Passe livre para estudantes começa a valer nesta segunda-feira em SP

Jovens da rede pública poderão viajar de graça nos ônibus da capital. Para os que estudam na rede particular, benefício começa no dia 9.

O passe livre para estudantes começará a funcionar nos ônibus municipais a partir desta segunda-feira (2) para os estudantes do ensino fundamental, médio e superior da rede pública. 

Para ter direito à gratuidade, o estudante deve ter pago o boleto com a taxa anual de validação do Bilhete Único Estudante e já estar com o cartão em mãos.

No caso dos alunos de ensino superior, eles também devem preencher o formulário de autodeclaração de renda, que estará disponível a partir de domingo (1), no site http://bilheteunico.sptrans.com.br.

Os jovens que estudam na rede particular vão ter o benefício a partir do dia 9 de fevereiro. Nesse caso, terão direito aqueles em que a instituição de ensino já tiver informado se têm direito ao benefício ao atender os seguintes critérios: bolsistas do Prouni, financiados pelo FIES, integrantes do Programa Bolsa Universidade (Programa Escola da Família), que tenham renda familiar per capita inferior a 1,5 salários mínimos e abrangidos por programas governamentais de cotas sociais que possuam renda familiar per capita inferior a 1,5 salários mínimo nacional.

Os beneficiados com o Bolsa Universidade ou as cotas sociais também devem preencher o formulário de autodeclaração que, para eles, estará disponível na internet a partir do dia 5 de fevereiro. Em todos os casos, se o benefício não estiver disponível na data informada, o estudante deve procurar sua instituição de ensino e verificar se os dados de sua matrícula foram enviados à SPTrans.

O passe livre beneficiará cerca de 505 mil estudantes, dos quais aproximadamente 360 mil são alunos da rede pública e 145 mil matriculados na rede particular de ensino, mas de baixa renda.

O governo do estado também divulgou gratuidade para Etecs, Fatecs, alunos de escolares particulares com renda familiar de até R$ 1.550 e todos os alunos das universidades públicas. Nesse ponto reside a polêmica sobre a regulamentação que ainda está sendo discutida.

Fonte: G1

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Passageiros em SP preferem ônibus com ar-condicionado, diz pesquisa

Prefeitura determinou que todos os coletivos devem ter equipamento. Levantamento da SPTrans contrasta com outro de 2009.

Pesquisa da São Paulo Transporte (SPTrans), empresa responsável pelos ônibus municipais da capital, indica que a maioria dos passageiros prefere coletivos com ar-condicionado. De acordo com o levantamento, 85,3% consideraram que o equipamento faz com que a viagem seja mais confortável, enquanto 14,3% disseram que o ar não funciona direito.

A SPTrans ouviu passageiros de quatro linhas das zonas Sul e Oeste. Na mesma pesquisa, 72% dos entrevistados disseram que gostariam que mais ônibus tivessem ar-condicionado.

O resultado contrasta com levantamento de 2009, feito pela própria empresa, sobre o mesmo tema. À época, 86% dos entrevistados disseram preferir as janelas abertas ao ar-condicionado, mesmo em dias de calor. Por causa do resultado daquela pesquisa, a instalação dos aparelhos não foi obrigatória.

Agora, porém, a situação mudou. A Prefeitura determinou, em 22 de janeiro, que todos os ônibus da cidade devem ter sistema de ar-condicionado. A obrigatoriedade é válida somente para os veículos vinculados à prestação de serviços do transporte coletivo do município.

Apesar da nova regra, o texto diz que cabe à SPTrans estabelecer o prazo para a instalação dos equipamentos. Essa nova exigência deve fazer parte do edital da nova licitação de ônibus, prevista ainda para este ano.

Frota
A frota de ônibus regulares com ar-condicionado que circula pela cidade de São Paulo irá quase dobrar até o mês de março deste ano, segundo a São Paulo Transportes (SPTrans). Os coletivos que dispõem do equipamento passará de 60 para 110 até o fim do verão.

Apesar do aumento, o número de ônibus que possuem o refrigerador ainda é muito pequeno e representa cerca de 1% do total da frota, que é de 15 mil veículos. Um dos motivos da dificuldade da implantação é o alto custo. Enquanto um ônibus biarticulado custa cerca de R$ 800 mil, com ar-condicionado sairia por R$ 1 milhão, 20% mais caro.

Fonte: G1

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obras alteram circulação nas linhas da CPTM neste final de semana (31/01 e 01/02)

Neste final de semana, 31 de janeiro e 1º de fevereiro, a CPTM [Companhia Paulista de Trens Metropolitanos] prosseguirá com as obras de modernização em algumas das suas linhas. Confira a programação e antecipe sua viagem:

Linha 7-Rubi [Luz - Francisco Morato - Jundiaí]

Domingo: das 8h às 20h, haverá intervenções nos equipamentos de via permanente na região da Estação da Luz.

Das 4h até meia-noite, os serviços serão executados no sistema de rede aérea nas proximidades da Estação Franco da Rocha. O intervalo médio entre as estações Luz e Caieiras será de 12 minutos e de Caieiras a Francisco Morato, 24 minutos.

Das 8h às 18h, os trabalhos estarão concentrados nos equipamentos de via permanente entre as estações Botujuru e Campo Limpo Paulista. O intervalo médio será de 30 minutos, na extensão da Linha 7 [Francisco Morato - Jundiaí].

Linha 8-Diamante [Júlio Prestes - Itapevi - Amador Bueno]

Domingo: das 4h até meia-noite, serão feitas intervenções no sistema de rede aérea entre as estações Barueri e Jandira. O intervalo médio entre as estações Júlio Prestes e Barueri será de 10 minutos e entre Barueri e Itapevi, 20 minutos.

Das 9h às 19h, os trabalhos estarão concentrados nos equipamentos de via permanente entre as estações Comandante Sampaio e Osasco.

A partir das 23h30 haverá intervenções nos equipamentos de sinalização entre as estações General Miguel Costa e Antônio João.

Linha 9-Esmeralda [Osasco - Grajaú]

Domingo: das 9h às 19h, serão realizados serviços nos equipamentos de via permanente na região da Estação Osasco. A circulação estará interrompida entre as estações Osasco e Presidente Altino. Para prosseguir viagem, os usuários deverão fazer transferência para a Linha 8-Diamante, nas estações Presidente Altino ou Osasco.

Linha 10-Turquesa [Brás - Rio Grande da Serra]

Domingo: das 8h às 18h, haverá serviços nos equipamentos de via permanente próxima à Estação Guapituba. O intervalo médio entre as estações Brás e Mauá será de 10 minutos e entre Mauá e Rio Grande da Serra, 30 minutos.

Linha 11-Coral / Expresso Leste [Luz - Guaianases]

Domingo: das 4h ao meio-dia, serão executados serviços nos equipamentos de via permanente entre as estações Tatuapé e Corinthians-Itaquera. O intervalo médio será de 15 minutos entre Luz e Guaianases.

Linha 11-Coral / Extensão [Guaianases - Estudantes]

Sábado e domingo: das 21h de sábado até o meio-dia de domingo, os trabalhos serão executados nos equipamentos de via permanente entre as estações Ferraz de Vasconcelos e Calmon Viana. O intervalo médio será de 30 minutos entre Guaianases e Estudantes.

Linha 12-Safira [Brás - Calmon Viana]

Sábado e domingo: das 21h de sábado até o meio-dia de domingo, os serviços estarão concentrados no sistema de rede aérea entre as estações USP Leste e Comendador Ermelino. O intervalo médio será de 25 minutos na linha toda.

Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição a Central de Atendimento ao Usuário, no telefone 0800- 0550121.

Fonte: CPTM

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Haddad cancela licitações para 63 km de corredores de ônibus

Avenida dos Bandeirantes na região da Avenida Santo Amaro; licitação para construir corredor de ônibus no trecho foi revogada e terá que ser relançada (Foto: Márcio Pinho/G1)

Trechos previstos incluíam Radial Leste e eixo da Av. dos Bandeirantes. Corredor da Avenida 23 de Maio não tem previsão para lançamento.

A Prefeitura de São Paulo cancelou pela segunda vez licitações para a construção de  corredores e terminais de ônibus na cidade. Agora, foram revogadas licitações para a construção de 63 km de corredores de ônibus, no valor total de R$ 2 bilhões.

A decisão diminui ainda mais o prazo para a entrega de 150 km de corredores até o final de 2016, como prometeu o prefeito Fernando Haddad (PT) durante sua campanha, em 2012. A gestão, no entanto, afirma que o objetivo está mantido.

Até o momento, a Prefeitura entregou 2 km. Outros 94 km de corredores já foram contratados pela SPObras, e parte deles está em construção. As licitações começaram todas na gestão de Gilberto Kassab (PSD) e foram concluídas na gestão Haddad, e algumas delas têm prazos de conclusão longos, de 36 meses. (veja abaixo a lista de todos os corredores).

A suspensão mais recente ocorreu após o Tribunal de Contas do Município (TCM) apontar falhas no processo de contratação, como falta de disponibilidade de recursos orçamentários e ausência de indicação de recursos para o pagamento de desapropriações.

Entre os trechos cancelados estão parte dos corredores que serão construídos na Radial Leste, no eixo Avenida dos Bandeirantes - Avenida Salim Farah Maluf e na perimetral Itaim Paulista - São Mateus.
A Prefeitura diz ainda que tem concluído projetos básicos para implantação de mais cerca de 95 km de novos corredores. A construção, porém, ainda não foi licitada.

Os corredores são estruturas à esquerda, totalmente segregadas do trânsito, como os das avenidas 9 de Julho e Santo Amaro. São diferentes das faixas exclusivas, que ficam à direita e têm presença dos carros para conversões em ruas à direita. As faixas se tornaram uma das principais marcas da gestão Haddad. Em pouco mais de dois anos, a Prefeitura de SP inaugurou 464,6 km.

Questionamentos do TCM
Questionamentos sobre o dinheiro que será usado para bancar os corredores já tinham sido feitas pelo TCM à SPTrans, levando a Prefeitura a cancelar licitações para 128 km de corredores de ônibus no meio de 2014. Segundo a SPTrans, as licitações foram revogadas novamente com o objetivo de adequar as sugestões dos tribunais de contas do Município (TCM) e da União (TCU).

O cancelamento foi oficializado no dia 30 de dezembro no Diário Oficial do município. A Prefeitura agora promete relançar ainda no primeiro semestre as licitações para a construção de 41 km dos 63 km cancelados.

Entre os trechos que foram cancelados e terão novas licitações ainda no primeiro semestre, segundo a SPTrans, está um trecho do corredor da Radial Leste, de 9,4 km e custo estimado de R$ 260 milhões.

Outro trecho que deverá ser relançado em breve fica na Avenida dos Bandeirantes, no trecho entre a Avenida Engenheiro Luiz Carlos Berrini e a Avenida 23 de Maio, com 16 km e custo previsto de R$ 487 milhões. Há ainda um trecho entre o Itaim Paulista e São Mateus, na Zona Leste, também de 16 km de extensão e valor estimado de R$ 529 milhões.

Estava prevista também a construção de um trecho do corredor Norte e Sul, da Praça da Bandeira, no Centro, até a região da Avenida Teotônio Vilela, na Zona Sul. Esse projeto, porém, será licitado posteriormente, segundo a Prefeitura de São Paulo.

Também vai ficar para depois a construção dos terminais Jardim Aeroporto, Jardim Baronesa, Jardim Miriam, Jardim Anhanguera e um terminal em São Mateus para o corredor que vai ligar o bairro até o Itaim Paulista.

Boa parte dos corredores da cidade vai receber verbas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade, do governo federal.

Veja a lista dos corredores já contratados e a situação de cada um deles. O prazo para execução das obras começa a valer a partir da data da ordem de início dada em cada processo de contratação.

Corredor Leste
Trajeto: percorre parte da Radial Leste
Radial (trecho 1) - integração com o Terminal Parque Dom Pedro (Linha 3 do Metrô) e outras estações até a Vila Matilde
Tamanho do percurso: 12 Km
Custo: R$ 455 milhões
Fase: obra iniciada em novembro de 2014
Prazo: 36 meses

Trecho 2 - na região das Estações Guilhermina Esperança, Patriarca e Artur Alvim
Trajeto: percorre parte da Radial Leste
Tamanho do percurso: 5 Km
Custo: R$ 200 milhões
Fase: obra contratada, aguardando licença ambiental
Prazo: 36 meses

Trecho Itaquera - na região de Vila Carrão e Itaquera
Trajeto: percorre parte da Radial Leste
Tamanho do percurso: 14 Km
Custo: R$ 225 milhões
Fase: obra iniciada em janeiro de 2015
Prazo: 36 meses

Corredor Aricanduva
Trajeto: vai percorrer toda a extensão da avenida, desde a região da Radial Leste até a Avenida Ragueb Chohfi
Tamanho do percurso: 14 Km
Custo: R$ 126 milhões
Fase: obra contratada, em revisão do projeto
Prazo: 24 meses

Corredores de Acesso ao Terminal Itaquera
Trajeto: são várias intervenções, incluindo a construção de um corredor na Avenida Líder.
Custo: R$ 293 milhões
Fase: obra contratada, esperando licenças ambientais
Prazo: intervenções variadas, sendo a última delas com prazo de em junho de 2016

Corredor M'boi Mirim (requalificação)
Trajeto: ao longo dos eixos viários da estrada do M’ Boi Mirim e Av. Guarapiranga, desde o terminal Jardim Ângela até a Estação de Transferência Vitor Manzini.
Tamanho do percurso: 8 km
Custo: R$ 99 milhões
Fase: obra iniciada em novembro de 2013
Prazo: maio de 2015

Corredor Berrini
Trajeto: ao longo das avenidas Engenheiro Luiz Carlos Berrini e Chucri Zaidan
Tamanho do percurso: 3,3 Km
Custo: R$ 45 milhões
Status: obra iniciada em novembro de 2013
Prazo: junho de 2015

Corredor Binário Santo Amaro
Trajeto: conexão entre vias que vão unir os corredores da Avenida Santo Amaro e do Vereador José Diniz
Tamanho do percurso: 8,5 km
Custo: R$ 48 milhões
Fase: obra iniciada em outubro de 2013
Prazo: outubro de 2015

Corredor Capão Redondo/Campo Limpo/Vila Sônia
Trajeto: vai passar por vias como a Estrada de Itapecerica.
Tamanho do percurso: 12 km
Custo: R$ 243 milhões
Fase: obra contratada, aguardando licença ambiental
Prazo: 36 meses

Corredor Inajar de Souza / Marquês de São Vicente / Rio Branco
Trajeto: tem a função de estabelecer uma ligação rápida por transporte coletivo entre a região noroeste e o centro da cidade.
Tamanho do percurso: 14,6 Km
Custo: 170 milhões
Fase: obra iniciada em agosto de 2013
Prazo: agosto de 2015

Fonte: G1

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

São Paulo terá 140 linhas de ônibus na madrugada

Os coletivos vão passar a cada 15 minutos e devem atender a estudantes, trabalhadores e pessoas que buscam diversão na madrugada | André Porto/Metro

Cento e quarenta linhas de ônibus vão circular durante a madrugada pelos principais corredores de São Paulo a partir de 28 de fevereiro. A data foi confirmada nesta quarta-feira pelo secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto.

Em novembro, a prefeitura anunciou o projeto que previa 500 ônibus para atender 800 mil pessoas, entre meia noite e 4h40, horário em que o metrô está fechado. Os coletivos vão passar a cada 15 minutos e devem atender a estudantes, trabalhadores e pessoas que buscam diversão na madrugada.

Também em fevereiro, deve começar uma nova etapa do projeto piloto de carga e descarga noturna na região da Lapa, na zona oeste. Segundo Tatto, a vizinhança não têm reclamado da movimentação e já é possível aumentar o número de operações.

Fonte: Metro Jornal

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

SPTrans divide operação de linha da Zona Norte com 2 empresas

Ônibus da empresa Sambaíba na linha 209P/10 / Foto: Fernando Santos

Atualmente operada pela Sambaíba, a Linha 209P/10 Cachoeirinha – Terminal Pinheiros, a partir de 25 de janeiro deve dividir a operação com outra empresa, a Santa Brigida. É o que diz um comunicado da SPTrans.

É a primeira vez que dois consórcios de ônibus de áreas diferentes com administrações diferentes operam a mesma linha. De acordo ainda com o comunicado, não haverá alteração no itinerário.

Considerada como modelo, a 209P opera desde 30 de novembro de 2013, com partidas todos os dias da semana. Alguns veículos são dotados de Wi-Fi.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Ônibus com a "cara" de São Paulo circulam pela cidade em comemoração aos seus 461 anos

Especialmente para a comemoração dos 461 anos de São Paulo, desde o dia 20 de janeiro, dois coletivos enfeitam a cidade com desenhos iluminados dos mais populares ícones da capital paulista, entre eles a Mão, escultura de Oscar Niemeyer representando o Memorial da América Latina, o Obelisco do Ibirapuera e o Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand - Masp.
 
Os ônibus estão alternando a circulação por 12 linhas, todas da  Zona  Norte, como a 177Y/10, que sai da Estação Barra Funda e vai até o Terminal Pinheiros,  e é uma boa opção  de transporte para quem quer chegar  ao  Memorial da América Latina e curtir a diversidade cultural que a cidade oferece.
 
A expectativa é que outras empresas, além da Sambaíba,  participem desta homenagem que vai até o  domingo, 25 de janeiro, data da comemoração do aniversário  da cidade e  em que haverá uma extensa programação cultural e gastronômica em todas as regiões da capital.
 
Os veículos poderão ser encontrados nas seguintes linhas a partir das 19 horas:
 
Prefixo 2 3028 (tecnologia Super Articulado)
Data                                     Linha
20/01/2015                        175T/10 Metrô  Santana/ Metrô Jabaquara
21/01/2015                        106A/10 Metrô Santa/ Itaim Bibi
22/01/2015                        209P/10 Cachoeirinha/ Term. Pinheiros
23/01/2015                        971X/10 Term. Cachoeirinha/ Santana
24/01/2015                        175P/10 Metrô Santana/ Ana Rosa
25/01/2015                        209P/10 Cachoeirinha/ Term. Pinheiros
 
Prefixo 2 2264 (tecnologia básico)
Data                                     Linha
20/01/2015                        1759/10 Jd. Pery Alto/ Metrô Santana
21/01/2015                        1741/10 Vila Dionísia/ Metrô Santana
22/01/2015                        177P/10 Casa verde/ Butantã- USP
23/01/2015                        971R/10 Estação Jaraguá/ Metrô Santana
24/01/2015                        177Y/10 Barra Funda/ Term. Pinheiros  
25/01/2015                        1743/10 Jd. Pery Alto/ Shopping D
 
PASSEIO TURÍSTICO DE TRÓLEBUS
Em comemoração aos 461 anos da cidade, a São Paulo Transporte (SPTrans) realizará a 10ª edição do Passeio Turístico de Trólebus. O evento será gratuito e ocorrerá no domingo, dia 25 de janeiro, das 9h às 15h, com saída do Pátio do Colégio - Centro.
 
Veja mais: http://www.sptrans.com.br/noticias/noticia.aspx?6027
 
Fonte: SPTrans

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obras alteram circulação nas linhas da CPTM, neste domingo (25/01)

Neste domingo, 25 de janeiro, a CPTM [Companhia Paulista de Trens Metropolitanos] prosseguirá com as obras de modernização em algumas das suas linhas. Confira a programação e antecipe sua viagem:

Linha 7-Rubi [Luz - Francisco Morato]


Domingo: das 4h até meia-noite serão realizados serviços no sistema de rede aérea nas proximidades da Estação Franco da Rocha. O intervalo médio entre as estações Luz e Caieiras será de 12 minutos e de Caieiras a Francisco Morato, 24 minutos.

Linha 8-Diamante [Júlio Prestes - Itapevi]

Domingo: das 4h até meia-noite haverá intervenções no sistema de rede aérea no trecho entre as estações Gen. Miguel Costa e Antônio João. O intervalo médio na linha será de 20 minutos.

Linha 10-Turquesa [Brás - Rio Grande da Serra]

Domingo: das 8h às 16h, os trabalhos estarão concentrados nos equipamentos de via permanente nas proximidades da Estação Tamanduateí. O trabalho não irá interferir no intervalo entre os trens.

Linha 11-Coral/ Expresso Leste [Luz - Guaianazes]

Domingo: das 4h até meia-noite ao intervalo médio será de 15 minutos, em razão das obras em andamento no trecho da extensão [Guaianazes - Estudantes].

Linha 11-Coral/ Extensão [Guaianazes - Estudantes]

Domingo: das 4h até meia-noite a circulação ficará interrompida entre as estações Guaianazes e Jundiapeba, devido as intervenções no sistema de rede aérea e nos equipamentos de via permanente, além das obras das estações que estão sendo reconstruídas.

PAESE: Para atender aos usuários, serão disponibilizados ônibus de conexão entre Guaianazes e Jundiapeba, com parada nas estações Antônio Gianetti, Calmon Viana e Suzano para embarque e desembarque. As senhas para utilização dos ônibus de conexão deverão ser retiradas nas estações. O intervalo médio será de 15 minutos no trecho entre Jundiapeba e Estudantes.

Linha 12-Safira [Brás - Calmon Viana]

Domingo: das 4h até meia-noite serão realizados serviços no sistema de rede aérea no trecho entre as estações USP Leste e Comendador Ermelino. O intervalo médio na linha será de 25 minutos.

Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição a Central de Atendimento ao Usuário, no telefone 0800- 0550121

Fonte: CPTM

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Ar-condicionado em ônibus é obrigatório, decide prefeitura

Ônibus com ar-condicionado: há somente 60 deles circulando pela capital paulista, diz a SPTrans / Foto: Clébio Júnior

A Prefeitura de São Paulo publicou nesta quinta-feira, 22, uma portaria no Diário Oficial do Município determinando que "todos os veículos vinculados aos serviços de transporte coletivo de passageiro" deverão "estar dotados de equipamentos de ar-condicionado". 

Segundo a portaria, a medida tem como propósito "garantir aos cidadãos condições dignas de locomoção, proporcionando maior conforto e segurança". 

Conforme divulgou o jornal O Estado de S. Paulo nesta quarta-feira, 21, a diferença de temperatura em um ônibus com sistema de refrigeração e outro sem o equipamento pode chegar até a 12ºC.

A gestão Fernando Haddad (PT) quer que a exigência também faça parte do contrato de concessão dos ônibus. 

Pendente desde julho de 2013, a licitação está prevista para ser lançada neste primeiro semestre. 

"Primeiramente, nós estamos preparando o processo licitatório e isso (exigência do ar-condicionado) vai estar na próxima concessão", declarou o secretário municipal de Transportes Jilmar Tatto, há uma semana.
Ainda de acordo com a portaria, a São Paulo Transporte (SPTrans) deve estabelecer critérios e prazos para que as empresas instalem ar-condicionado nos veículos.

Atualmente, há somente 60 ônibus com ar-condicionado circulando pela capital paulista, de acordo com dados oficiais da SPTrans. 

Ou seja, apenas 4 a cada mil veículos da frota (de cerca de 14.800 ônibus) estão equipados com refrigeração.

Até o fim do ano, a estimativa é de que ao menos mil veículos com ar-condicionado circulem em todas as regiões da cidade, mas ainda não há prazo oficial para que a frota seja completamente renovada.

Fonte: Exame

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Com elevador quebrado, cadeirante se arrasta em estação do Metrô

Placa informava que equipamento estava em manutenção e usuária não tinha como subir

Uma cadeirante precisou se arrastar pela escadaria da estação Ana Rosa do metrô para conseguir embarcar. Com um aviso indicando que o elevador estava em manutenção, a mulher chegou a pedir ajuda para os funcionários, que não informaram desde quando o equipamento está com problema e qual o prazo para ser arrumado. 

O Metrô confirmou, em nota, que o elevador está em manutenção e declarou que uma "funcionária do Metrô (que aparece na imagem inclusive carregando a bolsa da usuária), se prontificou a acompanhá-la no trem seguinte até a próxima estação (Paraíso, onde poderia seguir viagem sem a necessidade do uso de elevadores ou escadas, até a estação Conceição)".

Ainda de acordo com a companhia, a cadeirante aceitou ajuda de três funcionários quando chegou ao mezanino da estação. O Metrô informou, também, que "compreende as dificuldades e o desconforto, por isso os funcionários são devidamente treinados para atender as pessoas com mobilidade reduzida e os demais usuários do sistema". 

Fonte: R7

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Mais um passo para a expansão da Linha 5-Lilás até Jardim Ângela

Metrô lança licitação para execução de investigações geotécnicas
A Companhia do Metrô dá mais um passo para a expansão da Linha 5-Lilás do Metrô até Jardim Ângela. Após a contratação do projeto funcional, ocorrida no último dia 26, hoje (11/07) foi lançado o edital de licitação para contratação de empresa para realizar as sondagens geotécnicas no trecho entre a estação Capão Redondo e o bairro Jardim Ângela.

O estudo geotécnico é fundamental para identificar com precisão a viabilidade do terreno para construção de uma linha metroviária. A partir deste levantamento é possível conhecer as propriedades físicas do subsolo para subsidiar o desenvolvimento do projeto básico.

Em todas as obras em grande escala há necessidade de investigar as características do solo, já que a partir das conclusões do mapeamento geotécnico será possível verificar se o terreno precisará ser tratado antes de receber o empreendimento. Os dados coletados na investigação geotécnica vão basear o projeto básico de expansão do trecho estação Capão Redondo da Linha 5-Lilás até Jardim Ângela.

O traçado inicial aponta que ampliação da linha sentido bairro terá cerca de quatro quilômetros e 3 novas estações: Parque Santo Dias, São José e Jardim Ângela, a expectativa é que sejam transportados, no trecho total da linha, isto é, da Estação Chácara Klabin até a Estação Jardim Ângela, 900 mil passageiros por dia.

Em andamento

Neste momento, está em contratação o projeto funcional dessa extensão, etapa que se definirá o traçado da via e a localização exata das estações. A conclusão deste estudo está prevista para o final do ano. Posteriormente, será realizada licitação para a contratação do projeto básico que apontará maior detalhamento deste traçado. A execução do projeto básico é uma das etapas mais importantes da obra, já que um dos seus principais objetivos é prover o orçamento da obra com precisão adequada, segundo a Lei 8666/93. Além disso, o estudo básico também define o tipo mais adequado de estrutura, apontando em especial quando há necessidade de uma obra subterrânea.

Já está disponível no site do Metrô  (www.metro.sp.gov.br) o edital desta licitação, que se caracteriza por ser do tipo técnico e menor preço. O valor do orçamento estimado pelo Metrô para essa licitação é de R$ 4.744.382,25 e a sessão pública para recebimento e abertura das propostas está marcada para o dia 3 de setembro.

Rumo à Chácara Klabin

Atualmente, o Metrô de São Paulo está ampliando a Linha 5 entre as estações Largo Treze e Ch´cara Klabin. As obras compreendem 11,5 km de extensão, 11 estações (Adolfo Pinheiro, Alto da Boa Vista, Borba Gato, Brooklin, Campo Belo, Eucaliptos, Moema, AACD-Servidor, Hospital São Paulo, Santa Cruz e Chácara Klabin) e um pátio de estacionamento e manutenção (Guido Caloi). Este trecho integrará com a Linha 1 - Azul, na Estação Santa Cruz, e com a Linha 2 - Verde na Estação Chácara Klabin e com a futura Linha 17 na Estação Campo Belo.

A primeira etapa, entre a Estação Largo Treze e a nova estação Adolfo Pinheiro, deverá ser concluída no final de 2013. Quando concluída, em 2016, até Chácara Klabin, esta linha, que tem atualmente 8,4 km de extensão, seis estações e transporta 250 mil usuários diariamente, em média, terá 19,9 km de extensão, 17 estações e com estimativa de atender 770 mil passageiros diários.

Fonte: Metrô/SP
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Queda de energia elétrica provoca problemas no transporte sobre trilhos paulista

A Secretaria dos Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo esclarece que, na tarde desta segunda-feira [19/1], duas ocorrências relacionadas ao fornecimento de energia elétrica pela empresa concessionária AES Eletropaulo geraram transtornos e paralisações no transporte sobre trilhos da região metropolitana de São Paulo.

A primeira ocorrência foi uma oscilação no fornecimento de energia, detectada às 14h35, que causou falha no sistema de alimentação elétrica, impondo à Linha Amarela, operada pela ViaQuatro, velocidade reduzida. Dez minutos depois, a operação de toda a linha foi interrompida, situação que permaneceu por cerca de 15 minutos.

Às 15h00 foram fechadas as estações Luz e República e a Linha 4 passou a operar parcialmente, apenas no trecho entre Paulista e Butantã. A operação foi restabelecida somente às 16h29.

Na CPTM [Companhia Paulista de Trens Metropolitanos], entre 18h e 18h20, devido a nova oscilação no fornecimento de energia pela Eletropaulo, os trens da Linha 11-Coral [Luz - Guaianazes - Estudantes] circularam com velocidade reduzida e maior tempo de parada entre as estações Luz e Calmon Viana.

Assessoria de Imprensa
Secretaria dos Transportes Metropolitanos

Fonte: CPTM

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Problema elétrico fecha estações Luz e República da Linha 4 do metrô

Às 15h30, trens circulavam apenas entre as estações Butantã e Paulista. Linha 2-Verde opera com velocidade reduzida.

As estações República e Luz da Linha 4-Amarela estão fechadas desde às 15h10 desta segunda-feira (19). Segundo a ViaQuatro, empresa que administra a linha, o motivo é um problema de alimentação na rede externa na região da Estação da Luz.
Às 15h30, técnicos da ViaQuatro estavam no local tentando consertar a falha. Os trens operavam apenas entre as estações Butantã e Paulista.

O Metrô divulgou no Twitter que todas as linhas operavam normalmente às 15h50. Mais cedo, a Linha 2-Verde operou com velocidade reduzida em razão do grande fluxo de passageiros que a Estação Consolação recebia da Linha 4-Amarela, que teve as estações República a Luz fechadas. Os passageiros com destino à região central de São Paulo precisavam então sair na Estação Paulista e pegar a Linha 2.

Fonte: G1

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Passeio de trólebus no aniversário de São Paulo chega a 10ª Edição

A prefeitura de São Paulo realiza o 10º passeio turístico de trólebus no centro da capital, em comemoração dos 461 da cidade. O evento será no domingo, dia 25 de janeiro.

O ponto de saída dos ônibus elétricos será no Pátio do Colégio com partidas grátis para a população com trólebus saindo a cada 4 minutos. O passeio passa pelos principais pontos do centro, sempre com um guia turístico contando um pouco a historia da cidade.

A primeira partida será as 9h15, com um trajeto que dura em média 40 minutos. O itinerário será: Pátio do Colégio, Mosteiro do São Bento, Edifício Martinelli, Edifício Altino Arantes, Viaduto do Chá, Theatro Municipal, Praça da República, Edifício Itália, Biblioteca Mário de Andrade, Largo São Francisco e Catedral da Sé.

Devem compor a frota, veículos da empresa Ambiental Transportes, que presta serviços na cidade, além de trólebus da Metra, que opera o corredor São Mateus – Jabaquara.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Simulação de surfe e ciclismo divertem usuários da Estação Brás da CPTM

A partir do dia 20 de janeiro, próxima terça-feira, a Estação Brás da CPTM vai desafiar os usuários que quiserem testar a capacidade de equilíbrio e desempenho em ciclismo.

Até 27 de janeiro, das 10h às 19h, testes de equilíbrio em pranchas de surfe de diferentes tamanhos garantirão a diversão dos usuários-atletas. Paralelamente, no mesmo período e horário, duas bicicletas estacionárias ficarão à disposição. Uma delas com quatro assentos e a outra típica dos anos 1920. As bicicletas servirão para simular um passeio ciclístico.

Um cenário com imagens que remetem ao verão convidará o público a registrar sua passagem pelo espaço. O painel fotográfico, instalado atrás dos equipamentos, reforçará o incentivo para aqueles que pretendem surfar nas pranchas ou pedalar nas bikes fixas.

Entre 9 e 13 de fevereiro, de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h, o espaço receberá mais uma atração: Jogando com o Corpo. A atividade oferece a oportunidade de praticar atividade física por meio de EXERgames, jogos eletrônicos de dança.

As atividades são gratuitas e recomendadas para maiores de 7 anos.

Ao longo de janeiro e fevereiro, outras quatro estações recebem o projeto Sesc Verão 2015 [Osasco, Palmeiras-Barra Funda, Santo Amaro e São Caetano]. O público pode vivenciar diversas modalidades esportivas, escolhendo aquelas com as quais se identifica. A programação ocorrerá, alternadamente, até o dia 27 de fevereiro.

A ação, desenvolvida em parceira com diferentes unidades do Sesc-SP, visa destacar a importância da atividade física para todas as idades e proporcionar momentos de lazer, combatendo o sedentarismo e promovendo o bem-estar. A programação completa do Sesc Verão pode ser acessada em www.sescsp.org.br/sescverao ou www.movebrasil.org.br, além das redes sociais Facebook e Twitter.

Confira a programação da Estação Brás e participe:

Estação Brás

20 a 27/01
10h às 19h Testes de equilíbrio em pranchas de surfe
Ciclismo com uso de bicicletas estacionárias
Painel fotográfico com tema do verão

09 a 13/02
10 às 17h Exercícios com jogos eletrônicos de dança, esportes e automobilismo

Fonte: CPTM

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obras de modernização alteram circulação nas linhas da CPTM no próximo final de semana, 17 e 18/01



Neste final de semana, 17 e 18 de janeiro, a CPTM prosseguirá com as obras de modernização em algumas das suas linhas. Confira a programação e antecipe sua viagem:

Linha 7-Rubi [Luz - Francisco Morato - Jundiaí]

Domingo: das 4h até meia-noite serão realizados serviços no sistema de rede aérea na Estação Franco da Rocha. O intervalo médio entre as estações Luz e Caieiras será de 12 minutos e de Caieiras a Francisco Morato, 24 minutos.

Linha 8-Diamante [Júlio Prestes - Itapevi - Amador Bueno]

Domingo: das 4h até meia-noite haverá manutenção no sistema de rede aérea entre as estações Barueri e Engenheiro Cardoso. A partir das 23h, também serão realizadas intervenções no sistema de sinalização entre as estações Comandante Sampaio e Gen. Miguel Costa. O intervalo médio entre as estações Júlio Prestes e Barueri será de 10 minutos e de Barueri a Itapevi, 20 minutos.

Linha 9-Esmeralda [Osasco - Grajaú]

Domingo: das 9h às 19h, os trabalhos estarão concentrados nos equipamentos de via permanente entre as estações Santo Amaro e Socorro. O intervalo médio será de 25 minutos em toda linha.

Linha 10-Turquesa [Brás - Rio Grande da Serra]

Domingo: das 9h às 17h, haverá intervenções nos equipamentos de via permanente no trecho entre Santo André e Capuava, sem impacto nos intervalos entre os trens.

Linha 11-Coral/ Expresso Leste [Luz - Guaianazes]

Domingo: das 4h até meia-noite a circulação de trens estará interrompida entre as estações Tatuapé e Corinthians-Itaquera, em razão de serviços nos sistemas de sinalização, rede aérea e equipamentos de via permanente a serem realizadas pela CPTM e obras na passarela da Estação Vila Guilhermina-Esperança realizadas pelo Metrô. O intervalo entre os trens será de 15 minutos entre as estações Luz e Tatuapé e de Corinthians-Itaquera a Guaianazes. Para atender os usuários haverá conexão com os trens do Metrô entre as estações Tatuapé e Corinthians Itaquera.

Linha 11 - Coral/ Extensão [Guaianazes - Estudantes]

Domingo: das 4h até meia noite, a circulação ficará interrompida entre as estações Guaianazes e Jundiapeba, devido aos serviços no sistema de rede aérea e obras de infraestrutura das novas estações. Para atender aos usuários, serão disponibilizados ônibus de conexão entre Guaianazes e Jundiapeba, com parada nas estações Antônio Gianetti, Calmon Viana e Suzano para embarque e desembarque. As senhas para utilização dos ônibus de conexão deverão ser retiradas nas estações. O intervalo médio será de 15 minutos no trecho entre Jundiapeba e Estudantes.

Linha 12 - Safira [Brás - Calmon Viana]

Sábado: das 21h até o fim da operação comercial, haverá intervenções nos equipamentos de via permanente entre as estações Itaim Paulista e Jardim Romano. O intervalo médio será de 25 minutos em toda linha.

Domingo: das 4h às 12h, os serviços nos equipamentos de via permanente prosseguirão no trecho entre Itaim Paulista e Jardim Romano. Em toda a linha o intervalo médio será de 25 minutos. Das 13h até meia-noite, os trabalhos ficarão concentrados no sistema de rede aérea entre as estações Tatuapé e USP Leste. O intervalo médio em toda a linha será de 20 minutos.
Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição a Central de Atendimento ao Usuário, no telefone 0800- 0550121.

Fonte: CPTM

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Passe Livre; Confira as regras do transporte coletivo em SP

Gratuidade é válida para todos os alunos do ensino fundamental e médio da rede pública, alunos de universidade pública com renda de até R$ 1.182 e alunos de universidade privada beneficiários do Prouni, Fies, Bolsa Universidade ou Cotas Sociais.

Passe livre para estudantes; Alunos do ensino fundamental e médio na cidade São Paulo terão direito a gratuidade. Universitários com renda até 1.182,00 e beneficiários de bolsas do governo podem usufruir do benefício.

A Secretaria Municipal de Transportes publicou, no Diário Oficial da Cidade a portaria de regulamentação das regras para concessão do passe livre a estudantes no transporte público. As regras foram estabelecidas em conjunto com o governo do Estado e confirmam os critérios para obtenção da gratuidade anunciados anteriormente. A regulamentação detalha que, nos casos onde haverá limitação por renda familiar per capita, valerá a auto declaração do estudante, que será feita na página de cadastro do Bilhete Único. Não deixe para a última, efetue o seu cadastro, ainda hoje.

Para uso no ônibus, os alunos que estudam cinco dias por semana receberão 24 “cotas diárias” por mês. Cada “cota diária” permite até oito embarques de ônibus em um período de 24 horas. Dessa forma, o estudante tem mais liberdade para completar seu trajeto, em um ou mais ônibus, no limite máximo de até 192 embarques por mês*. A concessão das cotas é proporcional aos dias de aula. Portanto, se o aluno estuda uma vez por semana, receberá cinco cotas. As cotas não são cumulativas. Se não forem utilizadas, não ficarão acumuladas no cartão para o mês seguinte.

Terão direito às cotas gratuitas os estudantes que cursem:
  • O ensino fundamental e médio nas redes públicas de ensino municipal, estadual ou federal;
  • O ensino superior das redes públicas estadual ou federal, que possuam renda familiar per capita inferior a 1,5 salário mínimo nacional.
  • O ensino superior em estabelecimentos privados desde que sejam:
  • Bolsistas do programa Prouni – Programa Universidade para Todos
  • Financiados pelo Fies - Programa de Financiamento Estudantil
  • Integrantes do Programa Bolsa Universidade (Programa Escola da Família), que possuam renda familiar per capita inferior a 1,5 salário mínimo nacional.
  • Abrangidos por programas governamentais de cotas sociais, que possuam renda familiar per capita inferior a 1,5 salário mínimo nacional.

O cartão do Bilhete Único com a gratuidade para os estudantes só pode ser usado por seu titular, que é responsável pela recarga. Quando as cotas e viagens se esgotarem, será cobrado o valor padrão da tarifa para novas viagens no transporte coletivo.

*Esse limite é o equivalente às 48 viagens por mês anunciadas anteriormente, considerando que cada “viagem” de ônibus pode ter até 4 embarques.

Fonte: CBN
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Ônibus não deixam garagens em São Caetano, no ABC

Os ônibus de três empresas de São Caetano do Sul, no ABC, não saíram das garagens nesta quarta-feira (14), como informou o Bom Dia Brasil.

Os funcionários das empresas Tucuruvi e da Viação Padre Eustáquio (Vipe), que são do mesmo grupo, fazem linhas municipais e intermunicipais. Eles pararam em protesto à demissão de um funcionário.

Na Viação Santa Paula, os funcionários também impedem a saída dos ônibus por causa do atraso nos salários, na entrega de tickets de alimentação e no pagamento do convênio médico.

Fonte: G1

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Zona Leste da capital ganha segundo espaço sócioambiental da Linha 13-Jade

A CPTM inaugura mais um espaço socioambiental dedicado à apresentação das obras da Linha 13-Jade da CPTM. A partir desta sexta-feira, 9 de janeiro, a população poderá conhecer as obras da futura linha que interligará São Paulo a Guarulhos. Instalado no canteiro de obras da av. Dr. Assis Ribeiro, 3751, próximo à antiga Estação Engenheiro Goulart, o novo espaço exibirá vídeos do escopo do empreendimento e apresentará palestras com temáticas ambientais e educação patrimonial.

O espaço tem também por objetivo oferecer ações voltadas ao fomento da qualidade de vida, promoção cultural, socioeducativa e social, que serão integradas na programação de atividades. Uma equipe de teatro fará continuamente a interação com o público interessado em conhecer as novidades, por meio de dinâmicas de grupo.

A iniciativa da CPTM visa proporcionar um canal de relacionamento com as comunidades do entorno. Por meio dele, a população poderá obter informações sobre os benefícios da obra, registrar opiniões e críticas, além de discutir assuntos de interesses da população local e do empreendedor.

A realização das atividades do espaço socioambiental é do consórcio HFTS, responsável pelas obras do Lote 1 de implantação da referida linha, sob a supervisão da CPTM.

O funcionamento do espaço ocorrerá de segunda a sexta das 9h às 16h.

O primeiro Espaço Socioambiental, localizado dentro do Museu do Tietê no Parque Ecológico, também na zona leste da capital, foi inaugurado em 16 de dezembro de 2014.

Fonte: CPTM

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obras de modernização alteram circulação nas linhas da CPTM no próximo final de semana, 10 e 11/01

Neste final de semana, 10 e 11 de janeiro, a CPTM prosseguirá com as obras de modernização em algumas das suas linhas. Confira a programação e antecipe sua viagem:

Linha 7-Rubi [Luz - Francisco Morato-Jundiaí]

Domingo: das 4h à meia-noite, a circulação de trens entre as estações Palmeiras-Barra Funda e Caieiras ficará interrompida, devido a serviços no sistema de rede aérea. Ônibus de conexão serão disponibilizados para atender aos usuários, com parada na Estação Pirituba para embarque e desembarque. As senhas para utilização dos ônibus de conexão deverão ser retiradas nas estações. O intervalo médio será de 21 minutos entre as estações Luz e Palmeiras-Barra Funda, e de 15 minutos entre as estações Caieiras e Francisco Morato.

Das 10h às 17h, serão realizadas intervenções nos equipamentos de via permanente próximo à Estação Campo Limpo Paulista

Linha 8-Diamante [Júlio Prestes - Itapevi - Amador Bueno]

Domingo: das 9h às 19h, haverá manutenção nos equipamentos de via permanente no trecho entre as estações Lapa e Imperatriz Leopoldina. O intervalo médio será de 20 minutos em toda a linha.

Linha 9-Esmeralda [Osasco - Grajaú]

Domingo: das 4h à meia-noite, em razão de serviços no sistema de rede aérea no trecho entre as estações Vila Olímpia e Granja Julieta. O intervalo médio será de 20 minutos em toda a extensão da linha.

Linha 10-Turquesa [Brás - Rio Grande da Serra]

Domingo: das 8h às 18h, serão realizados serviços nos equipamentos de via permanente nas proximidades da Estação Guapituba. O intervalo médio será de 10 minutos entre as estações Brás e Mauá, e de 30 minutos entre Mauá e Rio Grande da Serra.

Linha 11-Coral/ Expresso Leste [Luz-Guaianazes]

Domingo: das 4h às 13h, haverá serviços nos equipamentos de via permanente entre as estações Corinthians-Itaquera e Guaianazes. Das 14h à meia-noite, os trabalhos estarão concentrados no sistema de rede aérea, próxima à Estação Tatuapé. Até às 14h, o intervalo médio será de 21 minutos entre as estações Luz e Corinthians-Itaquera, e 30 minutos entre Corinthians-Itaquera e Guaianazes. Após esse horário, a circulação da linha segue com intervalo de 15 minutos em toda sua extensão.

Linha 11-Coral/Extensão [Guaianazes - Estudantes]

Domingo: das 4h à meia-noite, a circulação de trens ficará interrompida entre as estações Guaianazes e Jundiapeba, devido a intervenções no sistema de rede aérea e obras das estações que estão sendo reconstruídas. O intervalo médio será de 15 minutos entre as estações Jundiapeba e Estudantes. Para atender aos usuários, serão disponibilizados ônibus de conexão entre Guaianazes e Jundiapeba, com parada para embarque e desembarque nas estações Antônio Gianetti, Calmon Viana e Suzano. As senhas para utilização dos ônibus de conexão deverão ser retiradas nas estações.

Linha 12-Safira [Brás-Calmon Viana]

Sábado: das 21h de sábado até o fim da operação comercial, haverá intervenções no sistema de rede aérea entre as estações Comendador Ermelino e USP Leste. O intervalo médio será de 30 minutos em toda extensão da linha.

Domingo: das 4h às 12h, serão realizados serviços no sistema de rede aérea entre as estações Comendador Ermelino e USP Leste. Das 13h à meia-noite, os trabalhos ficarão concentrados nas proximidades da Estação USP Leste. O intervalo médio será de 25 minutos em toda extensão da linha.

Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição a Central de Atendimento ao Usuário, no telefone 0800- 0550121.

Fonte: CPTM

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Após lentidão, Linha 12-Safira funciona normalmente nesta quinta

No início da operação desta quinta, circulação ficou lenta. Na quarta, placa caiu sobre linha e bloqueou o tráfego de trens.

Após uma lentidão registrada no começo da operação, a Linha 12-Safira, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), voltou a circular normalmente na manhã desta quinta-feira (8).

A linha, que liga o Brás a Calmon Viana, ficou interrompida do fim da tarde até a noite de quarta –feira (7) porque o temporal derrubou uma placa e uma grade da passarela desativada da estação Itaim Paulista, na Zona Leste de São Paulo.

A operação ficou bloqueada entre as estações Brás e Jardim Romano, também na Zona Leste de São Paulo.

As estações USP Leste e Comendador Ermelino da Linha 12 foram alvo de vandalismo. Revoltados com a interrupção da circulação, passageiros quebraram bilheterias, lâmpadas, vidros e catracas das estações, segundo informações da CPTM.

 O leitor Júlio Vieira enviou fotos da depredação pela ferramenta colaborativa VC no G1. Em uma das fotos, é possível ver fogo em uma cabine. Ele criticou as pessoas que "descontam a raiva no patrimônio público".

Morador de Itaquaquecetuba, Vieira depende da linha e precisou seguir a pé até a estação São Miguel Paulista, onde conseguiu uma carona.

A operação Paese foi acionada, com ônibus circulando entre as estações Jardim Helena e Jardim Romano, segundo a SPTrans. A queda de um raio também afetou a operação de trens da Linha 11-Coral da CPTM, que circularam com velocidade reduzida entre as estações Luz e Tatuapé.

Fonte: G1

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

CPTM: Cinco estações da CPTM recebem Porjeto "SESC VERÃO 2015"

Em parceira com o Sesc-SP, a CPTM [Companhia Paulista de Trens Metropolitanos] promoverá atividades esportivas e recreativas em cinco estações [Osasco, Brás, Palmeiras-Barra Funda, Santo Amaro e São Caetano]. A programação do "Sesc Verão 2015" ocorrerá, alternadamente, entre os dias 9 de janeiro e 27 de fevereiro, com atividades das 8h às 20h. A ação visa destacar a importância da atividade física e proporcionar momentos de lazer e a experimentação de novas modalidades esportivas.

Haverá atividades diferentes em cada uma das estações participantes do evento. Algumas envolverão os usuários nas apresentações de esportistas e demonstrações de exercícios de medem equilíbrio, força, flexibilidade, concentração e agilidade; outras estimularão a participação em jogos como minigolfe e tênis de mesa. O atletismo também figura entre as atrações, com a instalação de bicicletas estacionárias, prática de saltos e exercícios inspirados pelo videogame Xbox 360. Testes de aferição da pressão arterial e cálculo do IMC [índice de massa corporal] integram o roteiro que orientará e incentivará a adesão à práticas saudáveis.

Na Estação Osasco, além das atividades físicas, será possível testar velocidade de corrida, por meio de equipamento que mede desempenho e limites aeróbicos. A Estação Santo Amaro servirá como ponto de encontro e chegada de passeio ciclístico pela Ciclovia Rio Pinheiros. Dependendo da programação, as atividades serão monitoradas por profissionais de educação física. Adaptadas para diferentes níveis de desempenho, não há restrição de idade para participação.

Confira a programação e participe.
Estação Osasco - 17h às 20h

09/01
Badminton - Esporte com uso de raquete e peteca

12 e 13/01
Speedminton - Esporte que mistura badminton, squash e tênis

15 e 16/01
Teste de velocidade de corrida - permite ao público testar limites

19 e 20/01
Ecobikes com música [energia gerada com pedaladas], atletismo virtual [oficinas com o videogame Xbox 360]

22 e 23/01
Slackline e Jumps [exercícios que trabalham equilíbrio, concentração, consciência corporal e agilidade]; tênis de mesa;

26 e 27/01 Atletismo virtual

29 e 30/01 Tênis de mesa
05 e 06/02 Ginástica multifuncional

Estação Brás

20 a 27/01
10h às 19h Testes de equilíbrio em pranchas de surfe

Ciclismo com uso de bicicletas estacionárias

Painel fotográfico com tema do verão

09 a 13/02
10 às 17h Exercícios com jogos eletrônicos de dança, esportes e automobilismo

Estação Palmeiras-Barra Funda - 8h às 18h

12 a 30/01
Tênis de mesa; minigolf

Aplicação de testes de aferição da pressão arterial e cálculo de IMC, visando promover a conscientização e prevenção da saúde

Simulador de golfe [projeção de tela com imagem de campo de golfe simulará a prática da modalidade]
12 a 16/01 Índice Relação Cintura-Quadril
19 a 23/01 Aferição da Pressão Arterial

26 a 30/01 Cálculo IMC

Estação Santo Amaro


18/01
10h30 às 14h

Passeio ciclístico na Ciclovia Rio Pinheiros com saída no Sesc Santo Amaro e chegada na Estação Santo Amaro.

Estação São Caetano

27/02
9h às 10h e
18h às 19H
Apresentação de banda acompanhada de três casais de dançarinos.


Fonte: CPTM

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

SPTrans contradiz Haddad e afirma que passe livre para estudantes só começa em fevereiro

Haddad afirmou que o passe livre começa no dia 6 de janeiro

A Prefeitura de São Paulo parece confusa quanto à data de início do passe livre a estudantes de baixa renda nos ônibus da capital. O prefeito Fernando Haddad anunciou nesta terça-feira (30) que o benefício começa a valer na terça-feira que vem (6). Questionada pelo R7, no entanto, a SPTrans diz que a gratuidade só entra em vigor no dia 1º de fevereiro, início do ano letivo.

Haddad anunciou a criação do benefício para estudantes de escolas públicas e universitários do ProUni e Fies no dia 26 de dezembro, mas muitos pontos do programa ainda não foram esclarecidos.

Em entrevista ao telejornal SPTV, da Rede Globo, Haddad afirmou que não quer que o passe seja usado apenas para trajetos até escolas. Apesar disso, a prefeitura disse que o benefício valerá para apenas 48 viagens ao longo do mês.

Questionada sobre como o estudante que tem direito ao passe livre deve proceder para recebê-lo, a SPTrans limitou-se a dizer que o Bilhete Único Escolar deve ser solicitado no site da empresa http://bilheteunico.sptrans.com.br e em nas instituições de ensino.

No mesmo dia em que o passe livre foi divulgado, Haddad afirmou o reajuste das tarifas de ônibus para a capital paulista, seguindo a mesma linha do Estado, que aumentou a tarifa do trem e metrô, passando de R$3 para R$3,50, no último dia 27. O MPL (Movimento Passe Livre) convocou uma manifestação contra o aumento da passagem para o dia 9 de janeiro. Em 2013, outros protestos do movimento acabaram na revogação do aumento da tarifa daquele ano.

Fonte: R7

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Vindo da Espanha, segundo trem do VLT chega a São Vicente

Partes do VLT foram transportadas na madrugada, vindas do Porto de Santos

O segundo trem que vai compor o sistema de Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) chegou na madrugada desta terça-feira (6) e já está na Linha Amarela, em São Vicente. A composição estava no Porto de Santos desde a manhã do dia 30 de dezembro, mas conduzido à Estação José Monteiro nesta madrugada. A estrutura foi transportada em três partes.

Até o começo da tarde, as estruturas não haviam sido descarregadas nos trilhos. Segundo a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), agora o VLT será montado e, em breve, estará em fase de testes.

Os veículos possuem 2,65 m de largura por 44 m de comprimento; capacidade para 400 usuários. Ele terá velocidade média de 25 km/h (a máxima é de 80km/h), ar condicionado e piso 100% baixo, facilitando a movimentação de usuários com dificuldade de locomoção.

O primeiro VLT chegou em maio do ano passado e após os testes necessários, recebeu 1.500 pessoas de 18/11 a 18/12 na Operação Visita Controlada entre as Estações Mascarenhas de Moraes e José Monteiro, em São Vicente. Um terceiro veículo importado está previsto para fevereiro. A outra parte da frota está sendo fabricada na nova unidade da Vossloh, em Três Rios, no Rio de Janeiro.

Ainda conforme a EMTU, as obras do VLT estão 80% concluídas. Das 15 estações em obras do trecho São Vicente (Barreiros) – Porto de Santos, 10 estão finalizadas: sete em São Vicente e três em Santos. Também foram entregues 3,5 km de ciclovia em São Vicente.

Fonte: A Tribuna

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Da Estação Brás até Mogi das Cruzes na década de 50

As atuais linhas 11-Coral e 12-Safira da CPTM ainda que precisam de melhorias na infraestrutura para torna-las um serviço no padrão do Metrô, já tiveram melhorias quanto as composições, regularidade de horários, além da extinção dos famosos pingentes, que era os usuários viajando pendurados nos trens. Esta melhora é recente, onde até o começo da década passada era possível ver estes tipos de problemas nas ferrovias paulistas.

As duas ligações que nasceram da antiga Central do Brasil, que foi uma das principais ferrovias do país, ligando as então províncias do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais já viveu momentos piores.
No vídeo a seguir você confere a panorama da ferrovia na década de 50, quando foi iniciada a eletrificação do trecho:


Estação Brás, antiga Roosevelt
Estação Brás, antiga Roosevelt

Estação Itaim


Antiga Estação Itaquera
Antiga Estação Itaquera

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Passe-Livre Estudantil de São Paulo deve ser limitado a 48 viagens

Diferentemente do que havia afirmado o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, de que o passe-livre estudantil possibilitaria viagens além do trajeto entre instituição de ensino e casa, permitindo que fossem realizados passeios, visitas a museus e a atrações turísticas, o benefício deve ser limitado a 48 viagens por mês. Falta regulamentação do executivo municipal. O transporte gratuito a estudantes é destinado para quem está matriculado nas redes públicas de ensino básico e médio e para quem está no curso superior de universidade pública ou conta com programas como Fies e ProUni, teoricamente destinado a universitários de baixa renda.

O benefício começa em fevereiro.
Ultrapassada a cota de 48 viagens, o estudante que conta com o passe-livre tem de pagar passagem inteira: R$ 3,50 e não possui direito à meia tarifa.

Isso impacta, por exemplo, estudantes que fazem mais de duas viagens por dia, como os que vão de casa para a escola, da escola para o trabalho direto e depois do trabalho para a casa.

A recomendação de prefeitura para não pagar R$ 3,50 de tarifa após a cota de 48 viagens é aderir ao Bilhete Único Mensal Estudantil que não teve reajuste e no caso só dos ônibus continua tendo valor de R$ 70.

No entanto, é necessário fazer contas, já que os créditos de R$ 70 valem somente por um mês. Caso o estudante passageiro use menos que isso de diferença entre as 48 viagens gratuitas e o restante para complementar a rotina, os R$ 3,50 podem acabar pesando menos.

Para tentar deixar o Bilhete Único Mensal atrativo, já que havia poucas adesões, a prefeitura não reajustou a modalidade que continua valendo R$ 230 para a integração entre ônibus, trem e metrô ou R$ 140 para somente ônibus ou transportes sobre trilhos isolados.

Antes do aumento para R$ 3,50, que passa a vigorar nesta terça-feira, dia 06 de janeiro, o uso do Bilhete Único Mensal somente para ônibus valia para quem fizesse mais de 47 viagens por mês. Agora é vantajoso para 41 viagens.

Em relação à modalidade integrada ônibus e trem/metrô, antes valia a pena para quem fizesse mais de 50 viagens e agora pode trazer vantagens para quem fizer acima de 43 descolamentos.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Fonte: Blog Ponto de Ônibus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Com aumento das tarifas, veja quando o Bilhete Único Mensal é mais vantajoso

As tarifas dos ônibus municipais de São Paulo, trens da CPTM e do Metrô sobem de R$ 3,00 para R$ 3,50 nesta terça-feira (6). Já o valor da integração entre ônibus e Metrô ou CPTM passará para R$ 5,45.
No entanto, os valores dos bilhetes mensal, semanal e diário não sofrerão ajustes. A modalidade do bilhete único mensal tanto do ônibus quanto para o transporte sobre trilhos fica em R$ 140. A medida fará com que a modalidade mensal seja mais vantajosa. 

Antes quem fazia a partir de 47 viagens por mês tinha benefício em usar o Bilhete Único Mensal. Agora, a modalidade vai compensar para quem fizer a partir de 41 viagens.

Por exemplo, um passageiro que vai e volta para o trabalho de ônibus, durante 22 dias úteis por mês terá benefícios se usar a modalidade mensal. Ele vai gastar agora R$ 154 para comprar as passagens avulsas. Porém, pagará R$ 140 para ter o Bilhete Único Mensal com viagens ilimitadas.

Para o Bilhete Único Integrado, que permite a utilização de trens, metrô e ônibus, a modalidade vale a pena para o passageiro que fizer a partir de 43 viagens por mês. Antes, era preciso fazer pelo menos 50 viagens para esse tipo de cartão compensar.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

São Paulo tem até somente hoje para carregar Bilhete Único a R$ 3,00

Usuários do transporte público de São Paulo têm até o final desta segunda-feira para carregar o Bilhete Único com a tarifa de R$ 3,00. A partir de amanhã, a recarga será reajustada e a tarifa básica de utilização dos serviços do transporte coletivo municipal será de R$ 3,50. O mesmo se dará com as tarifas do Metrô e da CPTM. A integração dos dois sistemas, que hoje custa R$ 4,65, passará a ser de R$ 5,45. 

Os passageiros que optarem por carregar seu Bilhete Único Comum ainda hoje poderão viajar com o valor da tarifa antiga, até o crédito (máximo de R$ 200 por mês) se esgotar. 

Segundo a prefeitura, desde o último reajuste, em janeiro de 2011, a inflação acumulada foi de 27%. O reajuste da tarifa básica, de R$ 3,00 para R$ 3,50, ficou em 16,67%. O orçamento aprovado pela Câmara e sancionado pelo prefeito prevê subsídio de R$ 1,4 bilhão para o transporte coletivo em 2015.

Já as tarifas do Bilhete Único nas modalidades mensal, semanal e diário permanecerão nos mesmos valores atuais, vigentes desde a implantação dos benefícios pela atual administração, em 2013 e 2014. Elas custarão R$ 140, R$ 38 e R$ 10, respectivamente, na versão só para ônibus ou só para transportes sobre trilhos. Na versão integrada dos dois sistemas, as tarifas permanecerão em R$ 230, R$ 60 e R$ 16.

Passe livre
No final do ano passado, a prefeitura decidiu implementar o passe livre que beneficiara cerca de 505 mil estudantes, dos quais aproximadamente 360 mil são alunos da rede pública e 145 mil matriculados na rede particular de ensino, mas de baixa renda.  A regra já está em vigor, mas os procedimentos precisam ser regulamentados.

A prefeitura prevê que a gratuidade seja implantada no início do ano letivo de 2015 e que sua regulamentação ocorra em até 15 dias.

Fonte: Terra

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obras das ciclovias da Paulista e do Minhocão começam hoje

Passado o período de festas, duas vias importantes da cidade de São Paulo devem receber obras para instalação de ciclovias nos canteiros centrais: Avenida Paulista e a via sob o Elevado Costa e Silva.

Na parte de baixo do elevado serão cinco quilômetros de vias para ciclistas que vai ligar a Praça Roosevelt ao terminal de ônibus e Estação Palmeiras-Barra Funda. No local devem ser instalados jardins e a troca da iluminação.

As obras devem durar pelo menos três meses.

Já na Avenida Paulista serão quatro quilômetros de vias para ciclistas nos dois sentidos e será interligada a onze outras ciclovias dando acesso às regiões central, do Pacaembu, do Ibirapuera e de Vila Mariana. O canteiro central da Paulista irá ser alargado em 25 centímetros cada lado. As vias de rolamento dos automóveis deve ser estreitada. A obra deve durar também no mínimo 3 meses.

As obras fazem parte do plano de implantação de 400 km de ciclovias até o final deste ano.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários: