Obras de modernização alteram circulação de trens da CPTM e do Metrô no fim de semana, 30 de abril e 1º de maio

Neste final de semana, dias 30 de abril e 1º de Maio, a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) pross​eguirá com as obras de modernização em algumas de suas linhas e o Metrô interditará a Linha 5-Lilás e a Linha 15-Prata. Por isso, os trens circularão com maiores intervalos em trechos e horários específicos. Confira a programação e antecipe sua viagem:

Linha 5-Lilás (Capão Redondo - Adolfo Pinheiro)

Domingo: Para que sejam realizados testes no sistema de controle dos trens nas linhas 5-Lilás e 15-Prata, o horário de funcionamento dessas linhas será alterado. Na Linha 5-Lilás, a intervenção ocorrerá das 4h40 às 12 horas.

Nesse período, os passageiros serão atendidos gratuitamente por ônibus do sistema PAESE (Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência) da SPTrans, que circularão ininterruptamente entre as estações Capão Redondo e Adolfo Pinheiro. Os usuários da Linha 9 - Esmeralda da CPTM, que fazem transferência gratuita para o Metrô na estação Santo Amaro, também serão atendidos pelo sistema PAESE.

Linha 7-Rubi (Luz – Francisco Morato)

Domingo: das 4h até meia-noite, haverá obras de modernização no sistema de rede aérea entre as estações Vila Aurora e Caieiras. O intervalo médio entre as estações Luz e Francisco Morato será de 30 minutos. Na Estação Vila Aurora, os usuários deverão fazer transferências de trens.

Extensão Linha 7-Rubi (Francisco Morato – Jundiaí)

Domingo: das 7h às 18h, as intervenções ocorrerão nos equipamentos de via permanente, nas imediações da estação Várzea Paulista. O intervalo médio entre as estações Francisco Morato e Jundiaí será de 30 minutos.

Linha 8-Diamante (Júlio Prestes – Itapevi)

Domingo:  das 4h à meia-noite, serão realizados serviços no sistema de rede aérea entre as estações Júlio Prestes e Lapa. O intervalo médio entre as estações Júlio Prestes e Itapevi será de 20 minutos.

Linha 10-Turquesa (Brás – Rio Grande da Serra)

Domingo:  das 7h às 19h, os trabalhos estarão concentrados nos equipamentos de via permanente entre as estações Santo André e Capuava. O intervalo médio será 17 minutos em toda a linha.

Linha 12-Safira (Brás – Calmon Viana)

Sábado e domingo: das 20h de sábado até meia-noite de domingo, ocorrerão obras de modernização no sistema de rede aérea entre as estações Engenheiro Goulart e Comendador Ermelino. No domingo, das 6h às 22h, também haverá intervenções nos equipamentos de via permanente entre as estações Comendador Ermelino e São Miguel Paulista. O intervalo médio em toda a linha será de 35 minutos.

Linha 15-Prata (Vila Prudente - Oratório)

Domingo: As estações Vila Prudente e Oratório deverão permanecer fechadas ao público das 6h às 14 horas. Durante os serviços, os passageiros também serão atendidos gratuitamente por ônibus do sistema PAESE, que circularão entre as estações Oratório e Vila Prudente até o reinicio da operação.

Desafio: A CPTM ressalta que executar as obras de modernização, mantendo simultaneamente o atendimento aos usuários, é um grande desafio. As ações exigem medidas como promover intervenções em horários de menor movimentação de passageiros aos finais de semana, feriados e madrugadas.

Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição o Serviço de Atendimento ao Usuário: 0800 055 0121.

Para informar sobre a alteração na operação nessas linhas, o Metrô emitirá mensagens sonoras pelos sistemas de som das estações e dos trens, colocará cartazes nas estações da Linha 5-Lilás e 15-Prata publicará informativos nas redes sociais. Outras informações podem ser obtidas na Central de Informações do Metrô (0800 770 7722), diariamente, das 5h30 às 23h30.

Vimos no Metrô/SP e na CPTM

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

'A Cidade dos Rios Invisíveis' narra histórias de enchentes em uma viagem pela Linha 12 da CPTM

Espetáculo do Coletivo Estopô Balaio é inspirado em 'As Cidades Invisíveis', de Italo Calvino

O Coletivo Estopô Balaio convida o público para uma viagem teatral pela Linha 12 – Safira da CPTM em mais uma temporada de “A Cidade dos Rios Invisíveis”. O espetáculo tem apresentações entre 29 de abril e 5 de junho, de sexta-feira a domingo, sempre às 14h. O percurso parte da estação Brás e segue em direção ao Jardim Romano, na zona leste.

A entrada é Catraca Livre, no entanto, os espectadores precisam pagar a passagem do transporte público. Além disso, para assistir à peça, é necessário fazer uma reserva pelo e-mail acidadedosriosinvisiveis@gmail.com. A trupe responderá a mensagem, indicando o ponto de encontro da sessão.

Inspirada no romance “As Cidades Invisíveis”, do escritor cubano Italo Calvino (1923-1985), a peça narra histórias dos bairros cortados pela linha do trem e das enchentes que inundam todos anos as ruas desses lugares. Logo que encontra a companhia, o público recebe fones de ouvido que reproduzem essas narrativas a partir de depoimentos de moradores, músicas e poesias.

Em seguida, ao desembarcar na estação Jardim Romano, os visitantes são conduzidos em uma caminhada pelas ruas do bairro e ouvem mais tragédias sobre os alagamentos, contadas a partir da dança de rua, do rap e do graffiti.

Com direção de João Júnior, o espetáculo é a última parte da “Trilogia das Águas”, que, desde 2012, narra histórias de enchentes vividas pelos moradores desse bairro. As outras peças da sequência são “Daqui a Pouco o Peixe Pula” e “O Que Sobrou do Rio”.

O elenco é formado por Ana Carolina Marinho, Juão Nin, Johnny Salaberg e Renato Caetano, além dos atores-moradores Adrielle Rezende, Bruno Cavalcante, Bruno Fuziwara, Keli Andrade e Paulo Oliveira
Confira a galeria de imagens aqui.

Assista abaixo ao teaser de “A Cidade dos Rios Invisíveis:


Vimos no Catraca Livre
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

CPTM intensifica estratégias operacionais na extensão da Linha 11-Coral

A CPTM ampliou de 30 para 34 o número de viagens diretas do serviço Expresso Leste, entre Luz e Estudantes, sem a necessidade de transferência entre trens em Guaianases. A extensão da Linha 11-Coral (Guaianases - Estudantes) está operando com intervalo de 10 minutos nos horários de pico, devido aos danos causados à subestação de energia Calmon Viana, que sofreu curto circuito no dia 14 de abril, decorrente de furto de fios. 

Naquela ocasião, houve um princípio de incêndio, que atingiu equipamentos importados, os quais são fabricados sob encomenda. A previsão para substituição das peças é de aproximadamente seis meses. Já o serviço Expresso Leste que opera na mesma linha entre Luz e Guaianases, transporta 500 mil passageiros por dia útil, não foi afetado pelo problema da subestação de Calmon Viana.  

Para ampliar a oferta de lugares, três composições de oito carros (vagões) foram incorporadas a frota da extensão da Linha 11, que tem uma média de 200 mil passageiros transportados por dia útil, do total de 2,8 milhões de passageiros transportados pelas seis linhas. 

Por dia, são realizadas cerca de 2.750 viagens, o que equivale a aproximadamente 80 mil km de percurso, representando quase duas vezes a volta em torno da Terra. Além disso, a ferrovia é um sistema que opera a céu aberto, com rede aérea de energia (postes, fios, pantógrafos nos trens ligados a essa rede para alimentação elétrica das composições entre outros) e, por isso, está sujeita às interferências externas provocadas por fenômenos naturais, como chuvas, raios, queda de árvores, como também por terceiros (invasão de faixa ferroviária por pessoas ou veículos, obstáculos jogados na rede aérea, nos trilhos etc).

Vimos na CPTM
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Prefeitura de São Paulo determina 80% dos ônibus com ar condicionado

Nesta terça-feira (26) o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, assinou decreto que determina que 80% da frota de ônibus da capital paulista sejam dotados de equipamentos ar condicionado. A administração municipal segue a lei 407/13, do vereador David Soares.

Os dispositivos devem possuir regulador de temperatura, e serão instalados de acordo com a renovação da frota, priorizando linhas com maior percurso e maior demanda de passageiros.

As despesas serão pagas com dotações orçamentárias, ou seja, prevista como despesa em orçamentos públicos. O sistema paulistano possui uma frota de pouco mais de 14 mil 700 ônibus, sendo que 602 destes possuem ar-condicionado.

Vimos no Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obras da estação 14 Bis começam em julho

Quem passa pela Praça 14 Bis, na Bela Vista, já viu que há tapumes ao redor da praça para as obras da futura estação da linha 6 – laranja no local. De acordo com publicação da Veja São Paulo, as obras ali começam em julho.

Outra notícia é que a escola de samba, Vai Vai, que seria desapropriada para as obras da estação não será mais. O objetivo era abrir espaço ao poço de acesso à Estação 14 Bis. Mas a Secretaria dos Transportes Metropolitanos decidiu transferir a estrutura para um posto de gasolina desativado. A previsão é que a praça fique fechada por quatro anos para a construção do metrô. Após esse prazo, ela será reaberta com novo paisagismo e equipamentos de ginástica.

Quando concluída, a futura linha 6 terá 16 estações, ligando São Joaquim a Brasilândia com conexões nas linhas 7 e 8, da CPTM, e 1 e 4 do Metrô.

Vimos no Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Linha 11 Coral deve ter intervalo normalizado em 6 meses

Passageiros da Linha 11-Coral da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM, no trecho entre Guaianases e Estudantes, terão que enfrentar partidas e intervalos maiores pelo menos até seis meses, segundo informou reportagem da TV Diário.

O problema começou quando ladrões roubaram 80 metros de fios da estação Calmon Viana, em Poá, na região metropolitana de São Paulo, na última quinta-feira (14) (relembre aqui).

Segundo a companhia, em decorrência deste problema, um princípio de incêndio danificou os equipamentos. Peças importadas terão que ser repostas.

O intervalo de partidas no pico da manhã que era de 8 minutos passou a ser de 12. Por dia, neste trecho são transportados cerca de 200 mil usuários.

Vimos no Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obras de modernização alteram circulação dos trens neste fim de semana prolongado de Tiradentes

Neste final de semana prolongado, em razão do feriado de Tiradentes, entre os dias 21 e 24 de abril, a CPTM intensificará as obras de modernização em suas linhas. Por isso, os trens circularão com maiores intervalos em trechos e horários específicos. Confira a programação e antecipe sua viagem:

Linha 7-Rubi (Luz – Francisco Morato)

Quinta-feira: das 4h à meia-noite serão realizadas obras de modernização no sistema de rede aérea e nos equipamentos de via permanente entre as estações Caieiras e Franco da Rocha. O intervalo médio entre as estações Luz e Francisco Morato será de 20 minutos.

Sábado e domingo: das 20h de sábado até meia-noite de domingo, as obras de modernização serão retomadas no sistema de rede aérea e nos equipamentos de via permanente no trecho entre Perus e Caieiras. O intervalo médio entre as estações Luz e Pirituba será de 15 minutos e, entre Pirituba e Francisco Morato, de 30 minutos.

Linha 8-Diamante (Júlio Prestes – Itapevi)

Quinta-feira: das 4h à meia-noite haverá serviços no sistema de rede aérea entre as estações Barueri e Jandira. O intervalo médio entre as estações Júlio Prestes e Carapicuíba será de 10 minutos e, entre Carapicuíba e Itapevi, de 20 minutos.

Sábado: das 17h à meia-noite ocorrerão obras de modernização das estações Jardim Belval e Jardim Silveira. O intervalo médio entre as estações Júlio Prestes e Carapicuíba será de 10 minutos e, entre Carapicuíba e Itapevi, de 20 minutos.

Domingo: das 4h à meia-noite prosseguirão os trabalhos de modernização das estações Jardim Belval e Jardim Silveira. Das 4h às 15h, a circulação dos trens ficará interrompido entre as estações Barueri e Jandira. Para atender os usuários, serão disponibilizados ônibus gratuitos de conexão para percorrer o trecho afetado. As senhas para utilização desses ônibus deverão ser retiradas no interior das estações Barueri e Jandira, já que as estações Jardim Belval e Jardim Silveira estarão fechadas nesse período.

A partir das 15h, a operação de trens será retomada por via única entre as estações Barueri e Jandira e os ônibus de conexão serão suspensos. Até à meia-noite, o intervalo médio entre as estações Júlio Prestes e Carapicuíba será de 10 minutos e, entre Carapicuíba e Itapevi, de 20 minutos.

Linha 9-Esmeralda (Osasco – Grajaú)

Domingo: das 4h à meia-noite haverá serviços no sistema de rede aérea, entre as estações Cidade Universitária e Cidade Jardim. Das 8h às 19h, também serão realizadas intervenções nos equipamentos de via permanente, entre as estações Primavera-Interlagos e Grajaú. O intervalo médio em toda a linha será de 25 minutos.

Linha 10-Turquesa (Brás – Rio Grande da Serra)

Domingo: das 7h às 19h, os trabalhos estarão concentrados na remoção de uma passarela metálica localizada nas imediações da Estação Brás. O intervalo médio será 15 minutos em toda a linha.

Linha 11-Coral (Luz – Guaianases)

Sábado: das 20h até o final da operação comercial, as intervenções serão realizadas nos equipamentos de via permanente entre as estações Tatuapé e Corinthians-Itaquera. O intervalo médio entre as estações Luz e Brás será de 11 minutos e, entre Brás e Guaianases, de 25 minutos.

Domingo: das 4h à meia-noite, devido aos serviços nos equipamentos de via permanente e no sistema de rede aérea, a circulação de trens ficará interrompida entre as estações Tatuapé e Corinthians-Itaquera. A opção para os usuários que precisam embarcar ou desembarcas nestas duas estações será a Linha 3-Vermelha do Metrô. O intervalo médio entre as estações Luz e Tatuapé e entre Corinthians-Itaquera e Guaianases será de 15 minutos.

Linha 11-Coral (Guaianases – Estudantes)

Domingo: das 6h às 19h, em razão das obras de modernização da Estação Poá, o intervalo médio entre as estações Guaianases e Estudantes será de 20 minutos.

Linha 12-Safira (Brás – Calmon Viana)

Quinta-feira:  das 4h à meia-noite, ocorrerão intervenções nos equipamentos de via permanente, nas proximidades da Estação Jardim Helena-Vila Mara. O intervalo médio em toda a linha será de 18 minutos.

Domingo:  das 4h à meia-noite, os serviços estarão concentrados nos equipamentos de via permanente entre as estações Itaquaquecetuba e Calmon Viana. O intervalo médio entre as estações Brás e Engenheiro Manoel Feio será de 15 minutos e, entre Engenheiro Manoel Feio e Calmon Viana, de 30 minutos.

Desafio: A CPTM ressalta que executar as obras de modernização, mantendo simultaneamente o atendimento aos usuários, é um grande desafio. As ações exigem medidas como promover intervenções em horários de menor movimentação de passageiros aos finais de semana, feriados e madrugadas.

Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição o Serviço de Atendimento ao Usuário: 0800 055 0121.

Vimos na CPTM

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Metrô antecipa abertura das estações na volta do feriado de Tiradentes

Na próxima segunda-feira (25/04), dia de retorno do feriado prolongado de Tiradentes, a abertura das estações metroviárias das linhas 1-Azul, 2- Verde, 3-Vermelha e 4-Amarela (operada pela concessionária ViaQuatro) será antecipada para as 4 horas da madrugada - 40 minutos mais cedo do que o habitual. A medida tem por objetivo atender os usuários que desembarcam na capital pelos terminais rodoviários Tietê e Jabaquara (integrados à Linha 1-Azul) e Barra Funda (integrado à Linha 3-Vermelha). Na Linha 5-Lilás, a abertura das estações ocorrerá no horário normal, a partir das 4h40. Também não haverá mudanças no horário de funcionamento do monotrilho da Linha 15-Prata, que atende diariamente das 6h às 20 horas.

Na quinta-feira (21), feriado do "Dia de Tiradentes", o horário de funcionamento das linhas será o tradicional, ou seja das 4h40 à meia-noite. A frota de trens em circulação, em razão da menor demanda, será semelhante a utilizada num domingo. Como nos demais feriados, quem pretende pedalar pela cidade encontrará no Metrô ótima opção para transportar as bicicletas durante todo o dia. Lembrando, porém, que só é permitido o embarque de até quatro bikes por trem, sempre utilizando o último vagão; que a utilização das escadas rolantes com a bicicleta pode ser feita apenas no sentido de subida, após embarque dos demais usuários; e que nunca deve-se fazer uso dos elevadores portando bicicletas.

Já na sexta-feira e durante o final de semana, não haverá mudanças nos horários de abertura das estações, bem como na oferta de viagens programada para todas as linhas. O Metrô recomenda aos usuários que adquiram as passagens antecipadamente. 

Para mais informações sobre a operação da rede metroviária, os usuários têm à disposição a Central de Informações do Metrô (tel. 0800 770 7722), que funciona todos os dias, das 5h30 às 23h30. Já a Central de Atendimento da ViaQuatro atende pelo tel. 0800 770 7100 de segunda a sexta-feira, das 6h30 às 22 horas, e aos sábados e domingos, das 8h às 18 horas.

Vimos no Metrô/SP
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Linha 11 Coral da CPTM segue com restrições

Passageiros que usam os trens da Linha 11-Coral na extensão entre Guaianases e Estudantes seguem enfrentando problemas pelo sexto dia consecutivo. Às 18h00, quando este post foi ao ar, a restrição persistia, e os trens operavam com velocidade reduzida e maior tempo de parada.

Tudo começou quando ladrões roubaram 80 metros de fios da estação Calmon Viana, em Poá, na região metropolitana de São Paulo, na última quinta-feira (14). No mesmo dia a linha teve um trecho interrompido (relembre aqui).

Em um comunicado à impresna, a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM, disse que o furto causou um curto circuito e que os técnicos trabalham para restabelecer por completo a subestação de energia de Calmon Viana.

Vimos no Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Novos trens iniciam operação na Linha 5 no segundo semestre

Novos trens da Linha 5-Lilás podem iniciar a operação comercial no segundo semestre deste ano, é o que revela um comunicado da Companhia do Metrô ao jornal “O Estado de São Paulo” , em reportagem sobre composições da frota P que foram alvo de pichação.

De acordo com a nota enviada ao jornal, seis trens estão com testes concluídos, seis passam pelo comissionamento e 12 aguardam as baterias de checagem.

As composições fabricadas pela Caf foram adquiridas para atender a demanda da extensão entre Adolfo Pinheiro e Chácara Klabin, e entregues a partir de 2013. No entanto, as obras só devem ser entregues a partir do ano que vem.

Os trens são compatíveis apenas com o sistema de sinalização CBTC (na sigla em inglês, Controle de Trens Baseado em Comunicação), cuja tecnologia está em testes no trecho operacional entre Capão Redondo e Adolfo Pinheiro, feito aos finais de semana e após a operação comercial.

Vimos no Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Metrô licita via permanente para segunda fase da Linha 4

Foto: Digna Imagem/Clóvis Ferreira

O Metrô de São Paulo abriu licitação para contratação de empresa para construção da via permanente, na segunda fase da Linha 4-Amarela, com cerca de dois quilômetros até a futura estação Vila Sônia.

Segundo a companhia, os trabalhos serão financiados pelo Banco Mundial e compreende a elaboração do projeto, execução da obra, homologação e testes nos trilhos.

De acordo ainda com o Metrô, a expectativa é de conhecer o vencedor da licitação de obras das estações da segunda fase ainda neste primeiro semestre. As entregas das paradas começam o ano que vem, com Higienópolis Mackenzie, depois Oscar Freire, São Paulo-Morumbi até Vila Sonia, esta ultima com previsão para 2019.

Vimos no Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Mendes Junior deve tocar a obra do Pátio da Linha 17


De acordo com notícia divulgada nesta segunda, 18, pelo jornal Valor Econômico, a construtora Mendes Junior deve tocar as obras do Pátio de manobras da linha 17 – ouro, do Metrô de São Paulo. Ela foi a segunda colocada na licitação, perdendo para o consórcio Andrade Gutierrez e CR Almeida que rescindiu contrato. Falta uma certidão negativa de débito prometida para hoje. A ideia é assinar o contrato ainda em abril e retomar o canteiro de obras em maio.

A parte de obras civis dele, como pilares e vigas, está a cargo das empreiteiras Andrade Gutierrez e CR Almeida e será reformulada. De acordo com o secretário dos transportes metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni, após a Justiça ter negado pedido de reequilíbrio feito pela Andrade Gutierrez, a empresa propôs ao governo terminar sua parte, mas com um escopo menor que o original. Irá implementar as 132 vigas que já tinha produzido, as vigas curvas, e fabricar mais 250 vigas que faltam. Depois teremos de licitar praticamente só a colocação das vigas, disse Pelissioni.

Com isso, ficará pendente agora a estação Morumbi, que conecta com a linha 9 – Esmeralda e o restante da implantação das vigas. Para estes casos, haverá uma nova licitação.

O consórcio TIDP foi o único que não teve problema até o momento em tocar as obras do monotrilho. Responsável pela construção das estações Jardim Aeroporto, Congonhas, Brooklin Paulista e Vereador José Diniz, fez acordo com o Metrô e realizará também as obras das estações Campo Belo, Vila Cordeiro, Chucri Zaidan.

Já o grupo brasileiro MPE anunciou que vai sair das obras da linha. O consórcio participa como um dos fornecedores de material rodante, sistemas e sinalização. A empresa da Malásia Scomi, parceira da MPE no projeto, vai assumir toda a encomenda. O monotrilho é um sistema de transporte que circula em vias elevadas com os trens movidos a propulsão elétrica sobre pneus de borracha.

A Scomi diz que houve um acordo entre as partes e que a decisão de assumir toda a encomenda está inserida na estratégia de posicionamento da empresa no mercado brasileiro, onde pretende alçar voos maiores, com o fornecimento de trens da Linha 18-Bronze do Metrô.

Vimos no Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Monitor informa tempo de chegada dos trens na Linha 4

Passageiros da Linha 4-Amarela [Luz-Butantã] contam com uma nova funcionalidade. Monitores instalados nas plataformas mostram o intervalo das composições.

De acordo com o perfil no twitter @Linha4Amarela, televisores nestas configurações foram registrados nas estações Luz e Pinheiros. Nos terminais, o equipamento mostra a partida do próximo trem, e nas paradas a chegada das composições.

Monitor mostra intervalo de Trens na Linha4-Amarela. Foto: perfil @Linha4Amarela no twitter, do Grupo Diário

Demais linhas

Em 2010, segundo comunicado do Governo Estadual, o Metrô previa que suas linhas tivessem a funcionalidade. Foram adquiridos 900 monitores multimídia LCD, com a finalidade de informar dados como tempo de chegada dos trens na plataforma, além de avisos institucionais e informações gerais ao público em estações das Linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha.

Na época, o governo informou que as informações poderia ser transmitidas aos usuários graças à interface tecnológica com os novos sistemas de sinalização, telecomunicações e controle de tráfego.

No entanto, a medida ainda depende da conclusão da instalação do CBTC (Controle de Trens Baseado em Comunicações) que esta em fase de ajustes na Linha 2-Verde. De acordo com reunião entre blogueiros e atuantes das redes sociais junto ao Metrô, somente após a finalização da implantação na ligação entre a Vila Madalena e a Vila Prudente, a tecnologia será levada para as linhas 1-Azul e 3-vermelha.

Vimos no Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

​​Obras de modernização alteram circulação dos trens neste fim de semana​, 16 e 17 de abril

Neste final de semana, 16 e 17 de abril, a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) prosseguirá com as obras de modernização em algumas de suas linhas. Por isso, os trens circularão com maiores intervalos em trechos e horários específicos. Confira a programação e antecipe sua viagem:

Linha 7-Rubi (Luz – Francisco Morato)

Sábado: das 20h até o final da operação comercial serão realizadas obras de modernização no sistema de rede aérea e nos equipamentos de via permanente entre as estações Franco da Rocha e Francisco Morato. O intervalo médio entre as estações Luz e Caieiras será de 12 minutos e, de Caieiras a Francisco Morato, 24 minutos.

Domingo: das 4h à meia-noite prosseguirão os trabalhos de modernização no sistema de rede aérea e nos equipamentos de via permanente entre as estações Franco da Rocha e Francisco Morato. Além disso, das 7h40 às 18h40, também haverá serviços de conservação nas passarelas da Estação da Luz. O intervalo médio entre as estações Luz e Caieiras será de 15 minutos e, de Caieiras a Francisco Morato, 30 minutos.

Linha 8-Diamante (Júlio Prestes – Itapevi)

Sábado:  das 17h até o final da operação comercial haverá obras de modernização da Estação Jardim Belval. O intervalo médio entre as estações Júlio Prestes e Carapicuíba será de 10 minutos e, entre Carapicuíba e Itapevi, de 20 minutos.

Domingo:  das 4h à meia-noite prosseguirão os trabalhos de modernização da Estação Jardim Belval. Das 4h às 15h, a circulação dos trens ficará interrompida entre as estações Barueri e Jandira. Para atender os usuários, serão disponibilizados ônibus gratuitos de conexão para percorrer o trecho afetado. As senhas para utilização desses ônibus deverão ser retiradas no interior das estações Barueri e Jandira, já que as estações Jardim Belval e Jardim Silveira estarão fechadas nesse período.

Das 14h à meia-noite, a operação de trens ocorrerá por via única entre as estações Barueri e Jandira. Os ônibus de conexão serão suspensos e o intervalo médio entre as estações Júlio Prestes e Carapicuíba será de 10 minutos e, entre Carapicuíba e Itapevi, de 20 minutos.

Linha 9-Esmeralda (Osasco – Grajaú)

Domingo:  das 4h à meia-noite haverá serviços no sistema de rede aérea, entre as estações Pinheiros e Morumbi. Das 8h às 19h, também serão realizadas intervenções nos equipamentos de via permanente, nas imediações da Estação Grajaú. O intervalo médio em toda a linha será de 25 minutos.

Linha 10-Turquesa (Brás – Rio Grande da Serra)

Domingo:  das 4h às 19h, os trabalhos estarão concentrados nos equipamentos de via permanente e no sistema de rede aérea, entre as estações Mauá e Rio Grande da Serra. O intervalo médio entre as estações Brás e Mauá será 10 minutos e, de Mauá a Rio Grande da Serra, de 30 minutos.

Linha 11-Coral (Luz – Guaianases)

Domingo: das 4h à meia-noite, as intervenções ocorrerão nos equipamentos de via permanente entre as estações Brás e Tatuapé. O intervalo médio entre as estações Luz e Brás será de 11 minutos e, de Brás a Guaianases, de 25 minutos.

Linha 11-Coral (Guaianases – Estudantes)

Domingo: das 4h à meia-noite, os serviços serão executados nos equipamentos de via permanente entre as estações Guaianases e Antônio Gianetti Neto. O intervalo médio entre as estações Guaianases e Estudantes será de 22 minutos.

Linha 12-Safira (Brás – Calmon Viana)

Sábado e domingo:  das 20h de sábado à meia-noite de domingo haverá obras de modernização da rede aérea entre as estações Engenheiro Goulart e USP Leste. O intervalo médio em toda a linha será de 35 minutos.

Desafio: A CPTM ressalta que executar as obras de modernização, mantendo simultaneamente o atendimento aos usuários, é um grande desafio. As ações exigem medidas como promover intervenções em horários de menor movimentação de passageiros aos finais de semana, feriados e madrugadas.

Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição o Serviço de Atendimento ao Usuário: 0800 055 0121.

Vimos na CPTM

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Furto de cabos interrompe circulação de trens da CPTM

Problema aconteceu entre as estações Calmon Viana e Guaianases, da linha 11-Coral

A circulação dos trens da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) está interrompida entre as estações Calmon Viana e Guaianases, da linha 11 – Coral. De acordo com a companhia, o problema foi causado devido ao furto de cabos de cobre, que faz parte da estrutura dos trilhos.

Por volta das 14h30 desta quinta-feira (14), a circulação foi interrompida no trecho. Técnicos de manutenção foram ao local e constaram o furto dos cabos.

Ônibus do Paese (Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência) foram acionados para transportar os passageiros no trecho interrompido. Não há previsão para normalização no sistema.

Vimos no R7

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

CPTM estuda concessão das linhas 8 e 9

O Governo do Estado de São Paulo recebeu uma MIP (Manifestação de Interesse Privado) para concessão das Linhas 8-Diamante [Julio Prestes – Itapevi – Amador Bueno] e 9-Esmeralda [Osasco – Grajaú] da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). 

A MIP partiu da empresa TPI – Triunfo Participações e Investimentos S/A, e contempla a manutenção e operação das linhas, que atualmente são operadas em conjunto pela CPTM. A informação foi confirmada no diário oficial desta terça-feira, 12 de abril.

De acordo com governo estadual, caso seja aprovada a concessão, a empresa terá que modernizar as linhas além de construir novas estações, visando elevar o padrão de qualidade. 

O Presidente da CPTM, Paulo de Magalhães Bento Gonçalves, deve analisar a proposta em um período de um mês, e levar a decisão ao Conselho Gestor do Programa Estadual de Parcerias Público-Privadas.

Vimos no Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Tatuzão chega à Chácara Klabin

Nesta segunda-feira, 11 de Abril, o tatuzão chega a última estação da Linha 5-Lilás, a Chácara Klabin. O evento deve contar com o secretário dos Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni.


Após a finalização dos trabalhos, quando chegar até o último VSE (Ventilação e Saída de Emergência) o equipamento será desmontado. Foi o mesmo equipamento usado na escavação da Linha 4-Amarela.

Agora o prolongamento de 10 km de extensão da Linha 5 segue com trabalhos nas 10 estações em construção, além da montagem de equipamentos como trilhos e sistemas. A previsão do Governo Estadual é entregar as primeiras estações a partir do ano que vem. Quando a linha estiver completa, e com operação plena, são esperadas 781 mil passageiros.

Vimos no Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Metrô define consórcio que tocará 3 estações da Linha 17

Imagem de Sergio Mazzi

O Metrô fechou contrato com o consórcio TIDP formado pelas empresas Tiisa – Infraestrutura e Investimentos S/A e DP Barros Pavimentação e construção LTDA para a construção das estações Campo Belo, Vila Cordeiro e Chucri Zaidan, da linha 17-ouro. As obras devem começar neste primeiro semestre e a previsão é que sejam entregues após 17 meses da assinatura do contrato.

O mesmo consórcio está construindo as estações Vereador José Diniz, Brooklin Paulista, Jardim Aeroporto e Congonhas da mesma linha.

Ainda falta a definição do consórcio que irá tocar as obras do Pátio de manobras e da Estação Morumbi, que faz ligação com a linha 9-Esmeralda, da CPTM.

Vimos no Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

​​Obras de modernização alteram circulação dos trens neste fim de semana, 09 e 10 de abril

Neste final de semana, 9 e 10 de abril, a CPTM  prosseguirá com as obras de modernização em algumas de suas linhas. Por isso, os trens circularão com maiores intervalos em trechos e horários específicos. Confira a programação e antecipe sua viagem:

Linha 7-Rubi (Luz – Francisco Morato)

Domingo: das 4h à meia-noite, serão realizadas obras de modernização no sistema de rede aérea entre as estações Jaraguá e Vila Aurora. Com isso, o intervalo médio entre as estações Luz e Pirituba será de 17 minutos e, de Pirituba a Francisco Morato, 34 minutos.

Extensão Linha 7-Rubi (Francisco Morato – Jundiaí)

Domingo: das 7h às 18h, as intervenções ocorrerão nos equipamentos de via permanente, nas imediações da estação Várzea Paulista. O intervalo médio entre as estações Francisco Morato e Jundiaí será de 30 minutos.

Linha 8-Diamante (Júlio Prestes – Itapevi)

Domingo:  das 8h às 19h, haverá serviços nos equipamentos de via permanente, entre as estações Barueri e Jandira. O intervalo médio entre as estações Júlio Prestes e Carapicuíba será de 10 minutos e, entre Carapicuíba e Itapevi, de 20 minutos.

Linha 9-Esmeralda (Osasco – Grajaú)

Domingo:  das 4h à meia-noite, os trabalhos estarão concentrados no sistema de rede aérea, entre as estações Santo Amaro e Socorro. O intervalo médio em toda a linha será de 18 minutos.

Linha 10-Turquesa (Brás – Rio Grande da Serra)

Domingo:  das 4h às 17h, serão realizados serviços nos equipamentos de via permanente e no sistema de rede aérea, entre as estações Tamanduateí e São Caetano do Sul. O intervalo médio em toda a linha será de 15 minutos.

Linha 11-Coral (Guaianases - Estudantes)

Domingo: das 4h às 22h, as intervenções ocorrerão no sistema de rede aérea, nas proximidades da Estação Brás Cubas. O intervalo médio entre as estações Guaianases e Estudantes será de 20 minutos.

Linha 12-Safira (Brás – Calmon Viana)

Domingo: das 4h à meia-noite, serão realizados serviços nos equipamentos de via permanente nas imediações da Estação Ermelino Matarazzo. O intervalo médio em toda a linha será de 30 minutos.

Desafio: A CPTM ressalta que executar as obras de modernização, mantendo simultaneamente o atendimento aos usuários, é um grande desafio. As ações exigem medidas como promover intervenções em horários de menor movimentação de passageiros aos finais de semana, feriados e madrugadas.

Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição o Serviço de Atendimento ao Usuário: 0800 055 0121.

Vimos na CPTM

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Paralisação de motoristas de ônibus afeta passageiros em Guarulhos

Paralisação de motoristas de ônibus afeta milhares de passageiros em Guarulhos (Foto: Aline Evelin/Arquivo Pessoal)
 
Motoristas e cobradores de cinco empresas de ônibus em Guarulhos, na Grande São Paulo, realizam uma paralisação desde a madrugada desta sexta-feira (8). Cerca de 600 mil passageiros foram prejudicados pela paralisação.

O motivo da paralisação é a falta de pagamento que ocorre no quinto dia útil do mês e deveria ter sido feito na última quarta-feira (6). As empresas de ônibus alegaram problemas financeiros gerados pela diminuição de passageiros e de arrecadação.

O protesto ocorre nas viações Campo dos Ouros, Atual, Urbana Guarulhos e Vila Galvão. As empresas fazem linhas municipais e intermunicipais. 

De acordo com o presidente do sindicato dos condutores, Mauricio Brinquinho, os empresários prometeram pagar nesta sexta (8), mas como o dinheiro ainda não tinha caído na conta, os funcionários decidiram manter a paralisação.

Paralisação de motoristas de ônibus afeta milhares de passageiros em Guarulhos (Foto: Aline Evelin/Arquivo Pessoal)Paralisação de motoristas de ônibus afeta milhares de passageiros em Guarulhos (Foto: Aline Evelin/Arquivo Pessoal)
 
Vimos no G1

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Vencedor de licitação da Linha 4 deve sair este semestre

Foto: Digna Imagem/Clóvis Ferreira

O Metrô recebeu ao todo 10 propostas de empresas interessadas em tocar a conclusão da segunda fase na Linha 4-Amarela, nesta quarta-feira, 6 de abril de 2016. A expectativa é que após a análise dos documentos, o vencedor seja conhecido ainda no primeiro semestre.

As obras são de conclusão das estações Higienópolis-Mackenzie, Oscar Freire, São Paulo-Morumbi e Vila Sônia, além do terminal de ônibus anexo a esta última. Sobre prazos, os contratos preveem o seguinte cronograma após a emissão da ordem de serviço: 12 meses para a estação Higienópolis-Mackenzie; 15 meses para a estação Oscar Freire, 18 meses para a estação São Paulo-Morumbi; e 36 meses para a estação Vila Sônia.

As construções desta fase tiveram início em 2012, mas em 2015 o Metrô rescindiu unilateralmente o contrato com o consórcio Corsán-Corviam.

A Linha 4-Amarela deve operar de maneira completa, da Luz à Vila Sônia, em 2019, com um total de 14 km, 11 estações e demanda diária de 981 mil pessoas. Atualmente a ligação metroviária atende a Luz ao Butantã.

Vimos no Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Portas de Plataformas funcionam em horário integral na Linha 3

As portas de plataformas da estação Vila Matilde, na Linha 3-Vermelha [Palmeiras Barra Funda – Corinthians Itaquera] iniciaram o funcionamento em horário integral. A informação foi confirmada pela diretoria da companhia em reunião com blogueiros e atuantes nas redes sociais na noite desta terça-feira, 5 de abril.

Os equipamentos foram instalados a partir de 2010, mas uma das fornecedoras, (a Trends) apresentou problemas financeiros, fazendo com que as obras fossem paralisadas no início de 2011. Eram previstos inicialmente que outras 12 estações teriam os equipamentos que dão mais segurança aos usuários, entre elas Artur Alvim, Penha, Carrão, Tatuapé, Belém, Bresser-Mooca, Brás, Sé, Anhangabaú, República e Marechal Deodoro.

Posteriormente, o Metrô rescindiu o contrato com as empresas que estão prestando o serviço: “Após a finalização da instalação das portas em Vila Matilde, o Metrô iniciará processo de rescisão do contrato (que prevê a instalação em outras 12 estações), já que ficou comprovada, pela experiência em Vila Matilde, a falta de capacidade da empresa em executá-lo.” – disse a nota do Metrô enviado ao Via Trolebus em 2014.

A partir de então, a empresa coreana (Poscon) assumiu o projeto contratado e retomou os trabalhos de instalação das portas em junho de 2012.

Frota G
Outra informação que diz respeito a operação da Linha 3-Vermelha, são os trens da frota G, originalmente adquiridos para rodarem na Linha 2-Verde. Até o momento, cinco composições operam na antiga linha leste-oeste, e até o final do ano, todos os 16 trens devem ser trazidos ao pátio Itaquera para prestar serviço na linha mais carregada do sistema metroviário paulistano.

Frota G na Linha 3-Vermelha - Foto de Tiago Costa
Frota G na Linha 3-Vermelha – Foto de Tiago Costa

De acordo com a diretoria da empresa, a medida ajuda na operação, uma vez que estes trens possuem portas mais largas. Recentemente também foram habilitadas os anúncios automáticos nestas composições, que estão em implantação.

Esta troca de frotas está sendo possível com a entrada de trens modernizados em operação na Linha 2, configurados com o sistema CBTC, presente na ligação entre Vila Madalena e Vila Prudente.

Vimos no Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Metrô recebe propostas para obra da Linha 4

Foto: Digna Imagem/Clóvis Ferreira

Está marcada para amanhã, 6, o recebimento das propostas de consórcios que desejam concluir as obras da linha 4 – Amarela, do Metrô de São Paulo. A obra está orçada em R$ 1,3 bi. A licitante tem de comprovar volume médio anual de construção no patamar de R$ 760 milhões. É permitida a participação em consórcio, mas o edital estipula que a empresa líder tenha sozinha 70% do volume médio nos últimos cinco anos e que as demais atendam, também isoladamente, a pelo menos 30% do mesmo volume.

Após dada a ordem de serviço, o consórcio escolhido tem 12 meses para entregar a estação Higienópolis-Mackenzie, 15 meses para a Oscar Freire, 18 meses para a São Paulo-Morumbi e 36 meses para a Vila Sônia.

A data para entrega das propostas era para ter sido dia 17 de março, porém o TCE havia suspendido a licitação na época e a liberou novamente na semana passada.

Vimos no Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obras de modernização alteram circulação dos trens da CPTM e Metrô neste fim de semana (02 e 03/04)

Neste final de semana, 2 e 3 de abril, a CPTM  prosseguirá com as obras de modernização em algumas de suas linhas e o Metrô interditará a Linha 15-Prata. . Por isso, os trens circularão com maiores intervalos em trechos e horários específicos. Confira a programação e antecipe sua viagem:

Linha 7-Rubi (Brás* – Francisco Morato)

Domingo: das 4h à meia-noite, serão realizadas obras de modernização no sistema de rede aérea entre as estações Jaraguá e Vila Aurora. Durante toda a operação comercial, também haverá intervenções na Estação da Luz. Por esse motivo, excepcionalmente, os trens da Linha 7 circularão até a Estação Brás*. Com isso, o intervalo médio entre as estações Brás e Pirituba será de 15 minutos e, de Pirituba a Francisco Morato, 30 minutos.

Extensão Linha 7-Rubi (Francisco Morato – Jundiaí)

Domingo: das 7h às 17h, as intervenções ocorrerão nas imediações da estação Botujuru. O intervalo médio entre as estações Francisco Morato e Jundiaí será de 30 minutos.

Linha 8-Diamante (Júlio Prestes – Itapevi)

Sábado:  das 17h até o final da operação, serão realizados serviços no sistema de rede aérea entre as estações Barueri e Engenheiro Cardoso. O intervalo médio entre as estações Júlio Prestes e Barueri será de 10 minutos e, entre Barueri e Itapevi, de 20 minutos.

Domingo:
  Devido à continuidade dos serviços de rede aérea e via permanente, os intervalos serão impactados em trechos e horários diferenciados. Das 8h às 18h, o intervalo médio entre as estações Júlio Prestes e Carapicuíba será de 16 minutos e, entre Carapicuíba e Itapevi, de 32 minutos. Nos demais horários (das 4h às 8h e das 18h à meia noite), os intervalos médios serão de aproximadamente 20 minutos entre as estações Júlio Prestes e Itapevi.

Linha 11-Coral / Expresso Leste (Luz – Guaianases)

Domingo: das 4h à meia-noite, devido as intervenções na Estação da Luz, os trens do Expresso Leste vão circular no trecho entre Brás e Guaianases, com intervalo médio de 15 minutos. A opção para os usuários desembarcarem na Estação da Luz será a Linha 7-Rubi, que fará o trajeto Brás-Francisco Morato.

Linha 12-Safira (Brás – Calmon Viana)

Sábado e domingo: das 20h de sábado à meia-noite de domingo, serão realizados serviços nos equipamentos de via permanente nas proximidades da Estação USP-Leste. O intervalo médio em toda a linha será de 35 minutos.

Linha 15-Prata (Vila Prudente - Oratório)
 
Domingo: as estações Vila Prudente e Oratório, da Linha 15 - Prata do Monotrilho, ficarão fechadas ao público das 6h às 13 horas. A alteração no horário de funcionamento ocorre para a realização de testes no sistema de controle dos trens. A atividade terá início após o encerramento da operação comercial de sábado e deverá se estender até o início da tarde de domingo, dia escolhido devido à baixa demanda de usuários no sistema.

Durante a interrupção da operação na Linha 15-Prata, os passageiros serão atendidos gratuitamente por ônibus do sistema PAESE (Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência) da SPTrans, que circularão ininterruptamente entre as estações Oratório e Vila Prudente.

Desafio: A CPTM ressalta que executar as obras de modernização, mantendo simultaneamente o atendimento aos usuários, é um grande desafio. As ações exigem medidas como promover intervenções em horários de menor movimentação de passageiros aos finais de semana, feriados e madrugadas.

Para informar sobre a alteração na operação dessa linha, além de cartazes, o Metrô emitirá mensagens sonoras pelos sistemas de som das estações e dos trens e publicará informativos nas redes sociais. Outras informações podem ser obtidas na Central de Informações do Metrô (0800 770 7722), diariamente, das 5h30 às 23h30.

Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição o Serviço de Atendimento ao Usuário: 0800 055 0121.

Vimos no Metrô/SP e na CPTM
Comentários
0 Comentários

0 comentários: