Gero/Estadão Conteúdo) 
Carros da polícia e dos bombeiros perto da estação Guaianases (Foto: Gero/Estadão Conteúdo)
 
Bombeiros são vistos na estação de Guaianases da CPTM, na zona leste de São Paulo, após suspeita de bomba no local (Foto: Ale Vianna/Eleven/Estadão Conteúdo) 
Bombeiros são vistos na estação de Guaianases (Foto: Ale Vianna/Eleven/Estadão Conteúdo)
 
Movimentação em frente à estação Guaianases, da CPTM, na zona leste de São Paulo. O local foi fechado após suspeita de bomba (Foto: Gero/Estadão Conteúdo) 
Movimentação em frente à estação Guaianases (Foto: Gero/Estadão Conteúdo)

Como opção, os passageiros que saem de Mogi das Cruzes em direção a São Paulo podem acessar a linha 12-Safira na estação Calmon Viana. Quem segue de São Paulo para a região de Mogi das Cruzes pode acessar a linha 12 na estação Tatuapé.

Itaquera
Logo depois, às 6h30, a CPTM recebeu a informação de que havia outra suspeita de bomba na linha 11 Coral, desta vez na estação Itaquera. Segundo a companhia, celulares com tubos foram deixados em lixeiras da estação. De acordo com a PM, na Avenida do Contorno, na Zona Leste, também foi encontrado um objeto suspeito em uma lixeira.

A estação Itaquera do Metrô, na linha 3 Vermelha, funcionava normalmente. Já a transferência gratuita entre o Metrô e CPTM foi aberta na estação Tatuapé.

Ônibus foram destacados para fazer o trajeto entre as estações Tatuapé e Antonio Gianetti Neto. Dez linhas de ônibus municipais que seguem no sentido Centro iam até a estação Itaquera.

Brás
Horas depois, outro objeto suspeito foi localizado na estação Brás, também na Linha 11-Coral. A estação foi esvaziada. A circulação do Metrô na região seguia normalmente às 10h30.

Suspeita de bomba fecha estação da CPTM e lota ruas da Zona Leste (Foto: Reprodução TV Globo) 
Suspeita de bomba fecha estação da CPTM e lota ruas da Zona Leste (Foto: Reprodução TV Globo)
 
Suspeita de bomba (Foto: Reprodução/TV Globo)
Vimos no G1
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Projeto prevê tarifa mais barata em horários fora do pico em São Paulo

Um projeto de lei de autoria do deputado Igor Soares (PTN) tem como objetivo reduzir o valor da passagem no transporte público em horários de menor movimento no Estado de São Paulo. A medida visa atrair usuários para os horários de menores movimentos, descongestionando o horário de pico. A proposta tramita na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp).

Se for aprovada e implantada, a medida deve beneficiar os embarques antes das 6h e depois das 10h no período da manhã, e na tarde, antes das 17h e depois das 20h.

“A redução da tarifa em horários alternativos aos de grande fluxo traz a possibilidade de muitos trabalhadores deixarem seus veículos em casa e darem prioridade a esse tipo de transporte”, diz Soares na justificativa do projeto de lei. “Por outro lado, a redução do excesso de veículos nas ruas, além de garantir maior mobilidade nas vias públicas, contribuirá significativamente com o meio ambiente”, afirma.

Em relação ao impacto nas contas dos operadores do transporte, o deputado acredita que a “redução não implicará grande impacto financeiro no setor de transportes vez que se estima o aumento dos usuários no setor garantindo a equidade tarifária”.

Vimos no Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Prefeitura de São Paulo apresenta ônibus natalinos e linha turística

Imagens de Narciso de Queiroz

Neste domingo, 6 de Dezembro de 2015, foram apresentados ao moradores da cidade de São Paulo 52 ônibus que foram decorados com iluminação, em referência ao natal. Já a partir desta segunda-feira, 7 de Dezembro, os veículos devem circular em linhas regulares.

Aos finais de semana, em horários de menores movimentos, os veículos prestarão serviço em uma linha turística que vai percorrer ruas do centro histórico, da Avenida Paulista e as imediações do Parque Ibirapuera.

narciso5

A ação integra a campanha “Sua presença é o maior presente”, em parceria do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de São Paulo (SPUrbanuss), a SPTrans e a Socicam, responsável pela administração dos terminais urbanos. O objetivo é estimular o convívio, a tolerância, a gentileza e o respeito no transporte coletivo por ônibus e na cidade.

narciso4

Ônibus turístico de 2 andares também foi apresentado neste domingo

Papai Noel em terminais
Um Papai Noel deve tirar fotos e distribuir doces para as crianças em dois terminais. Veja abaixo os dias e horários:
– Terminal Sacomã:
11/12, das 14h às 20h
12/12, das 10h às 16h
13/12, das 12h às 18h
– Terminal Parque D. Pedro:
18/12, das 14h às 20h
19/12, das 10h às 16h
20/12, das 12h às 18h

No terminal Santo Amaro, os passageiros poderão enviar gratuitamente cartões de Natal. Voluntários da Federação de Bandeirantes do Brasil auxiliarão os passageiros interessados na escrita.

narciso6

  narciso7
  narciso8
 

Vimos no Via Trolebus
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Linha 4 – Amarela decora trem com ação de Natal

Repetindo o sucesso do ano passado, a concessionária ViaQuatro, responsável pela linha 4 – amarela do Metrô de SP, coloca em circulação um dos seus 14 trens totalmente decorados para o Natal. Trata-se de uma parceria com a empresa alimentícia Seara (ano passado o Banco Santander colaborou com o patrocínio). O trem terá iluminação natalina e aos sábados e domingos, um papai noel estará presente dentro dos vagões.

Além do trem natalino, as 7 estações da linha amarela também estarão enfeitadas.

“Nós acreditamos no poder que as tradições de Natal têm em surpreender. Junto à Ceia, a decoração é uma das maiores e mais importantes tradições dessa época”, afirma Fabiola Menezes, Diretora de Marketing da Seara. “Nesse projeto com a Linha 4-Amarela de metrô, nós levamos o ambiente festivo do Natal para milhares de paulistanos e turistas”.

Papai Noel:
Dias: 12, 13, 19, 20, 24 e 25 (sábados e domingos)
Horário: Das 10h às 16h

Vimos no Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários: