380 Move Metrópole | Sempre em movimento!: Setembro 2015

SPTrans estuda pré-embarque em Corredores e Faixas Exclusivas

Os pontos e paradas de ônibus instaladas nos eixos de corredores e faixas exclusivas podem ganhar serviço de pré-embarque na cidade de São Paulo, de acordo com a São Paulo Transportes – SPTrans.

O estudo está sendo feito após a gerenciadora constatar que a “operação pré-embarque”, instaladas em alguns terminais, reduziu em média 10 minutos o tempo de embarque. O tempo caiu de 12 minutos para um minuto e 10 segundos.

O serviço se assemelha bastante as paradas instaladas em corredores do tipo Bus Rapid Transit (BRT) e Bus Rapid Service (BRS), este último aplicado em faixas exclusivas.

No final do mês de agosto, a empresa já havia divulgado estudava um novo modelo de parada de ônibus visando a integração das linhas. Os pontos podem ser identificados pelas letras A, B, C e D, além da instalação de demarcações nas calçadas para auxiliar os passageiros. O projeto prevê 160 pontos de conexão.

Por que melhora o pré embarque melhora a fluidez

O conceito do pré embarque é dar agilidade ao veículo, sem que o passageiro tenha que aguardar a fila formada antes da catraca, já que o pagamento é feito na própria parada.

Este conceito é aplicado no Expresso Tiradentes, usado no sistema de Curitiba e segue o conceito do sistema metroferroviário. Os passageiros efetuam o pagamento nas paradas, e embarcam através das portas traseiras e centrais do veículo.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Extremo Sul de SP ganha ônibus com Wi-Fi e ar condicionado

A empresa Transwolff adquiriu 90 novos ônibus com ar condicionado, que devem prestar seviços em seis linhas já a partir deste sábado, 3 de outubro. Além da climatização, os veículos possuem tomada USB, conexão 4 G à internet por wi-fi e portas elétricas, consideradas mais seguras e silenciosas.

Entre os veículos estão ônibus do tipo midi (micrão), com 25 passageiros sentados e 28 em pé cada, e convencionais, que são modelos que acomodam cada um, 36 sentados e 37 passageiros em pé.

As linhas que vão receber os veículos novos são:
6075-21 – Jd. Aruan – Term. Varginha
6118 -10 – Jd. Icaraí – Term. Santo Amaro
6030-10 – Unisa – Term. Santo Amaro
6016-10 – Jd. Noronha – Term. Grajaú
6044-10 – Dom José – Term. Santo Amaro
7055-10 – Jd. Guarujá – Term. Campo Limpo

A nova licitação dos transportes que deve ser lançada nos próximos dias, prevê o uso de veículos com estas características, iguais aos adquiridos pela Transwolff. 

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Acesso da Rod. Hélio Smidt será interditado nesta quinta para obras da Linha 13-Jade

Para executar o serviço de lançamento de vigas da obra de implantação da Linha 13-Jade da CPTM, será interditada nesta quinta-feira (01/10), das 7h às 17h, a alça de acesso à Base Aérea/Hotel Pullman/Locadoras da rodovia Hélio Smidt para quem vem do Aeroporto Internacional de Guarulhos.

A alternativa para esses motoristas será seguir até a alça de acesso à Rodovia Presidente Dutra, sentido Rio de Janeiro, onde farão o retorno para a rodovia Hélio Smidt sentido Aeroporto. Após realizarem o retorno, os veículos deverão seguir em frente na Smidt até o acesso à Base Aérea/Hotel Pullman/Locadoras. O desvio terá sinalização com placas e a alça de acesso será interditada com cones e barreiras.

A CPTM alerta que esse serviço de lançamento de vigas – cada uma pesa cem toneladas – poderá ser cancelado se houver chuva na véspera ou na data marcada, por medida de segurança. Nesse caso, também não ocorrerá a interdição da alça.  

A Linha 13 ligará a capital paulista ao município de Guarulhos e ao maior aeroporto da América do Sul. Serão 12,2 km de vias, com três novas estações: Engenheiro Goulart, que fará a conexão entre as linhas 12 Safira e 13 Jade, Guarulhos-CECAP e Aeroporto Guarulhos.
 
Fonte: CPTM

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

​CPTM amplia campanha contra abuso sexual e incentiva os usuários a denunciarem

Blogueiros e influenciadores digitais posaram para as fotos exibindo um cartaz com a frase "Se eu vejo, denuncio!"

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) intensificará a campanha “Se eu vejo, denuncio!”, que aborda a questão do abuso sexual, a partir desta quinta-feira (24/09), nas redes sociais.

A campanha ganhou o apoio de blogueiros e influenciadores digitais, que posaram para as fotos exibindo um cartaz com a frase “Se eu vejo, denuncio! SMS 97150-4949” e uma mensagem pessoal de conscientização, que será publicada na página do Facebook da CPTM.

O público será convidado a fazer o mesmo, enviando suas fotos tiradas nas dependências da CPTM para o Facebook ou Twitter oficiais da empresa, com uma sugestão de mensagem. As fotos e as mensagens poderão ser exibidas durante a campanha nos monitores dos trens e estações e nas redes sociais da Companhia.

A cooperação dos usuários é o fator fundamental para eliminar práticas desse crime no interior dos trens. A orientação é para que a pessoa denuncie o suspeito imediatamente a algum agente de segurança ou por meio do serviço de SMS-Denúncia 97150-4949, que garante total anonimato do passageiro.

Qualquer comportamento inadequado percebido pelos passageiros é tratado com prioridade assim que a denúncia é recebida pela Central de Segurança. É importante ressaltar que o sucesso da ação dos agentes de Segurança depende também da vítima apresentar queixa pessoalmente na delegacia. Sem isso, o infrator não pode ser autuado.

A campanha é permanente, mas nos próximos três meses será intensificada nas redes sociais, com a participação dos blogueiros. Dentre os 12 influenciadores digitais, que participam voluntariamente da campanha, onze já foram clicados: Ricardo Guimaraes, blog Diário CPTM; Adriana Carvalho e Willian Moreira, blog CPTM Noticiando; Juliana Brito e Alesson Nascimento, blog Linha 11-Croal GD; Marina Assis e Wagner Batizella, blog Usuários Trens SP; Andreia Gonçalves, blog A Viajante do Trem; Caio Cesar, Blog Commu; Adilson Silva, blog Usuários Metro SP e Edu Silva, blog Mobilidade Sampa.

Além do SMS Denúncia, a CPTM conta com outros canais de relacionamento com usuário:
  • facebook.com/fanpage.cptm
  • twitter.com/cptm_oficial
  • 0800 0550 121
Fonte: CPTM

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

​​​Obras de modernização alteram circulação dos trens da CPTM nos dias 26 e 27 de setembro

Neste fim de semana, 26 e 27 de setembro, a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) prosseguirá com as obras de modernização em suas linhas. Por isso, os trens circularão com maiores intervalos em trechos e horários específicos. Confira a programação e antecipe sua viagem:

Linha 7-Rubi (Luz – Francisco Morato)

Sábado: das 15h até o fim da operação comercial, serão realizadas obras de modernização dos equipamentos de via permanente nas proximidades da Estação Franco da Rocha. A circulação não sofrerá interferência.
Domingo: das 4h à meia-noite, as intervenções nos equipamentos de via permanente serão retomadas entre as estações Franco da Rocha e Francisco Morato. Durante toda a operação, o intervalo médio será de 15 minutos entre as estações Luz e Caieiras, e 30 minutos entre Caieiras e Francisco Morato.

Linha 8-Diamante (Júlio Prestes – Itapevi)

Sábado: das 23h30 até o fim da operação comercial, haverá serviços no sistema de sinalização entre as estações Domingos de Moraes e Imperatriz Leopoldina. O intervalo médio será de 20 minutos em toda a linha.
Domingo: das 4h à meia-noite, serão executadas intervenções no sistema de rede aérea entre as estações entre Jandira e Itapevi. Das 10h às 18h, os trabalhos também ocorrerão no sistema de sinalização no trecho entre as estações Osasco e Domingos de Moraes. Portanto, o intervalo médio entre 4h e 10h, será de 10 minutos entre as estações Júlio Prestes e Barueri, e 20 minutos entre Barueri e Itapevi. Das 10h às 18h, o intervalo médio será de 25 minutos em toda a linha e, a partir das 18h, voltará a ser de 10 minutos entre as estações Júlio Prestes e Barueri, e 20 minutos entre Barueri e Itapevi.

Linha 9-Esmeralda (Osasco – Grajaú)

Domingo: das 9h às 19h, haverá serviços nos equipamentos de via permanente entre as estações Pinheiros e Berrini.  Das 10h às 18h, a circulação ficará interrompida entre as estações Osasco e Presidente Altino para obras no sistema de sinalização. Para prosseguir viagem, os usuários deverão utilizar os trens da Linha 8-Diamante.‎ Durante a execução dos trabalhos, o intervalo médio será de 25 minutos.

Linha 10-Turquesa (Brás – Rio Grande da Serra)

Domingo: das 8h às 17h, os trabalhos ocorrerão nos equipamentos de via permanente nas imediações da Estação Rio Grande da Serra. O intervalo médio será de 10 minutos entre as estações Brás e Mauá, e 20 minutos entre Mauá e Rio Grande da Serra.

Linha 11-Coral/ Expresso Leste (Luz – Guaianases)


Domingo: das 4h à meia noite, o intervalo médio será de 20 minutos entre as estações Luz e Guaianases, em razão das intervenções que serão realizadas no trecho entre Guaianases e Estudantes. Das‎  7h às 19h, haverá serviços de infraestrutura na Estação da Luz.

Linha 11-Coral/ Extensão (Guaianases – Estudantes)

Domingo: das 4h à meia-noite, começarão os trabalhos de desmontagem da Estação Ferraz de Vasconcelos. Das 6h às 21h, haverá obras de modernização da Estação Poá. Das 8h às 20h, os serviços ocorrerão nos equipamentos de via permanente nas imediações da Estação Antônio Gianetti Neto. Portanto, durante toda a operação comercial, o intervalo médio será de 35 minutos em toda a linha.

Linha 12-Safira (Brás – Calmon Viana)

Das 21h de sábado até a meia-noite de domingo: haverá obras de modernização do sistema de rede aérea entre as estações Engenheiro Goulart e USP Leste e entre Itaquaquecetuba e Aracaré. Durante a realização dos serviços o intervalo médio será de 35 minutos em toda a linha.

Desafio: A CPTM ressalta que executar as obras de modernização, mantendo simultaneamente o atendimento aos usuários, é um grande desafio. As ações exigem medidas como promover intervenções em horários de menor movimentação de passageiros aos finais de semana, feriados e madrugadas.

Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição o Serviço de Atendimento ao Usuário: 0800 055 0121.

Fonte: CPTM

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Metrô autoriza novo túnel entre as estações Paulista e Consolação

A secretaria estadual dos transportes metropolitanos de São Paulo decidiu autorizar a ViaQuatro a elaborar projeto básico para um novo túnel que ligará as estações Consolação, da linha 2 – Verde, e Paulista, da linha 4 – Amarela. Quem passa diariamente pelo túnel existente, principalmente nos horários de picos, sabe da dificuldade que é passar de uma estação a outra pelo túnel existente devido a aglomeração de pessoas.

A decisão saiu depois que 12 opções foram colocadas na mesa e a melhor foi a construção de um novo túnel. Este novo túnel seria abaixo do atual e cada um teria um sentido. As pessoas que saíram da linha amarela em direção à verde pegariam o novo túnel. O já existente serviria para o sentido contrário.

A obra deve durar 2 anos porém ainda não há data para que ela comece. Também não há definição quem irá tocar a obra, se vai ser o Metrô ou a ViaQuatro. Caso seja a concessionária, de qualquer forma o Metrô teria que reembolsá-la visto que esta obra não estava no contrato.

A novela em torno de um novo acesso entre as 2 estações já vem desde a inauguração da estação Paulista porém, 5 anos depois, nada foi feito. Um novo acesso a estação pela Rua bela Cintra também já foi anunciado e que estaria pronto ano passado porém nada saiu do papel.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Bandas de funcionários da CPTM se apresentam em estação

Na semana em que acontece o Rock in Rio, a CPTM fará um evento especial para os fãs de rock. No próximo sábado (26), das 11h às 16h, acontecerá o “Rock Prata da Casa” na Estação Palmeiras-Barra Funda, que serve as linhas 7-Rubi e 8-Diamante.

No evento, se apresentarão quatro bandas formadas por funcionários da CPTM, que trarão no repertório grandes clássicos do rock´n roll.

Conheças as bandas: Last Train, formada por três funcionários do Centro de Controle Operacional, toca Elvis Presley, The Beatles, Creedence, Iron Maiden, Dire Straits.

Danilo Carvalho Braga, técnico de manutenção, projetos e obras, comanda a Back Mountop;

The Doorments Railroad Rock Band, ou simplesmente Doorments, nasceu há 15 anos, a partir de uma confraternização de final de ano na Oficina de Presidente Altino;

Rodrigo Cristiano de Assis, analista de comunicação social do DRMK (Departamento de Marketing e Relacionamento), responde pelos vocais e pela guitarra do trio AntiOxidante;

Rock Prata da Casa
Estação Palmeiras-Barra Funda, linhas 7-Rubi e 8-Diamante da CPTM
Sábado (26), 11h às 16h

Fonte: Jornal de Jundiaí

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Alckmin inicia obra atrasada da linha 6 do Metrô

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), dá início às escavações da linha 6-laranja do Metrô, na futura estação da Freguesia do Ó.

A gestão Geraldo Alckmin (PSDB) deu início nesta terça-feira (22) à primeira estação da futura linha 6-laranja do Metrô de São Paulo, a Freguesia do Ó, na zona norte, um ano e nove meses após a assinatura do contrato para construção do ramal. Em abril, o governo estadual havia começado as obras no poço de ventilação, também na zona norte, a partir do qual dois tatuzões escavarão túneis em direções distintas.

O governo Alckmin prevê que todas as 15 estações, em um total de 15,3 quilômetros, sejam entregues simultaneamente em 2020 pela Concessionária Move São Paulo, responsável pelas obras. A estimativa na época da assinatura do contrato, contudo, era que os trens já operassem em 2018.

"O prazo de concessão é de 25 anos: cinco para construção da obra e 20 para operação. É interesse do próprio concessionário garantir, porque quanto mais cedo entregar mais cedo começa a operar", afirmou o governador.

O valor da obra é de R$ 9,6 bilhões - exceto desapropriações, que serão bancadas pelo governo. "Esta é uma PPP (Parceria Público-Privada) integral. Não é mais uma PPP que um faz a obra, o outro compra o trem e outro opera. Aqui, o concessionário constrói a linha, as estações, compra o trem, instala sinalização e tecnologia e opera", disse Alckmin.

Entre as dificuldades encontradas para executar a obra, está justamente a desapropriação de imóveis em áreas incluídas na Linha 6, que vai ligar a Vila Brasilândia, na zona norte, à Estação São Joaquim, na Liberdade, centro. Das 371 ações expropriatórias, o governo detém apenas 160 mandados de posse, cerca de 43,1% do total.

Outros 44 imóveis na região da Estação Vila Cardoso também devem ser desapropriados, e o governo já admite que os custos, anteriormente previstos em R$ 670 milhões, devem passar de R$ 1 bilhão. "A gente imagina que, no mais tardar entre junho e julho, teremos todas as desapropriações liberadas", disse o secretário estadual dos Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni.

Interligações com outras linhas

Com quatro andares subterrâneos, a Estação da Freguesia do Ó terá capacidade para transportar 15 mil passageiros por dia. No projeto, ela está localizada entre as futuras Estações João Paulo 1º e Santa Marina.
A linha 6-laranja também contará com as estações Brasilândia, Vila Cardoso, Itaberaba, Sesc Pompeia, Perdizes, PUC/Cardoso de Almeida, Angélica/Pacaembu, 14 Bis e Bela Vista. Além dessas, haverá quatro pontos de conexão com outros ramais: a estação Água Branca (linha 7-rubi e linha 8-diamante, da CPTM), a Higienópolis/Mackenzie (linha 4-amarela do Metrô) e São Joaquim (linha 1-azul do Metrô).

Fonte: UOL

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Seguranças do metrô de SP criam banda e se apresentam nas estações

Por uma hora e meia, os seguranças se tornaram estrelas da música para diminuir o estresse da cidade. Grupo se apresenta a cada 15 dias.

Numa cidade enorme como São Paulo existem lugares por onde passam multidões todos os dias. Em lugares assim, garantir a segurança não é fácil. É um trabalho tenso, perigoso, delicado.

Numa estação do metrô, algumas pessoas envolvidas nesse trabalho encontraram um jeito de diminuir o estresse. E não só o delas.

Na rotina dos seguranças do metrô de São Paulo não tem dia fácil.

“É um trabalho que requer atenção. Então é um pouco mais tenso, você tem que estar sempre atento a tudo o que acontece no sistema. Possíveis delitos, pessoas precisando de auxílio, primeiros socorros, tudo isso é atribuição da nossa função”, disse o segurança do metrô de São Paulo Fábio Ferreira.

Mas duas vezes por mês, a jornada termina com uma expectativa diferente para o dia seguinte. A cada 15 dias, em alguma estação de metrô São Paulo, os pés apressados têm um motivo para parar. Quando o Fábio, o Wagner, o Costa Lima e outros seis seguranças sobem no palco, tudo muda na estação do metrô.

Estação Largo Treze, 17h.  O vai e vem de sempre. Agora a mesma estação às, 18h. Hora de ir para casa? O uniforme preto continua. Mas sem colete, cinturão, arma. Os instrumentos de trabalho, nesta terça-feira (22), são outros. Por uma hora e meia, os seguranças se tornaram estrelas da música.

De cada trem, descia uma multidão doida para chegar logo em casa. Mas ouvia de longe que tinha um som diferente na estação. Sabe que até que bateu uma vontade de cantar junto e de mexer o corpo cansado do dia de trabalho?

“Eu não acreditei. Eu parei, eu falei ‘Meu Deus, mas são seguranças do metrô’”, contou uma mulher.
Um senhor parou, analisou e se rendeu: de rock clássico a sertanejo. Pop gringo também. O caderno da escola ganhou um repertório de elogios:

“Arrasou. Arrasaram”, disse uma jovem.

Tem gente que cruzou a cidade.

“Eu moro na Zona Leste, aqui é extremo sul de São Paulo, mas eu queria ver o show inteiro”, contou uma mulher.

E ela viu e ouviu cover de cantora, e até de tenor. Outro fim de tarde bom assim, só daqui a 15 dias, em alguma estação de metrô de São Paulo.

Fonte: G1

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Bilhete Único Mensal só atinge 2% do total de usuários

Imagem de Fabio Arantes – SECOM

De acordo com reportagem publicada hoje pelo portal de notícias UOL, 2 anos depois de ser lançado, o BIlhete Único Mensal ainda patina para alcançar a meta de 12% do total de passageiros definida pela Prefeitura de São Paulo. Hoje, apenas 2% de todos os usuários utilizam da modalidade.

Na época de lançamento do BU Mensal, o secretário municipal dos transportes, Jilmar Tatto, disse que o bilhete seria vantajoso para 861.742 passageiros, ou 19% do total. Desta marca, só foi atingido 11,9% de usuários.

Na média dos dias úteis do período de janeiro a agosto deste ano, o sistema registrou 9,4 milhões de embarques, dos quais 196.215 foram feitos com o Bilhete Mensal. Considerando também as modalidades Semanal e Diário, os embarques somaram 212.140, que representa um pouco mais de 2% já citados.

A SPTrans informou que foram vendidas 547.014 cotas do Bilhete Mensal no período de janeiro a agosto de 2015, o que dá uma média de 68.377 por mês. As vendas atingiram o ponto mais alto em agosto: 92.002 cotas. Levando em conta esta quantidade, o bilhete alcança somente 10,7% dos potenciais usuários previstos pela prefeitura.

Lembrando que a partir deste ano, o BU Mensal, Semanal e Diário ficaram mais atrativos aos usuários visto que as passagens tiveram reajustes porém nao foi aplicado para estas modalidades.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obras da Linha 18-Bronze ficam para fevereiro de 2016

O Governo de São Paulo tem novo cronograma para início das obras do monotrilho da Linha 18-Bronze: Fevereiro de 2016. A linha, na sua primeira fase, terá aproximadamente 15 km de extensão e 13 estações, transportando cerca de 314 mil passageiros por dia e ligará as estações Tamanduateí, em São Paulo e Djalma Dutra, no centro de São Bernardo do Campo.

Um impasse entre os Governo Estadual e Federal impedem o início das obras. O Estado diz que aguarda a liberação de cerca de R$ 2,4 bilhões entre financiamentos externos, BNDES e PAC. Já o Governo Federal diz que aguarda garantias por parte do Governo Estadual, cerca de R$ 407 milhões, para desapropriações.

O projeto será realizado através de uma PPP (Parceria Público-Privada), contando com investimentos da ordem de R$ 3,5 bilhões. O Governo Estadual assinou o contrato com o Consórcio “VemABC – Vidas em Movimento”, que vai construir e operar a linha, em agosto do ano passado.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Metrô diz que trens da Linha 17-Ouro do Monotrilho vão operar em 2016

O Metrô defende o modelo do monotrilho em São Paulo e afirma que não há problemas técnicos na implementação da Linha 15-Prata. Segundo a empresa, os primeiros trens da Linha 17-Ouro vão circular em São Paulo “a partir do fim de 2016″.

Sobre os problemas apontados por reportagem publicada na edição deste domingo (20) do jornal O Estado de S. Paulo, a empresa reconhece que os trens não circulam na velocidade estipulada pelo edital de licitação, 80 km/h, mas a 60 km/h. “A versão do CBTC (sistema de controle do trem) atualmente disponibilizada pela Bombardier (fabricante) limita a velocidade dos trens a 60 km/h no horário comercial (das 7h às 19h). Nos demais horários são desenvolvidos os testes para a adoção da versão definitiva do CBTC”, diz nota da empresa, que promete aumentar a velocidade após a mudança. Questionada, a Bombardier não se manifestou.

Sobre o valor da obra – R$ 7,2 bilhões -, mais do que o dobro do divulgado no início do projeto (R$ 3,6 bilhões em valores corrigidos), a empresa diz que “o valor inicial informado pela reportagem está incompleto, pois não inclui as obras civis das estações, terminais de ônibus, pátio, sistema viário, ciclovia, sistemas de alimentação elétrica, telecomunicações e controle, entre outros”. As informações originais, repassadas pelo governo Alberto Goldman, em 2010, diziam que o valor incluía “17 estações” e “sistemas”.

Sobre a Linha 17-Ouro, o Metrô diz que “estruturas” de seis trens foram fabricadas. A empresa alega que ainda é preciso desapropriar entre “180 a 200 imóveis” para terminar a construção do traçado prometido originalmente, até o Morumbi, na zona sul. Mas a empresa não estipula datas. “O cronograma está em revisão”, diz a companhia. As desapropriações vão consumir ao menos mais R$ 200 milhões em recursos públicos.
Nova obra

Já sobre a Linha 18-Bronze, que ligará a capital ao ABC, a empresa programa o início das obras para fevereiro. Ela depende de liberação de cerca de R$ 2,4 bilhões entre financiamentos externos, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Fonte: Usuários Metrô SP

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Falha interrompe circulação de trens da Linha 7-Rubi da CPTM

Às 17h, trens não atendiam 14 estações, desde a Luz até Francisco Morato. Equipes trabalhavam para consertar sistema elétrico.

Uma falha no sistema de energia prejudicava a circulação na Linha 7-Rubi da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), em São Paulo, nesta sexta-feira (18). Às 17h, os trens não atendiam 14 estações, desde a Luz até Francisco Morato.

Segundo a CPTM, equipes trabalhavam para consertar o problema, que começou às 15h.

Na quinta (17), os trens da Linha 9-Esmeralda da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) circulavam com velocidade reduzida. Uma falha no sistema de energia fez uma composição parar perto da estação Morumbi e os passageiros precisaram descer e caminhar pelos trilhos.

De acordo com a CPTM, a falha ocorreu por volta das 18h35 entre as estações Morumbi e Villa Lobos-Jaguaré. O problema afeta toda a linha, da estação Osasco até a estação Grajaú. Por volta das 21h40, o problema persistia, de acordo com informações da CPTM. Técnicos atuavam no trecho entre Morumbi e Jaguaré para solucionar o problema.

Fonte: G1 

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

​Obras de modernização alteram circulação dos trens da CPTM neste final de semana (19 e 20/09)

Neste fim de semana, 19 e 20 de setembro, a CPTM prosseguirá com as obras de modernização em suas linhas. Por isso, os trens circularão com maiores intervalos em trechos e horários específicos. Confira a programação e antecipe sua viagem:

Linha 7-Rubi (Luz – Francisco Morato)

Sábado: das 21h até o fim da operação comercial, haverá obras de modernização no sistema de rede aérea entre as estações Perus e Caieiras. Às 22h, os serviços também ocorrerão no sistema de rede aérea entre as estações Lapa e Pirituba. Portanto, a partir das 21h, o intervalo médio será de 15 minutos entre as estações Luz e Pirituba, e 30 minutos entre Pirituba e Francisco Morato.

Domingo: das 4h às 11h, as obras de modernização no sistema de rede aérea prosseguirão no trecho entre as estações Perus e Caieiras. O intervalo médio será de 15 minutos entre as estações Luz e Pirituba, e 30 minutos entre Pirituba e Francisco Morato.

A partir das 11h15 até a meia-noite, os trabalhos estarão concentrados nos equipamentos de via permanente entre as estações Pirituba e Vila Aurora. Neste período, o intervalo médio será de 17 minutos entre as estações Luz e Pirituba, e 34 minutos entre Pirituba e Francisco Morato.


Linha 8-Diamante (Júlio Prestes – Itapevi)

Sábado: a partir das 23h até o fim da operação comercial, serão realizados serviços nos equipamentos de via permanente entre as estações Barueri e Itapevi. Portanto, a partir das 23h, o intervalo médio será de 20 minutos em toda a linha.

Domingo: das 9h às 19h, haverá serviços de infraestrutura na Estação Carapicuíba. No mesmo horário, ocorrerão intervenções nos serviços nos equipamentos de via permanente entre as estações General Miguel Costa e Jandira. Das 10h às 15h, serão executados serviços no sistema de sinalização entre as estações Osasco e Comandante Sampaio.  Portanto, das 9h às 19h, o intervalo médio será de 20 minutos em toda a linha.


Linha 9-Esmeralda (Osasco – Grajaú)

Domingo: das 4h à meia-noite, serão realizadas intervenções no sistema de rede aérea entre as estações Cidade Universitária e Cidade Jardim. Das 10h às 15h, os serviços serão executados no sistema de sinalização entre Osasco e Presidente Altino, com circulação interrompida entre as duas estações. Para prosseguir viagem, os usuários deverão utilizar os trens da Linha 8-Diamante.
A partir das 23h, os trabalhos estarão concentrados no sistema de sinalização entre as estações Santo Amaro e Socorro. Durante toda operação comercial, o intervalo médio será de 20 minutos.


Linha 10-Turquesa (Brás – Rio Grande da Serra)

Domingo: das 8h às 17h, haverá intervenções nos equipamentos de via permanente nas imediações da Estação São Caetano. O intervalo médio será de 26 minutos em toda a linha, das 8h ás 17h.


Linha 11-Coral/ Expresso Leste (Luz – Guaianases)

Domingo: a partir das 23h até a meia-noite, os serviços serão executados nos equipamentos de via permanente entre as estações Corinthians-Itaquera e José Bonifácio. Por esse motivo, a partir das 23h, o intervalo médio será de 14 minutos entre as estações Luz e Brás, e 30 minutos entre Brás e Guaianases.


Linha 12-Safira (Brás – Calmon Viana)
                      
Das 21h do sábado até o fim da operação comercial de domingo, haverá obras de modernização no sistema de rede aérea nas proximidades da Estação USP Leste, e no trecho entre as estações Aracaré e Itaquaquecetuba. O intervalo médio será de 35 minutos em toda a linha, neste período.


Desafio: A CPTM ressalta que executar as obras de modernização, mantendo simultaneamente o atendimento aos usuários, é um grande desafio. As ações exigem medidas como promover intervenções em horários de menor movimentação de passageiros aos finais de semana, feriados e madrugadas.

Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição o Serviço de Atendimento ao Usuário: 0800 055 0121.

Fonte: CPTM
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Corredor “inaugurado” em Guarulhos vai ter ônibus no dia 19

Foto: A2img / Ciete Silvério

Apesar de ter sido “inaugurado”, os 12,3 km do corredor de ônibus em Guarulhos entre os terminais Cecap e Vila Galvão só deverá ter veículos operando a partir do dia 19 de Setembro, sábado.

A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanas, a EMTU, entregou a obra no ultimo dia 31 de Agosto. Mas a prefeitura de Guarulhos afirma que faltam sinalização semafórica, horizontal, e que algumas paradas de ônibus estão incompletas. 

Já o Governo do Estado diz que as sinalizações de trânsito seriam de responsabilidade do município. Mais tarde acabou se comprometendo a fazer os ajustes.

Existem ainda acertos por conta do número de linhas municipais que vão circular no corredor. Uma reunião entre a EMTU e a administração municipal deve ocorrer nesta semana para avaliar a questão.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

São Paulo ganha ônibus turístico de dois andares em Outubro

Imagens: Caíque Fernandes Francischetti

Prometido desde a gestão Kassab, finalmente a maior cidade brasileira ganhará um serviço de city tour pelos principais pontos turísticos da cidade.

De acordo com Wilson Poit, ex-secretário de Turismo, que deixou o cargo nesta semana, os cinco ônibus que farão o passeio pela cidade já estão na garagem e o serviço começa a operar em outubro.

O percurso deve durar 3 horas e passará pela Estação da Luz e mais 11 pontos como Mercadão, Parque do Ibirapuera e Avenida Paulista. Neste primeiro momento apenas 2 ônibus irão operar. O city tour tem preço estimado de R$ 30.

sambaiba2


Fonte: Via Trolebus
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obras de modernização alteram circulação de trens da CPTM e Metrô neste final de semana (12 e 13/09)


Neste fim de semana, 12 e 13 de setembro, a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) prosseguirá com as obras de modernização em suas linhas e o Metrô interditará a Linha 5-Lilás. Por isso, os trens circularão com maiores intervalos em trechos e horários específicos. Confira a programação e antecipe sua viagem:

Linha 5 - Lilás (Capão Redondo - Adolfo Pinheiro)

Domingo: Todas as estações da Linha 5-Lilás ficarão fechadas ao público das 4h40 às 9 horas. A mudança acontece para que possam ser executados serviços de manutenção programada na rede aérea de alimentação elétrica dos trens. A atividade terá início durante a madrugada, logo após o encerramento da operação comercial do sábado, e deverá se estender até o início da manhã do domingo.

Enquanto as estações da Linha 5-Lilás estiverem fechadas, os usuários serão atendidos gratuitamente por ônibus do sistema PAESE (Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência) da SPTrans, que circularão ininterruptamente entre as estações Capão Redondo e Adolfo Pinheiro. Os usuários provenientes da Linha 9 - Esmeralda da CPTM, que fazem transferência gratuita para o Metrô na estação Santo Amaro, também serão atendidos pelo sistema PAESE.

Linha 7-Rubi (Luz – Francisco Morato – Jundiaí)

Sábado: das 21h até o fim da operação comercial, haverá intervenções nos equipamentos de via permanente entre as estações Francisco Morato e Botujuru. O intervalo médio será de 30 minutos entre as estações Francisco Morato e Jundiaí.

Domingo: das 4h à meia-noite, serão realizadas obras de modernização do sistema de rede aérea no trecho entre Perus e Caieiras. O intervalo médio será de 15 minutos entre as estações Luz e Pirituba, e 30 minutos entre Pirituba e Francisco Morato.

Linha 8-Diamante (Júlio Prestes – Itapevi)

Sábado: a partir das 23h até o fim da operação comercial, serão executados serviços no sistema de sinalização no trecho entre Jandira e Itapevi. O intervalo médio será de 10 minutos entre as estações Júlio Prestes e Barueri, e 20 minutos entre Barueri e Itapevi.

Domingo: das 4h à meia-noite, haverá intervenções no sistema de rede aérea nas proximidades da Estação Lapa.

Das 8h às 18h, os trabalhos estarão concentrados nas obras de modernização da Estação Quitaúna. Das 9h às 19h, também serão realizados serviços nos equipamentos de via permanente entre as estações General Miguel Costa e Carapicuíba. Durante toda a operação comercial (4h à 0h), o intervalo médio será de 15 minutos em toda a linha.

Linha 9-Esmeralda (Osasco – Grajaú)

Domingo: das 10h às 15h, serão executados serviços nos equipamentos de via permanente entre as estações Presidente Altino e Cidade Universitária. O intervalo médio será de 23 minutos em toda a linha.

Linha 10-Turquesa (Brás – Rio Grande da Serra)

Domingo: das 8h às 17h, ocorrerão intervenções nos equipamentos de via permanente nas imediações da Estação Mauá. O intervalo médio será de 12 minutos entre as estações Brás e Santo André, e 24 minutos entre Santo André e Rio Grande da Serra.

Linha 11-Coral (Guaianases – Estudantes)

Domingo: das 4h às 5h, os trens não circularam entre as estações Mogi das Cruzes e Estudantes, em razão dos serviços de transposição de cabos de energia da concessionária Bandeirantes, localizados no trecho. Para atender aos usuários entre estas duas estações, a Prefeitura de Mogi, por meio da Secretaria de Transportes do Município, disponibilizará ônibus de conexão percorrendo o trajeto até que os trabalhos, iniciados na madrugada, sejam concluídos.

Linha 12-Safira (Brás – Calmon Viana)

Sábado: das 21h até o fim da operação comercial, haverá serviços no sistema de rede aérea entre as estações Engenheiro Goulart e USP Leste, e também no trecho entre Itaquaquecetuba e Aracaré. O intervalo médio será de 35 minutos em toda a linha.

Domingo: das 4h à meia-noite, as intervenções ocorrerão nos equipamentos de via permanente entre as estações Tatuapé e Engenheiro Goulart. O intervalo médio será de 18 minutos em toda a linha.

Desafio: A CPTM ressalta que executar as obras de modernização, mantendo simultaneamente o atendimento aos usuários, é um grande desafio. As ações exigem medidas como promover intervenções em horários de menor movimentação de passageiros aos finais de semana, feriados e madrugadas.

Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição o Serviço de Atendimento ao Usuário: 0800 055 0121.

Fonte: CPTM

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Impasse entre EMTU e Guarulhos impede operação em corredor

Foto: Edson Lopes Jr – A2 FOTOGRAFIA

Sessenta mil usuários por dia poderiam usar um novo trecho do corredor Metropolitano Guarulhos, se um impasse não estivesse impedindo os ônibus de circular pelo local. Um desentendimento entre a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) e a prefeitura de Guarulhos impede que os coletivos trafeguem pelo corredor que custou R$ 100 milhões.

Conforme anunciamos aqui, a EMTU entregou a obra, mas a prefeitura de Guarulhos diz que faltam trabalhos a serem realizados, como iluminação e sinalização semafórica.

O trecho possui 12,3 km e liga os terminais Cecap e Vila Galvão, e faz parte de um complexo de corredores que terá 20 km e ligará Guarulhos à capital, com acessos ao Metrô a à CPTM.

O terceiro trecho da obra – que ligará Guarulhos e São Paulo deve ser iniciada em 2016. “Nós vamos este ano terminar o projeto executivo e licenciamento ambiental. Esperamos iniciar a obra no ano que vem”, disse o governador Geraldo Alckmin.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Sem transparência da Prefeitura, empresas de ônibus já operam terminais em São Paulo

Ônibus no terminal Sacomã, um dos 29 municipais da cidade de São Paulo que na calada da noite passaram a ser operados pelas viações. Foto: Adamo Bazani

Há aproximadamente um mês, as empresas de ônibus estão sendo responsáveis pela operação de 29 terminais municipais em São Paulo por onde passam dois milhões de passageiros por dia.

De acordo com reportagem de Bruno Ribeiro, do jornal O Estado de São Paulo, a medida aproveita uma cláusula do contrato com as empresas em 2003 e que nunca foi aplicada. Não houve publicidade, debate, discussão no CMTT – Conselho Municipal de Trânsito e Transporte ou qualquer informação que esclarecesse o cidadão sobre a mudança.

As empresas de ônibus recebem um valor extra para a operação dos terminais, mas a prefeitura, no Portal Transparência, não informa a quantia.

Apenas as viações do subsistema estrutural, filiadas ao SPUrbanuss – Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de São Paulo, receberam a incumbência e o dinheiro a mais. As empresas do subsistema local, que se originaram das cooperativas, não estão administrando os terminais.

A prefeitura se limitou a dizer que a operação dos terminais pelas empresas foi publicada no Diário Oficial de 22 de julho de 2015, que citou o decreto no último dia 2 e que a licitação dos transportes, cujo edital definitivo deve ser lançado neste mês depois da consulta pública, prevê este modelo de operação.

Já as empresas, pelo SPUrbanuss, alegam que subcontrataram uma empresa especializada para operar os terminais e que aguardam a licitação do sistema de transportes ser concluída para só então fazer as melhorias nos espaços dos passageiros.

Neste caso, ainda não foi definido como será a contratação da empresa especializada pelas SPEs- Sociedades de Propósito Específico, que serão formadas pelas empresas de ônibus e ex-cooperativas que devem se associar. Serão 27 SPEs na cidade, com algumas empresas participando de mais de uma SPE, de acordo com o grupo de linhas que operarem.

Fonte: Blog Ponto de Ônibus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Chuvas afetam operação de linhas da CPTM nesta terça-feira (8)

Passageiros dos trens da CPTM enfretam problemas no final de tarde desta terça-feira (8) em decorrência do volume de chuvas que cai na Região Metropolitana de São Paulo.

A linha 7-Rubi opera com velocidade reduzida no trecho entre Francisco Morato e Jundiaí devido a queda de árvore nos trilhos. Já na Linha 10-Turquesa, a operação esta prejudicada em toda sua extensão entre Brás e Rio Grande da Serra, por problemas de alagamento.

Por volta das 18h00 foram registrado problemas também na Linha 9-Esmeralda (Osasco – Grajaú) em decorrência de falha em equipamento de via. Os trens operavam com velocidade reduzida e maior tempo de parada nas plataformas.

Metrô
As linhas 2-Verde, 3-Vermelha e 5-Lilás também operam com velocidade reduzida em decorrência das chuvas.

Fonte: Via Trolebus
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

São Paulo testa ônibus elétrico da BYD

Imagem de Marcos Elias

Esta sendo testado na cidade de São Paulo um ônibus elétrico, de procedência chinesa, da empresa BYD – Build Your Dreams. O veículo esta sendo operado pela Ambiental Transportes, na Linha 3160 (Terminal Parque Dom Pedro II – Terminal Vila Prudente).

Durante a virada sustentável, no último final de semana, o veículo foi apresentado a população. O ônibus possuí piso baixo, não emite poluente, e possuí autonomia superior a 250 km, podendo chegar a 300 km, graças a tecnologia de frenagem regenerativa. A recarga da bateria é feita na garagem, por um período de quatro horas.

A BYD, especializada na fabricação de baterias, veículos híbridos e elétricos, investe R$ 200 milhões na construção de sua primeira fábrica na América Latina, que está sendo construída em Campinas, no interior de São Paulo.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obras de modernização alteram circulação dos trens da CPTM neste feriado

Neste fim de semana prolongado, em razão do feriado de Independência do Brasil, a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) intensificará as obras de modernização em suas linhas. Por isso, os trens circularão com maiores intervalos em trechos e horários específicos. Confira a programação e antecipe sua viagem: 
 
​Linha 7-Rubi (Luz – Francisco Morato – Luz)
 
Domingo: das 4h à meia-noite, haverá obras de modernização do sistema de rede aérea entre as estações Perus e Caieiras, além de serviços de infraestrutura na Estação Francisco Morato. Por esse motivo, será necessário fazer a transferência entre trens na Estação Franco da Rocha. 
 
Na extensão da Linha 7, em razão das obras de implantação de um novo viaduto do DER, que interligará a SP-354 Rodovia Edgard Máximo Zamboto Km 58, próximo da via férrea, o trecho entre as estações Campo Limpo Paulista e Jundiaí ficará interrompido das 4h às 18h. Para atender aos usuários, o DER (Departamento de Estradas e Rodagem) disponibilizará ônibus de conexão gratuitos para percorrer o trecho afetado.
 
Das 4h às 18h, o intervalo médio será de 15 minutos entre as estações Luz e Pirituba, e 30 minutos entre Pirituba e Campo Limpo Paulista. A partir das 18h, o intervalo médio será de 15 minutos entre as estações Luz e Pirituba, e 30 minutos entre Pirituba e Jundiaí. 
 
Segunda-feira: das 4h à meia-noite, os serviços de infraestrutura da Estação Francisco Morato serão retomados, sendo necessário fazer a transferência entre trens na Estação Franco da Rocha. Dessa forma, o intervalo médio será de 20 minutos entre as estações Luz e Franco da Rocha, e 30 minutos entre as estações Franco da Rocha e Jundiaí. 
 
Linha 8-Diamante (Júlio Prestes – Itapevi)
 
Sábado: a partir das 23h até o fim da operação comercial, serão realizados serviços nos equipamentos de via permanente entre as estações Jandira e Engenheiro Cardoso. O intervalo médio será de 10 minutos entre as estações Júlio Prestes e Barueri, e 20 minutos entre Barueri e Itapevi. 
 
Domingo: das 9h às 19h, haverá intervenções nos equipamentos de via permanente entre as estações Sagrado Coração e Engenheiro Cardoso.  Das 10h às 18h, os trabalhos estarão concentrados no sistema de sinalização entre as estações Domingos de Moraes e Imperatriz Leopoldina. O intervalo médio será de 25 minutos em toda a linha. 
 
Linha 9-Esmeralda (Osasco – Grajaú)
 
Domingo: das 4h à meia-noite, serão realizados serviços no sistema de rede aérea entre as estações Santo Amaro e Jurubatuba. Das 9h às 12h, haverá obras de modernização de infraestrutura na Estação Grajaú. Durante toda a operação comercial, o intervalo médio será de 18 minutos entre as estações Osasco e Jurubatuba. 
 
Linha 10-Turquesa (Brás – Rio Grande da Serra)
 
Domingo: das 8h às 18h, ocorrerão serviços nos equipamentos de via permanente entre as estações Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra. O intervalo médio será de 10 minutos entre as estações Brás e Mauá, e 30 minutos entre Mauá e Rio Grande da Serra. 
 
Linha 11-Coral/ Expresso Leste (Luz – Guaianases) 
 
Domingo: das 4h às 12h, haverá serviços nos equipamentos de via permanente entre as estações Corinthians-Itaquera e Guaianases. Das 7h às 19h, serviços de infraestrutura serão realizados na Estação Luz. 
 
O intervalo médio, entre 4h e 12h, será de 15 minutos entre as estações Luz e Corinthians-Itaquera, e 30 minutos entre Corinthians-Itaquera e Guaianases. A partir do meio-dia, o intervalo médio será de 10 minutos em toda a linha até o final da operação comercial. 
 
Linha 11-Coral/ Extensão (Guaianases – Estudantes)
 
Domingo: das 4h à meia-noite, serviços de modernização ocorrerão no sistema de rede aérea e nos equipamentos de via permanente nas imediações da Estação Suzano. O intervalo médio será de 22 minutos entre as estações Guaianases e Estudantes. 
 
Linha 12-Safira (Brás – Calmon Viana)
 
Das 21h do sábado até o fim da operação comercial de segunda-feira, haverá obras de modernização no sistema de rede aérea entre as estações Engenheiro Goulart e USP Leste, e entre Itaquaquecetuba e Aracaré. O intervalo médio será de 35 minutos em toda a linha. 
 
Desafio: A CPTM ressalta que executar as obras de modernização, mantendo simultaneamente o atendimento aos usuários, é um grande desafio. As ações exigem medidas como promover intervenções em horários de menor movimentação de passageiros aos finais de semana, feriados e madrugadas.
 
Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição o Serviço de Atendimento ao Usuário: 0800 055 0121.
 
Fonte: CPTM

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Metrô antecipa início da operação na terça-feira (8)

Na próxima terça-feira (8), retorno do feriado prolongado do Dia da Independência do Brasil, o Metrô terá estratégia especial de operação. Nesse dia, para atender aos que retornam para a Capital, a abertura das estações será antecipada para as 4 horas da manhã nas linhas 1-Azul e 3-Vermelha, por onde desembarcam os usuários que chegam pelos terminais rodoviários Tietê, Jabaquara e Barra Funda. A medida também será adotada nas linhas 2-Verde, operada pelo Metrô, e 4-Amarela, operada pela concessionária ViaQuatro. 


Já na Linha 5-Lilás, a abertura das estações ocorrerá no horário habitual, ou seja, a partir das 4h40. Também não haverá mudanças no horário de funcionamento do monotrilho da Linha 15-Prata, que atende diariamente das 7 às 19 horas.

Para mais informações sobre a rede metroviária, os usuários têm à disposição a Central de Informações do Metrô (0800 770 7722), que funciona todos os dias, das 5h30 às 23h30. Já a Central de Atendimento da ViaQuatro atende pelo 0800 770 7100 de segunda a sexta-feira, das 6h30 às 22 horas e aos sábados e domingos, das 8 às 18 horas.

Fonte: Metrô/SP

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Tatuzão avança em direção a estação Santa Cruz


Foto: Divulgação do Metrô (túnel entre a estação Moema e o Parque das Bicicletas)


Um dos shields, mais conhecido como tatuzão, que faz as escavações da linha 5 – lilás, do Metrô, sairá nesta sexta, 4, da estação Hospital São Paulo em direção a estação Santa Cruz. 

Esta tuneladora é responsável pela perfuração de 5,74km da ampliação da linha 5 e partiu do Poço Bandeirantes e já passou pelas estações Eucaliptos, Moema, AACD-Servidor e Hospital São Paulo. Até o momento este tatuzão já fez 3,38 km de túnel.

A tuneladora, que tem uma roda de corte com 10,58m de diâmetro, 75m de comprimento e pesa 1.900 toneladas, tem a capacidade de escavar 15 metros por dia, em média, e ao mesmo tempo em que perfura o solo instala o revestimento estrutural do túnel. 

Os outros dois tatuzões que estão em operações em outro trecho da obra tem que construir 4,1 km. Um deles já escavou 2,9km e o outro 3,3km.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Edital de licitação dos transportes em São Paulo pode sair neste mês

O Secretário Municipal de Transportes, Jilmar Tatto, disse que o edital de licitação dos transportes pode ser publicado ainda no mês de setembro. Na segunda-feira terminou o prazo de consulta pública. 

Tatto concedeu entrevista a rádio Estadão, e afirmou que foram feitas diversas audiências públicas e uma auditoria pública independente. o Secretário pontuou ainda três grandes mudanças que o sistema de transporte deve sofrer com a nova licitação:

1 – Central de controle operacional;
Deve ser criado um CCO afim de dar agilidade ao sistema no ponto de vista operacional. Por exemplo: a estrutura vai permitir uma atuação mais rápida para contornar superlotação de pontos de ônibus; 

2 – medições de cumprimentos das partidas, de forma eletrônica.
Tatto disse que é uma alternativa a falta de agentes da SPTrans, como meio de obter uma melhor fiscalização do sistema de ônibus;

3 – Mecanismo da renumeração levando em conta a qualidade do serviço.
O Secretário disse que esta é uma demanda do de movimentos sociais. Por meio de pesquisa com os usuários, o poder público poderá autuar infrações das empresas de ônibus na renumeração, ao invés de multa.

Tatto disse ainda que o edital levou em conta experiência em outros sistemas, como o de Londres.
Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Alckmin pede novo empréstimo para terminar Linha 4

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, pediu a Assembleia Legislativa uma autorização para adquirir um novo empréstimo de US$ 210 milhões para retomar as obras da linha 4 – amarela do Metrô que estão paralisadas, O empréstimo deve vir do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD).

O valor seria usado para terminar as obras das estações Higienópolis-Mackenzie, Oscar Freire, São Paulo-Morumbi e Vila Sônia, além de um túnel de 1,5km e ampliação do Pátio Vila Sônia. As obras estão paradas desde julho.

Até junho, as obras da segunda fase da linha 4 já haviam consumido US$ 115 milhões. Com o novo financiamento do BIRD Alckmin quer utilizar uma linha de crédito que havia sido aprovada para a linha 5 anteriormente porém não precisou ser usada. Em nota, o governo diz que as obras da linha 5 não serão impactadas pois trata-se de um recurso que não será utilizado pois conseguiu-se descontos em licitações, não se fazendo necessário esta linha de financiamento.

A gestão Alckmin pretende entregar a segunda fase da linha 4 até 2018, último ano do governador no cargo.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Esclarecendo sobre sinalização da Linha 13-Jade da CPTM

Nesta semana publicamos que a Linha 13-Jade da CPTM usaria o sistema de sinalização denominado CBTC (Controle de Trens Baseado em Comunicação). A informação é de uma publicação do jornal “O Estado de São Paulo“, que relatou a fala do secretário de transportes metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni.

Mas, a assessoria da CPTM nos esclareceu que o sistema que estrá presente na nova linha da CPTM será o ATC/ATO, o mesmo usado na Linha 12-Safira, já que ambas as linhas devem operar em conjunto. A CPTM diz ainda que a sinalização será licitada em breve.

Em Julho de 2014, o então titular da pasta, Jurandir Fernandes, chegou a afirmar que se estudava serviços expressos da linha 13 entre a estação Brás e o Aeroporto. Segundo Fernandes, com ajustes nas plataformas da estação que faz conexão com outras linhas da CPTM e com a 3-Vermelha do Metrô, e aprimoramento no sistema de sinalização, o serviço poderia ser implantadi a medida em que for inaugurado o novo ramal.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Início de obras da Linha 18 Bronze aguardam garantias do Estado

O início das obras do monotrilho da Linha 18-Bronze aguardam garantias por parte do Governo Estadual, cerca de R$ 407 milhões, para desapropriações. Quem diz isso é o Ministério do Planejamento, do Governo Federal. Seria uma resposta a afirmação por parte da administração estadual que teria atribuído a demora do início das obras por conta da falta de liberação de verbas da união.

Após a resolução da pendência, o Governo Federal deve aprovar um financiamento de R$ 1,2 bilhão via BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para construção da linha que vai ligar São Paulo à São Bernardo do Campo, passando por São Caetano e Santo André.

“A partir de agora temos um dado oficial. Estamos programando uma audiência pública para questionar o que está de fato atrapalhando o andamento desta importante obra para o Grande ABC”, diz o deputado estadual Alex Manente (PPS), em reportagem do Jornal “Diário do Grande ABC“.

O Governo Estadual assinou o contrato de Parceria Público Privado (PPP) com o Consórcio ABC Integrado, que vai construir e operar a linha, em agosto do ano passado. As desapropriações eram previstas para ter início no mês passado.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Linha 13 da CPTM terá sistema CBTC

Em evento que marcou a inauguração de um trecho do corredor Guarulhos-São Paulo, da EMTU, o governador Geraldo Alckmin comentou sobre as obras da Linha 13 – Jade da CPTM. Como informamos ontem, o Governo de SP deve abrir licitação este mês para a compra de 8 trens que servirão a linha. A novidade, anunciada pelo governador, é que o futuro ramal terá sistema CBTC (Controle de Trens Baseado em Comunicação). O sistema visa a redução de intervalo de trens pois permite mais composições na linha e, consequentemente, menor lotação.

Como informamos (leia aqui), Alckmin diz que os atrasos do ramal 13 são por conta do atraso na liberaçao de uma verba prometida pelo Governo Federal, através do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) que não veio.

Em artigo publicado pelo Estado, o Mistérios das Cidades se defende dizendo que o Governo de São Paulo pediu mudanças em um financiamento que já havia sido aprovado anteriormente e com isso o processo teve que ser reiniciado. A verba antes seria para aquisição de material rodante (composições) e que a gestão Alckmin teria mudado o objeto do financiamento para a compra de sistema de sinalização, de telecomunicações e energia.

O Governo de SP rebate dizendo que nenhum repasse foi feito até antes de abril de 2015 e que a União queria analisar projetos e itens que faziam parte da obra, mas que não eram financiados com dinheiro da União.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Governo de SP entrega Trecho do Corredor Guarulhos

Foto: A2img / Ciete Silvério

O Governo do Estado entregou nesta segunda-feira (31) um trecho do corredor Guarulhos-São Paulo, e nesta terça-feira, 1º de Setembro, iniciam as operações de forma gradativa entre Cecap e Vila Galvão. Trata-se de 12,3 km de extensão que deve atender a uma média de 60 mil usuários/dia.

O corredor conta com três faixas de circulação por sentido, uma delas exclusiva para ônibus em 9,6 km construídos em pavimento rígido. Junto com o corredor foram entregues 3 km de ciclovia distribuídas ao longo do corredor, além de 2,7 km de via que serão compartilhados com o tráfego local.

“Estão entregues o Corredor Metropolitano Guarulhos-São Paulo, as estações Taboão, Cecap e Vila Galvão. Agora, a terceira etapa é da Vila Galvão até o Tucuruvi. São mais 4,5 km de corredor e então chegamos no Metrô de São Paulo”, afirmou o governador Geraldo Alckmin.

O trecho que falta na Zona Norte de São Paulo e Guarulhos ainda não possui previsão de entrega. Um impasse entre o governo do estado e a prefeitura do município Guarulhense em relação às desapropriações é um dos problemas.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários: